Como colocar o bebê para dormir – em 5 passos!

Por 2 Comentários


Uma das maiores dúvidas que eu tive quando Catarina era recém-nascida era como colocar o bebê para dormir. Eu achava, antes da pequena nascer, que isso era algo intuitivo: que o bebê mamava, e que logo adormeceria e eu o colocaria no berço. Foi assim? Claro que não! Eu penei muito, mas muito mesmo, até aprender algumas técnicas que ajudavam no processo.

Por isso eu acredito que o texto de hoje, da nossa querida consultora de sono, Michele Melão, pode ajudar muitas mães com pequenos que não adormecem facilmente. Ela conta aqui, passo a passo, como colocar o bebê para dormir, para que ele durma com mais tranquilidade. Vale muito a leitura, porque são informações dadas por quem de fato conhece do assunto!

Por Michele Melão

Chega a hora de dormir e a família começa a ficar preocupada. Recebo diversas mensagens com relatos de mães, pais e cuidadores, com desabafos sobre a hora de dormir – e muitos classificam como a pior ou mais estressante hora do dia. Apesar de diversas crianças terem os mais variados problemas comportamentais com o sono (que conseguimos trabalhar por meio de aprendizagem de sono), uma grande parte delas só tem dificuldade para iniciar o sono – e depois que finalmente dormem, conseguem manter esse sono por várias horas.

O post de hoje é dedicado a essas famílias com dificuldades em iniciar o sono. Os 5 passos a seguir podem deixar a sua hora de dormir muito mais agradável e tranquila, além de ser um processo mais rápido do que passar horas ninando um bebê – isso exige muita força física e mental!

Imagem: 123RF

Os 5 passos para colocar seu bebê para dormir:

1) Tenha certeza de que a rotina do dia dele está adequada. Não deixe seu filho dormir demais ou muito pouco durante o dia. A quantidade de horas de sono e os horários dos cochilos devem ser adequados. Por exemplo para uma criança de 4 a 6 meses, desde que tenha 6kg, 3 sonecas por dia são suficientes. Dos 6 aos 18 meses geralmente a criança faz 2 sonecas por dia e a partir desta idade transita para um sono apenas. Estas sonecas devem ter de 40 minutos a 2 horas no máximo e somando todo o tempo que a criança dorme durante o dia, o ideal é que não passe de 3 horas e meia. No caso de uma soneca apenas, esse tempo deve ser de no máximo 2 horas.

2) Tenha um ritual de sono. Parece um assunto batido, mas, por experiência que tenho com outras mães, vejo que nem sempre o ritual acontece. Ritual de sono é algo poderoso para fazer a criança dormir, podem acreditar! Isso sinalizará para a criança que está na hora de dormir. Use sempre as mesmas ferramentas, na mesma sequência – por exemplo: banho, massagem, troca com uma canção (sempre a mesma), leitura, oração e berço.

3) Termine o seu ritual de sono sempre da mesma forma. Então chegou a hora de colocar seu filho no berço. Neste momento, execute sempre a mesma ação e fale sempre a mesma coisa. Isso dará um sinal para o bebê de que o ritual terminou e chegou a hora de ir para o colchão. Pode ser uma frase como “agora chegou a hora de dormir, te amo, boa noite”, ou uma canção, algo que finalize o ritual sempre do mesmo jeito.

4) Conforte o bebê até que ele fique sonolento, mas não o coloque no berço já dormindo. Isso dará a oportunidade dele entrar no sono no bercinho, e não no seu colo. Seu filho vai aprender ferramentas de auto conforto, ou seja, aprenderá a entrar no sono já deitado e você não precisará fazer a transferência colo – berço (que poderá acordar o bebê). Sabe o berço que tem prego? Geralmente acontece porque a criança dorme no colo e depois é transferida já dormindo. Você pode acariciar o bebê no berço e aos poucos diminuir esse contato, para que cada vez mais ele aprenda a se confortar. Isso fará toda diferença na qualidade de sono dele. Se chorar: sempre tente acalmar no berço. Use o colo novamente se for necessário, e apenas para trazer para o estado de sonolência de novo.

5) Fique com o seu bebê até ele entrar no sono, especialmente para os pais que começarem o processo do bebê dormir “sozinho”. É sempre melhor fazer estes passos gradualmente. Aos poucos você vai conseguir colocar o seu filho cada vez menos sonolento no berço e ele precisará cada vez menos de ajuda ou da sua presença no quarto para adormecer.

Muitas famílias me perguntam o que é esse “sonolento, porém ainda acordado”. No comecinho do processo, isso pode ser na hora que o bebê relaxa e chega até a fechar os olhinhos. Sem esperar nada, é neste exato momento que ele deve ser colocado no berço. Ele provavelmente abrirá ainda os olhos e precisará de um pouco de ajuda para realmente entrar no sono.

Dormir é uma habilidade que se aprende. É um processo. Com carinho, paciência e persistência, as crianças são capazes de desenvolver a habilidade de entrar no sono e de voltarem a dormir sem ajuda em eventuais despertares de madrugada.


 



Arquivado em: Cuidados diáriosSono do bebê Tags:

Comentários (2)

Trackback URL

  1. Cléria Bulian disse:

    Minha pequena Maria Cecília esta com 7meses e 20 dias e tem uns 3 dias que as madrugadas ficaram impossiveis, acordando muitas vezes após as 1h da madrugada. E realmente o cansaço dessas noites tem desanimado durante o dia até para cuidar da casa. Trabalhar é meu sonho, mas o cansaço parece me tirar a concentração, a memória, a energia.
    Em busca de orientações encontrei o site, que me possibilita uma boa alternativa para ajustar minha rotina com minha pequena e muitos ensinamentos sobre a arte de ser mãe, ou seja, o aprimoramento de amar ainda mais essas delicias cremosas das nossas vidas.
    Muito obrigada!
    Vou buscar sempre esta por aqui para entender todas as fases dela.

  2. Rafael disse:

    Olá Michele! Tudo bem? Primeiramente gostaria de agradecer pelo blog maravilhoso que você tem. As informações são bastante precisas e com toda certeza ajuda a muitas mães. Meu nome é Rafael, e trabalho com marketing numa rede de farmácias no interior da Bahia. Gostaria de pedir sua autorização, se possível, para usar trechos das suas dicas para utilizarmos nas nossas páginas. Obviamente com referência ao seu blog. O que acha?

    Muito obrigado!

Deixe seu comentário