Você já ouviu falar que, durante a gestação, exercícios na água são bastante recomendados, pelo baixo impacto que proporcionam? Pois saiba que isso é de fato verdade e, que, inclusive, praticar natação na gravidez é uma atitude muito benéfica no período da espera do bebê.

Quer saber os benefícios da natação na gravidez? Nesse post eu te conto, vem ver!

gestante fazendo natação

gestante fazendo natação. Foto: freepik

Natação na gravidez relaxa

Vamos à realidade: você está com uma barriga enorme e, com isso, precisa lidar com diversos incômodos, como a dor nas costas (tão comum entre as gestantes). Para aliviar essa sensação, a natação pode ser bastante útil durante a gravidez.

Publicidade

Enquanto se pratica essa atividade na água, o peso do corpo é redistribuído e as articulações são liberadas. Resultado?

Um relaxamento delicioso após algumas aulas! Isso, inclusive, ajuda a grávida a dormir melhor, e ainda diminui o estresse.

gestante dormindo

gestante dormindo, Foto: freepik

Veja também: Exercícios para grávidas com bola: como o pilates é benéfico às mamães

Exercícios não causam impacto

Como eu disse no início do post, um benefício importante da natação na gravidez é o fato de que o impacto sobre as articulações é menor dentro da água.

Especialmente durante a gestação, em que o peso do corpo da mãe aumenta, esse meio aquático que provoca o “amortecimento” é especialmente relevante. O joelho, por exemplo, que merece bastante atenção durante qualquer atividade física, não sofre.

Publicidade

Melhora da circulação

Assim como durante a prática de boa parte de atividades físicas, a natação provoca uma melhora da circulação sanguínea na gravidez.

Com isso, incômodos comuns da gestação, como as varizes e os inchaços, são prevenidos (e tratados).

gestante deitada com dor nas pernas

gestante deitada com dor nas pernas. Foto: freepik

Veja também: Yoga na gravidez: entenda por que você deve praticar

Músculos são tonificados pela natação na gravidez

Como a água amortece o peso do corpo, o resultado é que alguns exercícios ficam mais fáceis de serem feitos durante uma aula de natação (incluindo alguns que não seriam realizados com a mesma facilidade em terra firme). E, daí, a tonificação dos músculos acontece!

Na atividade são bem trabalhados, inclusive os músculos que serão utilizados durante o parto (estamos sempre batendo as pernas, por exemplo) – outro benefício para as gestantes! Mais um ponto positivo é a manutenção de peso na gestação, que a atividade proporciona.

Publicidade
gestante se pesando

gestante se pesando. Foto: freepik

Dicas

Acima de tudo, para qualquer atividade física, e antes de dar início às aulas de natação na gravidez é fundamental que você converse com o seu ginecologista.

Primeiramente, avaliando o seu caso, ele poderá dizer se a prática é a mais adequada para você durante a gestação (de repente alguma outra possa ser mais útil!) e, também, a recomendação de fazer natação na gravidez poderá ser a partir de que mês e até qual mês.

Outra dica importante é que antes de entrar na água não recomenda-se estar em jejum e, tampouco, de barriga vazia, para não prejudicar a prática.

Converse com o seu professor (que deve sempre coordenar as aulas e te supervisionar na piscina) sobre os horários das refeições, bem como é bacana ingerir antes e depois da aula para melhorar o desempenho e potencializar os benefícios da natação na gravidez.

Posteriormente, quando o filhote nascer, que tal continuar nadando com ele? Aqui no blog eu já mostrei o porquê a natação para bebês é tão bacana. Então, vale a pena conferir também!

grávida em consulta com a ginecologista

grávida em consulta com a ginecologista. Foto: freepik

Outras considerações

É importante ter em mente que, embora consideremos a natação segura durante a gravidez, sua aprovação pode não ocorrer para mulheres com certas condições médicas ou restrições de atividades devido a complicações na gravidez.

Nesse sentido, é sempre melhor falar com seu médico sobre sua situação específica, especialmente se você estiver mudando seu plano normal de exercícios ou tiver quaisquer condições médicas / relacionadas à gravidez.

Esteja ciente dos riscos

Quando for nadar, é importante nadar apenas em áreas que você sabe que são seguras.

Portanto, tenha em mente que você pode se cansar mais rapidamente do que quando não está grávida, fique atento se for nadar para longe da costa ou da praia. Considere também as marés, se a água está agitada e quaisquer relatos de bactérias na água antes de ir nadar.