Meninos gostam de azul, meninas gostam de rosa. Será mesmo?

Por 0 Comentários


Quem segue o blog há algum tempo sabe que eu me tornei, ao longo dos últimos anos, uma escritora. Da alegria de escrever diariamente o Mil Dicas de Mãe surgiu uma vontade maior de contar histórias para crianças, e assim já nasceram dois livros infantis. O mais recente, publicado em 2018, conta a história de Pedro, um menininho que só queria dormir na cama dos pais (mas que vai aprender a gostar do quarto dele, viu? Conto mais sobre esse livro aqui). Mas nesse post eu quero relembrar o primeiro livro, – e que não poderia estar mais atual. Afinal, vamos falar sobre o que é coisa de menino e de menina?

Se você acompanhou as notícias dos últimos dias, viu uma baita polêmica envolvendo uma ministra, que teve sua fala registrada em um vídeo e no qual ela diz que meninos devem usar azul e meninas devem usar rosa. Ou seja, que as coisas devem ser bem marcadas: tem coisa que é para homem fazer, e outras que são para as mulheres. Claro que MUITAS pessoas se manifestaram (Luciano Huck, Angélica, Nathália Arcuri, entre vários outros famosos) contra a ideia. Justo em um país em que precisamos lutar por uma sociedade mais igualitária, que deveria dar aos homens e às mulheres os mesmos direitos, uma fala dessas não tem o menor sentido.

Não estamos falando que homens e mulheres são iguais, porque não são. A começar pela parte biológica. Somos diferentes em nossas constituições, mas isso não quer dizer que não possamos ser livres para escolher a cor da roupa (minha cor preferida sempre foi azul, por exemplo). Ou que possamos ser livres para que uma menina resolva ser uma engenheira quando crescer, ou que um menino possa escolher ser chef de restaurante e cozinhar. Quantas de nós não gostaria de ter um marido que cozinha em casa? Concorda comigo?

É justamente sobre isso que fala meu primeiro livro, o “Meninos gostam de azul, meninas gostam de rosa. Ou não?“. Ele foi escolhido no ano passado como um dos finalistas do prêmio da Amazon na FLIP, a Feira Literária Internacional de Paraty. E sabe o que é o mais legal? É receber dezenas de vídeos pelo Instagram, de mães E PAIS com seus filhos pequenos lendo o livro, e se preparando para um futuro com mais igualdade. Obrigada a todos que me mandaram nos últimos dias!

A novidade agora é que o Ebook do livro está em promoção na Amazon, a partir de hoje, 09/02/19, até o dia 15/02/19 – por apenas R$5,99 (sim, cinco reais e noventa e nove centavos!). Como são poucos dias, clique aqui e já garanta o do seu filho.

Esse ebook pode ser lido em qualquer tablet ou celular, Android ou Apple, com o aplicativo Kindle, que é baixado gratuitamente. Claro que ele funciona nos dispositivos Kindle também.

Ah, vale falar que o livro é recomendado para crianças de 2 a 5 anos, pois a linguagem é bastante simples e acessível (para que elas possam compreender). Também é recomendado para crianças no início da alfabetização, pois a repetição de palavras facilita a leitura (tive um retorno muito legal sobre isso com mães que me contaram que foi o primeiro livro que o filho conseguiu ler sozinho!).

Veja um pouquinho do conteúdo, e depois de baixar me conta o que achou, combinado?


 



Arquivado em: DiversãoEducaçãoLivros Tags:

Deixe seu comentário