Introdução alimentar e bebê com intestino preso são uma combinação um tanto comum. Logo que comecei a dar alimentos sólidos para a Catarina, sua frequência intestinal mudou bastante e ela passou por um período de constipação que chegava a incomodar – lembrando que bebês podem ficar um bom tempo sem fazer cocô sem que isso seja um problema. Como, no caso da minha pequena, havia sinais de que a prisão de ventre estava causando desconfortos (fezes ressecadas e barriguinha endurecida), nessa época, me empenhei em um dar uma forcinha para o funcionamento do intestino dela. Nas minhas pesquisas, descobri quais alimentos são benéficos para a dieta do bebê com intestino preso e quais devem ser evitados porque prendem ainda mais o que já está difícil de sair. A seguir, compartilho com vocês o que descobri sobre o assunto. Tomara que ajude por aí! Em casa, senti que ajudou um bocado.

Imagem: 123RF

Bebê com intestino preso: alimentos que ajudam a soltar o intestino

  • Ameixa: você pode fazer uma papinha com a fruta ou cortar a ameixa em pedaços e deixar de molho de um dia para o outro em água filtrada/fervida. Aí você pode dar essa água para o bebê.
  • Mamão: com a Catarina era pá pum! Sentia muita diferença nos dias em que ela comia e não comia mamão.
  • Abacate: ótimo para fazer papinha doce, após os 8 meses de idade (como é uma fruta rica em gordura, vale a pena introduzi-la depois de ter ofertado outras papinhas de frutas mais leves).
  • Laranja: principalmente com bagaço.
  • Pêssego
  • Mexerica
  • Damasco
  • Kiwi
  • Manga
  • Verduras em geral: soltam o intestino porque são ricas em fibras.
  • Azeite
  • Aveia

Bebê com intestino preso: alimentos que prendem o intestino

  • Batata: como, em geral, é um dos primeiros alimentos a entrar nas papinhas salgadas, o bebê pode ficar com o intestino preso mesmo. Para equilibrar, escolha uma fruta que solte.
  • Mandioquinha
  • Inhame
  • Cará
  • Biscoitos de água e sal e maisena
  • Pão
  • Arroz
  • Maçã: por também ser ácida, evite se seu filho tem refluxo. Aliás, o refluxo tende a piorar se o intestino está preso.
  • Goiaba
  • Caqui
  • Banana-maçã e banana-prata (já a banana nanica não tem esse efeito)
  • Macarrão

Outras dicas para ajudar a soltar o intestino

  • Elevar o consumo de água. Às vezes, só aumentando essa ingestão, o problema já se resolve. Outro líquido que também ajuda é o leite materno.
  • Evitar dar sucos de frutas batidos e coados. Lembra que a gente precisa garantir uma boa ingestão de fibras? Então, dê frutas sem batê-las, combinado?
  • Equilibrar a oferta de fibras e de água. Se você começa a dar muitas frutas e legumes in natura e água de menos, por exemplo, o resultado não é bom. Observe se essa balança está equilibrada!
  • Não peneirar ou bater a papinha no liquidificador. Quando batidos, os alimentos perdem as fibras, que são tão importantes para o bom funcionamento intestinal.

Caso a constipação persistir mesmo com as alterações na dieta e se houver alguns destes sinais, consulte o pediatra: indícios de dor abdominal, sangue nas fezes, fezes muito escuras ou quase brancas.

Mas nada de ficar alarmada em excesso! Se a prisão de ventre também tem afetado o seu bebê na introdução dos sólidos, fique tranquila. Isso não quer dizer que ele terá intestino preso sempre. Hoje o intestino da minha filha funciona normalmente. Dê tempo ao tempo que eles, na maioria das vezes, se adaptam!

Publicidade

___

Quer ler mais sobre alimentação do bebê? Clique aqui.