Essa semana eu recebi um e-mail emocionante de uma leitora, no qual ela contava todo seu desespero com o sono do bebê dela. Nos primeiros meses de Catarina eu enfrentei o mesmo problema, por isso sei o quanto esse processo é desgastante – tudo o que você tenta fazer (e não funciona) causa uma frustração enorme, a ponto de você se perguntar se nasceu mesmo para ser mãe (juro que você chegar a pensar nisso!).

“Afinal, não era para ser mais fácil? Não era para meu filho dormir boa parte do dia e acordar tranquilo, com um sorriso no rosto?”. Pois aqui em casa eu não soube o que era isso por muito tempo (mas garanto – uma hora essa dificuldade passa e você e o filhote sobrevivem!).

Pois nesse e-mail, a mãe levantou uma questão interessante: a dificuldade de estabelecer uma rotina diária quando o filho acorda cada dia em um horário diferente.

Um exemplo: se hoje o bebê acorda às 7 horas da manhã, e faz sua primeira soneca por volta das 9:30h, como ficam os horários das sonecas e da alimentação se amanhã ele acordar às 8:30h? Certamente só pegará no sono por volta das 11h, o que bagunça toda a rotina estabelecida.

Publicidade

Todo mundo fala sobre a importância da rotina para que o bebê pegue facilmente no sono e aprenda a dormir melhor. Mas como fazer, se a cada dia o bebê resolve começar o dia de uma forma diferente?

Pois essa é a dica que eu gostaria de dar para esses casos: acorde o bebê! Sim, ao invés de esperar que ele acorde sozinho, seja ativa no processo e o acorde sempre nos mesmo horário.

 

Isso parece simples de ser pensado, mas eu sei o quanto eu relutei para colocar em prática. Por alguns motivos, que eu listo a seguir!

1) Eu achava errado acordar o bebê

Como minha filha dormia mal, eu agradecia todas as vezes em que ela acordava mais tarde – eu achava que naquele dia ela acordaria mais descansada e feliz. Mas nem sempre era verdade – ao acordar mais tarde, parecia que ela acordava “fora de sintonia”, e também se irritava com facilidade.

Publicidade

2) Eu queria dormir até mais tarde

Imagine alguém que não dormia bem à noite e que durante o dia ficava um caco cuidando de um bebê que só chorava. Essa era eu!

Por vezes, eu ficava horas acordada durante a madrugada – e por isso torcia para conseguir dormir um pouco mais pela manhã. Não parece um motivo nobre? Pois mães que não dormem me entenderão perfeitamente!

3) Eu achava que se acordasse minha filha cedo, ela se acostumaria com o horário para o resto da vida

Aqui em casa não funcionamos bem pela manhã – eu durmo tarde, meu marido também, e não costumávamos levantar cedo até Catarina nascer.

Por isso nosso sonho era ter uma filha que acompanhasse essa rotina, e não uma que levantasse às 7h da manhã. O que aprendi com a experiência, é que naturalmente os bebês vão conseguindo dormir até mais tarde com o passar do tempo, e nos primeiros meses é muito melhor acertar a rotina do bebê do que se preocupar com esse detalhe.

Se seu bebê tem dificuldade de acertar a rotina de sono, essa pode ser uma boa dica. Acordando-o todos os dias no mesmo horário, naturalmente ele fará as sonecas em horas similares.

Também sentirá sono à noite no mesmo horário, e com isso a rotina se manterá naturalmente. Seu corpinho se acostumará a liberar os hormônios associados ao sono sempre no mesmo ritmo, e isso será extremamente benéfico para ele.

Publicidade

Essa dica só não vale para as fases de transição de sonecas, quando os horários e a rotina ficam bagunçados por algumas semanas, até que o bebê se adapte. Mas com paciência, tudo volta ao normal!

bebê dormindo

bebê dormindo. Foto: freepik

Dicas para estabelecer uma rotina de hora de sono do bebê

O sono do bebê deve ter hora certa

Mantenha um registro dos padrões de sono do seu bebê, anotando o período de sono mais longo da noite. Lembre-se de que você terá sorte se seu bebê dormir cinco ou seis horas seguidas durante os primeiros meses.

Conheça os sinais de sono do seu bebê, que geralmente envolvem esfregar os olhos ou bocejar, pois você vai querer colocá-lo na cama quando ele estiver com sono, mas não muito cansado .

Assim que você compreender aproximadamente quando seu bebê dorme durante o período mais longo à noite, tente programar uma rotina pré-sono cerca de 30 a 45 minutos antes do horário normal de adormecimento.

Por exemplo, se ele tende a dormir seu período mais longo de 20h à 1h, comece uma rotina de hora de dormir por volta das 19h15 ou 19h30.

pai segurando o bebê dormindo

pai segurando o bebê dormindo. Foto: freepik

Coloque seu filho para dormir no mesmo lugar

A maioria dos bebês adormece em seus carrinhos de bebê ou na cadeirinha de carro às vezes. Procure sempre colocar seu bebê para dormir no berço mais ou menos na mesma hora, mesmo para cochilos, começando quando ele tiver alguns meses de idade.

É importante não apenas ajudar seu bebê a dormir mais profundamente, mas também reduzir o risco da síndrome da morte súbita infantil (SMSL) .

Para isso, evite agendar recados para a hora da soneca do bebê. Se a sua gracinha adormecer no carrinho, cadeirinha ou balanço, certifique-se de transferi-la para o berço o mais rápido possível.

Crie a atmosfera certa

Diminua as luzes, abaixe as persianas ou feche as cortinas, desligue a TV e guarde o telefone para definir um tom relaxante.

bebê dormindo no berço

bebê dormindo no berço. Foto: freepik

Tente dominar a queda do bebê sonolento

No final da rotina da hora de dormir do seu bebê, coloque o seu filho sonolento enquanto ele está sonolento, mas ainda acordado. Assim ele se acostuma a adormecer sozinho, não em seus braços.

É verdade que a preguiça do bebê sonolenta não funciona para todas as crianças, mas vale a pena tentar. Se você não tiver sucesso nas primeiras vezes, continue! No final, você será recompensado quando seu bebê cochilar sozinho.

Ajuste conforme necessário o sono do bebê

No início, a rotina da hora de dormir do seu bebê pode envolver simplesmente um aconchego e uma canção de ninar, seguida por uma história tranquila para dormir, antes de colocá-lo no berço à beira do sono.

Lembre-se de que, à medida que seu bebê cresce, suas necessidades mudam, portanto, tente ser flexível e ajustar-se conforme necessário. Por exemplo, à medida que seu bebê fica mais velho, a hora do banho antes de dormir pode ficar mais agitada.

Nesse caso, mude a hora do banho para mais cedo na rotina, deixando as estratégias mais relaxantes, como uma história ou uma massagem para bebês, para mais perto da hora de dormir.

massagem no bebê

massagem no bebê. Foto: freepik

Mantenha o sono do bebê consistente

A regularidade é um ingrediente essencial de uma rotina relaxante na hora de dormir. A consistência gera conforto, o que ajuda a embalar seu bebê para um sono tranquilo.