Criança x café: a partir de que idade pode tomar?

Por 0 Comentários


Você já foi surpreendida por um pedido do seu filho para tomar café? Esse fato não é incomum já que as crianças, observadoras, estão sempre de olho nos nossos hábitos para querer repeti-los. No entanto, é só depois de uma determinada idade que o consumo de café é liberado para as crianças pelos pediatras, sabia? Antes, existem contra indicações para a bebida. Nesse post eu conto melhor sobre esse assunto, venha conferir!

Imagem: 123RF

Em que idade o café começa a ser liberado para as crianças?

Para começo de conversa, é sempre importante ressaltar que, nos primeiros seis meses de vida, a recomendação para o bebê é a amamentação exclusiva. Ou seja, durante esse período, o único alimento que a criança deve ingerir é o leite materno. Depois é que começa a introdução de novidades, contudo o café não deve fazer parte do novo cardápio tão cedo. Aliás, enquanto o bebê mama, a recomendação é que até a mãe reduza o consumo do café, pois parte da cafeína passa para o bebê por meio da amamentação (como você pode ver nesse post aqui).

Por conta da cafeína, o café é considerado uma bebida estimulante, e, portanto, não é recomendado para crianças antes dos dois anos. Porém, ao atingir essa idade, o consumo ainda deve ser extremamente restrito, em pequenas quantidades. Por exemplo: se o seu filho vive te perguntando se ele pode tomar café, aos dois anos ele já pode permitir experimentar a bebida. Contudo, para o consumo diário, os pediatras indicam no máximo meia xícara de café (e preferencialmente misturado ao leite, sem ser expresso).

Depois dos seis anos

O filhote curtiu o gosto de café? A partir dos seis anos ele pode te acompanhar com uma xícara (pequena) por dia. Porém, no mesmo esquema de antes: preferencialmente café coado e com leite (sendo uma proporção com mais leite do que café). Outra opção bacana é oferecer a versão descafeinada.

Dicas

Vale lembrar que, mais do que a cafeína, o café contém ingredientes bacanas, como vitaminas, minerais e antioxidantes. O ideal, para aproveitar esse benefícios, é não exagerar na quantidade oferecida ao filhote e, ainda, escolher o horário certo para tomar. Opte pela manhã, já que à noite, por ser estimulante, a bebida pode atrapalhar o sono. Depois do almoço também não é a melhor opção, porque o café pode atrapalhar a absorção de ferro.

Veja também: Ideias de cardápio de café da manhã e lanche saudáveis (para facilitar a vida das mães)


 



Arquivado em: Alimentação Tags:

Deixe seu comentário