Chá de Fraldas: vale a pena?

Por 29 Comentários


Algumas leitoras têm me consultado sobre a ideia de fazer um chá de fraldas. A pergunta é sempre mais ou menos parecida: vale a pena fazer um chá de fraldas? Ou seria melhor um chá de bebê tradicional? Enfim, que tipo de festa fazer nos meses que antecedem a chegada do filhote?

chá de fraldas

 

Confesso que até um tempo atrás, eu tinha certa resistência com o chá de fraldas. Se você já é mãe, provavelmente vai concordar comigo que cada bebê é um bebê, que se adapta melhor a uma ou outra marca de fraldas. Claro que há aquelas em que a chance de errar é menor (aliás, se você quiser conhecer minha opinião sobre as marcas que testei, consulte esse post); mas mesmo assim, pode acontecer de seu filho ter alergia até à fralda que agrada a maioria das mães que você conhece.

Pensando exatamente nisso, eu achava que um chá de fraldas podia ser uma roubada. O que você faria se ganhasse um monte de fraldas e depois descobrisse que seu filho não se adaptou a elas? Seguindo esse raciocínio, eu achava uma ideia muito melhor realizar um chá de bebê tradicional, em que geralmente você irá ganhar chupetas, mamadeiras, mantas, e várias outras coisinhas tão necessárias para os cuidados com o bebê.

Mas respondendo hoje a essa questão, minha opinião é um pouco diferente. E minha resposta é: chá de fraldas ou chá de bebê, vai depender muito da sua realidade. Vejam a seguir quando eu recomendaria um ou outro:

Chá de Fraldas

– Melhor opção para as mães que querem escolher todos os itens de cuidados com o bebê. Por mais que você faça uma lista de presentes para um chá de bebê tradicional, sempre acaba ganhando alguma coisa que foge ao que você escolheu. E com fralda não tem muito como inventar: fralda é fralda! Nesse caso, acho que você pode até restringir a algumas marcas e modelos de sua preferência.

– Ótimo para quem vai fazer todo o enxoval do bebê no exterior. Impossível deixar de comprar lá chupetas e mamadeiras por uma pechincha (se comparado ao preço disso aqui no Brasil). Como você vai voltar com tudo comprado, deixar as fraldas por conta dos amigos é boa pedida.

– A partir do segundo filho, se você pretende reaproveitar muita coisa do primeiro. Ok, chupetas e mamadeiras terão que ser renovadas, mas você poderá não precisar de mantas, termômetro, cortador de unha… Nesse caso, prefira o chá de fraldas e compre você mesma os poucos itens que não poderão ser herdados.

– Se você tem facilidade em trocar fraldas (no caso de seu bebê não se adaptar àquelas que ganhou). Em cidades grandes, como São Paulo, você pode escolher alguma rede de lojas de bebê e pedir para que seus convidados preferencialmente comprem lá (consulte as redes e veja que facilidades eles podem garantir a você, como trocar os pacotes fechados mesmo após alguns meses da compra). Muita gente hoje em dia opta por divulgar a necessidade de troca pelas redes sociais (como Facebook – funciona, sim, gente!) ou entrar em comunidades na internet que reúnem pessoas querendo trocar fraldas (procure pelo Google, você vai achar um monte delas).

 

Chá de bebê tradicional

– Em todos os outros casos! Se você gosta da ideia de ganhar todas aquelas coisinhas de bebê da família e de amigos, vá em frente! Eu achei uma delícia! Depois, você acaba lembrando de cada convidado quando pega a escovinha de cabelos, o edredon, o esterilizador de mamadeiras (ok, eu adoro uma sessão nostalgia!).

 

E você, optou pelo chá de fraldas ou pelo chá de bebê? Conta pra gente a sua experiência, deixe um comentário e ajude outras mães a decidir!




Arquivado em: Chá de bebêPreparativos Tags:

Comentários (29)

Trackback URL

  1. Andréia disse:

    Bom dia!

    Meus colegas de faculdade fizeram um chá de fraldas (na verdade se chamou “churrasco de bebê) e a minha irmã outro. Eu adorei! Foi divertido.
    Ganhei muuuita fralda. Meu bebê está com quase 9 meses e ainda não precisei comprar fraldas.

    Eu acho super legal!

  2. Andrea Charan disse:

    Nívea, a Lara usou as fraldas do chá de fraldas que fizemos até mais de 1 ano, só aí compramos. Isso foi bacana demais, economizamos bastante, né, já que fraldas, no 1º ano é o grande gasto. Foi tudo organizado por mim, inclusive dividi a quantidade de tamanhos, pra ganhar menos RN e direcionando os outros tamanhos. Também pedi uma única marca; a maioria dos convidados seguiu o meu pedido. Alguns, compraram de outras marcas, mas foi bacana pra experimentar.
    BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

  3. Brenda Berry disse:

    Olá, criei um grupo novo no Facebook para mamães e grávidas trocarem ideias, experiências e principalmente trocarem/venderem fraldas. O grupo FRALDA COMUNITARIA é fechado pois várias empresas oferecem descontos especiais para as participantes! Solicite sua participação, o link está abaixo.
    http://www.facebook.com/groups/Fraldacomunitaria/

  4. Livia disse:

    O chá de fraldas seria uma boa para mim, que já tenho as outras coisinhas de cuidado diário, mas é algo que estou mesmo ponderando se faço ou não. Isso porque acho que se colocar na ponta do lápis quanto eu gastaria para fazer uma festinha em casa, acho que iguala ao quanto gastaria em fraldas, menos o trabalho de ter que decorar e limpar a casa depois! Eu estava dando uma olhada nos sites http://www.portaldasfraldas.com.br e http://www.baby.com.br e um fardo da pampers está em média 99,00 e pode parcelar em até 3x no cartão. Meu plano é fazer um estoque de fraldas P, M e G, assim eu garanto que todas as fraldas dele serão de qualidade e as de RN eu vou comprando a medida que for precisando, até porque, um dos pontos negativos de fazer o chá de fraldas é que acaba sobrando um tamanho e faltando outros… Beijos

  5. Viviane disse:

    Por viver o mesmo dilema que muitas mães, eu ainda estou na dúvida de fazer ou não, mas meu marido adorou a ideia de reunir os amigos, o que vou gastar vai ficar elas por elas, pois eu pago em 2 caixas de pampers total confort no site do Ponto Frio 99,90 e que vem com 168 tamanho M.
    Muitas coisas eu comprei quando estive no exterior, então estou pensando em pedir itens mais caros e reduzir a quantidade de fraldas, assim eu compro da maneira que eu quero.

  6. vale sim pq eu fiz e ate 6 meses do meu filho eu tinha fralda

  7. Claudia Felix disse:

    Eu quero fazer o chá de fraldas, pois considero mais descontraído, leve.

  8. q fofo e a coisinha mais linda, q deus oode dar a uma mulher

  9. Rosieli Vieira disse:

    Optei pelo cha de bebe, justamente por ser meu primeiro filho e não ter experiência com fraldas. Acho mais fácil ir comprando as fraldas conforme a necessidade e adaptação do bebe. Também optei por fazer varias brincadeiras, que inclusive peguei daqui também! Meu cha foi muito bom e divertido, graças a este blog!

  10. Erlany disse:

    Olá.. Estou grávida de 14 semanas e também estou com essa dúvida. É interessante passar um bom tempo sem comprar fraldas, mas também é muito bom ganhar várias coisinhas, roupinhas! Quando eu souber o sexo do bebe fica mais fácil decidir… Bom adorei as dicas daqui e vou usar algumas dicas de brincadeiras tbm.
    Bjs

  11. Simone Anjos disse:

    Estou ansiosa para fazer meu chá de bebe.

  12. Curte muito, Simone! Chá de bebê é tudo de bom! Depois conta pra gente como foi, ok? Bjs!

  13. Tarsila Soter disse:

    Na verdade farei os dois. O chá de bebê já fiz com minha família que mora em outra cidade e esse fim de semana farei o chá de fraldas com a família do meu marido e nossos amigos na cidade onde moramos. Uma ajuda e tanto né! rs.

  14. vivian disse:

    eu to loka pra que meu filho nasce logo

  15. Samara disse:

    Olá Nivea!!

    Eu vou fazer o chá de fraldas, na minha primeira filha eu não fiz, mas veja a minha dúvida eu usei somente fralda da marca pampers Total Confort pq é a melhor vc paga um pouco mais só que ela não vaza não assa e por ai vai…é muito chato eu colocar além da marca o modelo? como faço isso sem soar indelicado?

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Samara,

      Eu não acho chato sugerir também o modelo. É melhor do que ganhar fraldas que você não vai usar, concorda? Como no chá de bebê você vai convidar pessoas próximas, não vejo problema em explicar o motivo da sua escolha. Diga algo como “se você puder trazer a marca e o modelo X, eu agradeço, pois com essa nunca tive problemas e me adaptei super bem”.

      Acredito que dessa forma ninguém vai querer levar outra, certo? E se mesmo assim alguma convidada ficar chateada, bata um papo mais demorado e explique o porquê do seu pedido.

      Espero ter ajudado!

      Bjs,

      Nívea

  16. Monna Gualberto disse:

    NÃO SEI O DE VCS MAS O MEU NÃO COMPENSOU. PRIMEIRO PQ EU FIQUEI COM VERGONHA DE PEDIR PACOTÃO E ACABEI GANHANDO MUITOS PACOTINHOS (perdi a vergonha agora) E GASTEI 3X MAIS O VALOR DAS FRALDAS QUE GANHEI, SE TIVESSE GASTO COM FRALDAS, TERIA PRA MAIS DE UM ANO. EU FIZ PORQUE QUIS MESMO COMEMORAR A CHEGADA DO MEU BEBÊ E NÃO ME ARREPENDO PQ ELE VAI CONHECER A LINDA FESTA QUE TEVE PRA SUA CHEGADA.

  17. eliane disse:

    Eu vomitei no meu cha de bebe….em cima de bolo e de convidado…fiasco…ganhei pouca fralda e teve duas =brigas

  18. Na minha primeira gestação eu não fiz nenhum e nem o outro,porem no antigo trabalho do meu esposo os amigos dele fizeram entre eles e ganhei muita fralda,fui comprar fraldas minha filha estava com 9 meses,agora já na segunda gestação optei em fazer cha de fraldas novamente, pois já fui presenteada por minha comadre e 3 amigas com muitas coisas,e tbm já havia comprado várias outras …

  19. Clélia disse:

    É meu primeiro bebê e optei por fazer os dois. Estou pedindo um pouco de fraldas e coisas básicas como: body, mijão e produtos de higiene. As pessoas costumam te visitar e levar presentinhos como macacões e outras coisas fofas.

  20. Mayara disse:

    Eu pretendo não saber o sexo do bebe, mas hoje em dia, as roupas são extremamente definidas por sexo, muito difícil comprar.
    Então estava pensando em fazer o “chá COM bebe”, acha que é uma boa? Como posso fazer para isso funcionar?

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail