Você já se perguntou se há algo nas inúmeras teorias sobre como o sexo de um bebê pode ser influenciado? Existem muitos contos de fadas, mas alguns pontos foram realmente comprovados em estudos e pesquisas. Compilamos algumas conclusões de como engravidar de menina e explicamos por que pode funcionar.

A propósito, você não precisa se preocupar. Todas as dicas são totalmente naturais e totalmente inofensivas.

menina com coroa de flores

menina com coroa de flores – Foto: Freepik

Como engravidar de menina

Não espere milagres. Todas essas medidas podem aumentar a probabilidade de como engravidar de menina, mas não podem garantir a eficácia.

Publicidade

1 – Relações sexuais 2 ou 3 dias antes do dia da sua ovulação

A explicação científica para isso é a seguinte: acredita-se que os espermatozoides com o cromossomo X, que são os capazes de gerar uma menina, são mais lentos do que aqueles com o cromossomo Y, que gera um menino.

casal brincando na cama

casal brincando na cama – Foto: Freepik

Embora mais lentos, eles sobreviveriam mais tempo no interior da mulher. Por isso se você tiver relações alguns dias antes de ovular, seria maior a chance de que sobrarem apenas os mais resistentes, ou seja, aqueles que te darão a tão sonhada menininha.

Como vou saber qual é o dia da minha ovulação?

A primeira coisa é calcular a duração dos seus ciclos por alguns meses, para fazer uma média.

  1. Há mulheres que têm ciclos de 26 dias, outras de 28, outras de 30…
  2. Aí você faz uma continha básica: a duração do seu ciclo – 14 = o dia em que normalmente você ovula.
  3. Por exemplo: se seu ciclo tem 26 dias (-14=12), normalmente você ovula no décimo segundo dia.

Uma outra forma de saber o dia da sua ovulação é acompanhar o muco cervical. Comece a reparar como a secreção fica mais elástica durante a ovulação. Depois de alguns meses de prática provavelmente você saberá quando está ovulando.

Publicidade

2 – Use camisinha nos dias mais próximos da ovulação

Se você teve o cuidado de ter a relação sexual alguns dias antes da ovulação para aumentar as chances de engravidar de uma menina, deverá evitar que uma nova leva de espermatozoides (inclusive os rapidinhos, que fazem meninos) chegue ao óvulo que acabou de aparecer.

casal se divertindo

casal se divertindo – Foto: Freepik

Não usar camisinha nos dias próximos à ovulação é jogar fora o passo número 1! Mas convém advertir: evitar a gravidez nos dias próximos à ovulação diminuem as chances totais de engravidar.

3 –  Evite algumas posições

Seguindo a lógica da diferença entre os espermatozoides com X e Y, quanto mais você facilitar a chegada de todos eles ao óvulo, maiores as chances de uma gravidez de menino. Portanto, se seu objetivo é engravidar de uma menina, você tem que fazer exatamente o contrário: dê uma canseira nos coitados!

casal deitado

casal deitado – Foto: Freepik

Assim, evite posições que favoreçam a penetração profunda. O melhor é que a deposição dos espermatozoides seja feita próximo à entrada da vagina, que é uma região ácida (os espermatozoides capazes de gerar uma menina suportariam melhor esse ambiente, por isso você aumentaria as chances de ter uma menininha). Os especialistas dizem que o ideal é que o parceiro esteja por trás.

Publicidade

4 – Quando você estiver quase lá… pare!

Como já dito, os espermatozoides que vão te ajudar a engravidar de uma menina suportam melhor o ambiente ácido. Mas, quando a mulher tem um orgasmo, são liberadas substâncias que deixam o ambiente mais alcalino (ou menos ácido). Portanto, dizem que o ideal é que você não chegue ao clímax durante as tentativas de conceber uma menina.

5 – No período certo, não poupe esforços

Já expliquei a importância de ter relações dias antes da ovulação, certo? Nessa fase do ciclo, não poupe esforços (leia-se: pratique bastante!) – quando o homem tem várias relações em um curto período de tempo, a qualidade do seu esperma diminui.

Ou seja, aqueles espermatozoides rapidinhos (que em geral geram um menino) são produzidos em menor quantidade.

6  – Tome um banho quente antes da relação

banho relaxante

banho relaxante – Foto: Freepik

Algumas pesquisas dizem que os espermatozoides com cromossomo Y são mais sensíveis ao aumento de temperatura e que não o suportam bem.

Assim, logo antes da relação, tome um banho quente para ficar com o corpo bem aquecido. Que tal então encher a banheira? Além de elevar a temperatura, ela promoverá um sensação de relaxamento que é super benéfica para quem está tentando uma gravidez.

7 – Fique de olho na alimentação

Acredita-se que alimentos ricos em cálcio e magnésio possam ajudar na concepção de uma menina (mas você teria que consumi-los por pelo menos 9 semanas para preparar seu organismo).

Assim, tome bastante leite, iogurte, coma queijo e folhas verdes escuras, como espinafre e brócolis.

Foto: Freepik

Outra dica é comer alimentos que poderiam tornar o ambiente vaginal mais ácido, como frutas cítricas, chocolate e vinagre. E já que você está investindo nisso, evite os alimentos alcalinos, como bananas e cogumelos.

Também passe longe de alimentos com muito sal, azeitonas e embutidos – há quem diga que eles diminuem a chance de engravidar de uma menina.

8 – Se você acredita em simpatias…

Fugindo da parte científica, há uma série de simpatias que prometem fazer com que você engravide de uma menina.

A primeira delas é ter relações em noite de lua cheia (nesses dias haveria uma maior retenção de líquidos no corpo de uma mulher. Mas o que isso teria a ver com ter uma menina? Estou pensando por aqui e quando chegar a uma conclusão, conto para vocês!).

Outra alternativa para quem deseja ter uma menina é seguir a tabela chinesa. Ela leva em consideração sua idade ao engravidar e o mês da concepção para tentar adivinhar o sexo do bebê.

9 – FIV

in vitro fertilization

in vitro fertilization – Foto: Freepik

Tecnicamente é possível fazer a escolha do sexo do bebê quando se está fazendo uma FIV (Fertilização In Vitro).

Ou seja, atualmente não há limitação técnica para isso. Mas (e isso é muito importante), o Conselho Federal de Medicina orienta que isso não seja feito, a não ser com o objetivo de impedir o nascimento de um bebê com uma doença ligada ao sexo, como é o caso da hemofilia ou da distrofia muscular de Duchenne.

10 – Dieta da Mulher

O estado nutricional da mulher também desempenha um papel importante. A razão para isso é que costumava ser muito mais difícil criar um menino quando os tempos eram ruins. Portanto, mais meninas nasceram nos anos pobres e mais meninos nos anos bons.

No entanto, a dieta da mulher e quaisquer sintomas de deficiência ainda podem ter um impacto no gênero. Se uma mulher tem uma dieta especialmente rica em carboidratos, as chances de um menino aumentam.

mulher que amamenta pode comer ovo

mulher que amamenta pode comer ovo – Foto: Freepik

O pH do ambiente vaginal também pode tornar mais fácil para certos espermatozoides atingirem seu objetivo mais cedo. Se uma mulher comer muitos alimentos ricos em potássio e sódio, que tornam o ambiente vaginal mais básico, mais esperma Y sobreviverá. Se o ambiente vaginal é particularmente ácido devido a alimentos ricos em magnésio e cálcio, no entanto, X-sperm tem mais facilidade:

  • Para uma menina: carne, peixe, queijo, couve de Bruxelas, ovos, chá preto;
  • Para um menino: banana, couve-flor, tomate, leite, chá de ervas, espinafre, batata.

11 – A predisposição genética

Não se pode negar que existe uma tendência para a descendência feminina ou masculina em algumas famílias. Pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, analisaram 500.000 árvores genealógicas, algumas das quais datam do século XVI.

Eles descobriram que:

  • Quando os homens eram pais de mais meninos do que meninas, seus filhos também tinham mais meninos.
  • Da mesma forma, os homens em famílias com descendentes predominantemente femininos também eram pais de mais meninas.
criança melada de tinta

criança melada de tinta – Foto: Freepik

Mesmo que nenhuma explicação científica concreta tenha sido encontrada até agora, os pesquisadores suspeitam que um determinado gene seja responsável pelo equilíbrio entre a proporção de espermatozoides Y e X na ejaculação.

Pode haver uma tendência para espermatozoides Y ou uma tendência para espermatozoides X, ou a proporção está equilibrada.

Portanto, a chance de ter um menino é particularmente boa se o homem tiver um número particularmente grande de irmãos e primos.

No entanto, se houver muito mais irmãs e primas em sua família, as chances de ter uma menina também aumentam. Se o relacionamento familiar for razoavelmente equilibrado, a chance também volta ao normal 50%.

Dica final de como engravidar de menina

Antes de terminar o post, eu preciso deixar minha opinião pessoal sobre o assunto. Eu considero um filho uma das maiores bençãos que um casal pode receber – independente de ser um menino ou menina. Se você desejava ter uma menina e engravidou de um menino, agradeça a oportunidade de aprender coisas que você nem havia imaginado!

Jurischk via Compfight cc

Ah, e outra coisa importantíssima: nenhuma das dicas descritas é garantia de engravidar de uma menina. Mas no fundo, você pode fazer tudo o que os especialistas recomendam e ter um menino! Há coisas sobre as quais não temos controle – e essa não é exatamente a beleza da vida?

Por fim, se você teve uma menina e quer deixar a sua dica aqui para as tentantes, o espaço está aberto. É só escrever nos comentários, combinado?

Post atualizado em 23/12/2020 – Handreza Hayran