Os primeiros meses do bebê são um verdadeiro teste de memória para a mãe (que, aliás, já não está das melhores, com tantas mudanças hormonais e demandas novas a se acostumar!). Eu, por exemplo, tinha que fazer uma listinha para organizar a bolsa de Catarina, do contrário fatalmente esquecia alguma coisa importante! Certa vez, esqueci a carteira indo ao pediatra, pode? Assim, no post de hoje, eu compartilho com vocês a minha lista do que levar na bolsa do bebê. Ah, e aceito palpites, porque em bolsa de bebê e coração de mãe, sempre cabe mais um!

Skip hop duo bolsa bebê

Essa aí é a minha bolsa de bebê, para quem quiser saber! Aprovadíssima! Da Skip Hop

Bolsa do bebê – o que levar:

Para trocar o bebê

Publicidade

– 4 fraldas (para um passeio de 3 horas; aumente a quantidade se for passar mais tempo longe de casa). Exagero? Juro que já cheguei a usar 3 fraldas nesse intervalo de tempo, por isso considero 4 a quantidade com margem de segurança!

Creme anti-assaduras

– Lenços umedecidos (nos primeiros meses de Catarina eu também levava uma garrafinha de água e um pouco de algodão, pois não gostava de usar só o lenço – ela acabava assando; depois, com o tempo, apenas o lenço era suficiente).

– Saquinho plástico para fralda suja

– Álcool gel para limpar as mãos

– Trocador dobrável

Publicidade

– 2 mudas de roupa (com body, calça e macacão) + 1 par de meias. Se seu bebê não sujar tanta roupa (como a minha, que regurgitava demais!), pode ser que apenas 1 muda de roupa baste!

– Saquinho para roupa suja

 

Para amamentar:

– 1 fralda de pano grande (para colocar no ombro)

– 3 paninhos de boca

Publicidade

– Protetor de mamilos, se você usar

Mamadeira, se não estiver em amamentação exclusiva. Leve a água já medida dentro dela, e misture com o leite em pó (levado à parte) apenas na hora de dar ao bebê.

– Porta leite em pó com a fórmula já medida

 

Se o bebê já come:

– Fruta (maçã, pera, uvas são fáceis de levar)

– 1 faquinha para descascar ou cortar

– 1 mamadeira ou copinho com água

– Papinha (se feita em casa, leve em recipiente térmico para assegurar que estará própria para o consumo; as industrializadas também quebram o galho se usadas eventualmente!)

– Talheres para o bebê

– Suco (que deve ser levado em recipiente térmico, ou colocado no compartimento com proteção térmica da bolsa do bebê)

– Biscoitinho (se seu bebê já for um pouco mais velho, e principalmente se você for gastar um tempão no trânsito!)

 

 Outros:

– Chupeta e porta-chupeta

– Protetor solar e repelente, se o bebê tiver mais de 6 meses e sempre com orientação do pediatra

– Chapéu

– Casaquinho mais quente e gorrinho nos dias frios

– Mantinha

– Remédios

– Brinquedos

 

 

Para a mãe (sim, você também precisa de cuidados!):

– Kit de sobrevivência básico: carteira, lixa de unha, batom (e um rímel, que juntos levantam qualquer visual! Até de mãe de recém-nascido!) e pinça

 

Ufa! Agora a fase dois do desafio é conseguir colocar tudo isso na bolsa do bebê! Boa sorte!