Todas as semanas, nossa querida consultora de sono Michele Melão recebe inúmeros pedidos de leitoras que gostariam de sugestões de sono para a rotina dos bebês, de acordo com a idade. Por isso, o post de hoje traz algumas ideias para as mães que gostariam de organizar o dia-a-dia dos pequenos – para que eles durmam melhor, mamem bem e se sintam mais dispostos ao longo do dia. Vale a pena ler!

Por Michele Melão

Já falei aqui no Mil Dicas de Mãe sobre a rotina de sono dos bebês aos 6 e 7 meses, e hoje queria dar sugestões para os pequenos de 4 meses ao primeiro ano de vida.

Publicidade

Sempre lembro que essas sugestões funcionam apenas como um guia para as mães, uma vez que cada bebê tem suas necessidades únicas de sono e alimentação. Nos quatro primeiros meses, a rotina é basicamente regulada pelas mamadas e pausas para higiene; mas a partir do 4º mês, é importantíssimo manter uma regularidade nos horários e atividades que o bebê tem durante o dia. Essa rotina ajuda as mães a identificarem as necessidades do filho, além de dar segurança e previsibilidade para os bebês, que dormem e se alimentam melhor quando se sentem mais seguros.

bebe com naninha dormindo

4 e 5 meses:

Bebês nessa fase ainda dormem bastante, têm uma janela de sono (tempo em que ficam acordados) bastante curta, de no máximo 2 horas (a não ser da última soneca para o horário da cama) e ainda precisam de alimentação pelo menos duas vezes durante a madrugada (geralmente perto das 23h e 04h00). Essa é uma sugestão de rotina com 3 sonecas, lembrando que alguns bebês que fazem as sonecas muito curtas ainda precisam cochilar mais vezes durante o dia.

– 6h30 – Acordar e mamar

– 8h00 – Primeira Soneca

Publicidade

– 9h30 – Mamar

– 11h30 – Segunda Soneca

– Entre 12h30 e 13h00 – Acordar e Mamar

– Entre 14h30 e 15h00 – Terceira Soneca

– 16h00 – Acordar e Mamar

– 19h00 – Mamar e início do ritual do sono

Publicidade

– 19h30 – Bebê dormindo

– 23h00 – Mamada dos sonhos

Veja que a sugestão é que seu bebê mame quando acordar, e essa sugestão está aí por dois motivos: ele vai mamar mais porque está mais disposto e descansado, e você vai evitar que uma associação de mamar para dormir aconteça. Desta maneira, comer e dormir serão atitudes desassociadas para seu bebê.

 

6 a 9 meses:

Entre 6 e 7 meses, geralmente os bebês transitam de três para duas sonecas. Muitos ainda precisam seguir a rotina dos 4 ou 5 meses, mas a sugestão de hoje é para aqueles bebês que já estão na transição, que estão relutando para dormir uma hora e meia depois de acordar de manhã ou aqueles cujas mães estão com muita dificuldade na terceira soneca no fim do dia.

– 7h00 – Acordar e mamar

– 8h15 – Fruta ou suco

– 9h00 – Primeira soneca

– 10h00 – Amamentação

– 12h00 – Almoço

– 13h00 – Segunda soneca

– 15h00 – Amamentação / Fruta

– 18h00 – Jantar

– 19h00 – Bebê dormindo

O ideal nessa fase é que o bebê não acorde mais para ser alimentado. Se isso ainda está acontecendo, veja se é um problema comportamental (hábito de sono) ou se seu filho está com fome. Se for fome, incluir uma mamada às 23h00, ou mesmo melhorar a quantidade de alimento oferecido durante o dia, pode ajudar. Se for hábito, procure alternativas para quebrar esta associação e manter a qualidade de sono do seu pequeno.

 

9 a 12 meses:

Nesta fase você já consegue aumentar um pouco mais a janela de sono do seu bebê e prepará-lo para a transição de duas para apenas uma soneca, que deve acontecer dos 15 aos 18 meses. Essa transição é um pouco complicada, porque os bebês passam a não querer dormir de manhã, fazem uma soneca próxima do horário do almoço e acabam sentindo sono novamente no fim da tarde (atrapalhando o sono noturno). A sugestão nesse caso é preparar a criança para essa mudança e conhecer exatamente a janela de sono ideal para ela, antes da transição acontecer. E quando essa fase chegar, conseguir adequar uma soneca mais longa no meio do dia e, se necessário, adiantar o horário da cama para acertar o tempo e a qualidade do sono do seu bebê.

– 7h00 – Acordar e café da manhã

– 9h00 – Mamar ou fruta

– 10h30 – Primeira soneca

– 12h00 – Almoço

– 14h30 – Fruta ou Leite

– 15h30 – Segunda soneca

– 17h00 – Fruta

– 18h30 – Jantar

– 19h30 – Ritual do Sono

– 20h00 – Bebê dormindo

É importante lembrar que o horário de colocar o bebê na cama é um dos fatores que mais afeta a qualidade do sono. O hormônio do sono (melatonina) tem seu pico no corpo do bebê aproximadamente às 21h00, então o ideal é que, a esta hora, seu filho já esteja dormindo. Apesar de ele ser produzido entre 18h30 e 21h00, um dos fatores que influenciam a produção da melatonina é o banho de sol, de preferência à tarde. Estudos mostram que bebês que são expostos à luz natural dormem melhor e produzem mais hormônio de sono.

Reforço também que a luz artificial diminui a produção deste hormônio – portanto é bastante importante que, pelo menos uma hora antes de começar o ritual do sono, seu bebê não veja televisão ou não fique exposto a outros aparelhos eletrônicos, e que você diminua as luzes da casa.

Espero que essas dicas de rotina sirvam de guia para vocês organizarem melhor os horários do bebê. Até o próximo post!

michele melão selo