Como colocar o bebê para dormir – em 5 passos!

Por 0 Comentários


Uma das maiores dúvidas que eu tive quando Catarina era recém-nascida era como colocar o bebê para dormir. Eu achava, antes da pequena nascer, que isso era algo intuitivo: que o bebê mamava, e que logo adormeceria e eu o colocaria no berço. Foi assim? Claro que não! Eu penei muito, mas muito mesmo, até aprender algumas técnicas que ajudavam no processo.

Por isso eu acredito que o texto de hoje, da nossa querida consultora de sono, Michele Melão, pode ajudar muitas mães com pequenos que não adormecem facilmente. Ela conta aqui, passo a passo, como colocar o bebê para dormir, para que ele durma com mais tranquilidade. Vale muito a leitura, porque são informações dadas por quem de fato conhece do assunto!

Por Michele Melão

Chega a hora de dormir e a família começa a ficar preocupada. Recebo diversas mensagens com relatos de mães, pais e cuidadores, com desabafos sobre a hora de dormir – e muitos classificam como a pior ou mais estressante hora do dia. Apesar de diversas crianças terem os mais variados problemas comportamentais com o sono (que conseguimos trabalhar por meio de aprendizagem de sono), uma grande parte delas só tem dificuldade para iniciar o sono – e depois que finalmente dormem, conseguem manter esse sono por várias horas.

O post de hoje é dedicado a essas famílias com dificuldades em iniciar o sono. Os 5 passos a seguir podem deixar a sua hora de dormir muito mais agradável e tranquila, além de ser um processo mais rápido do que passar horas ninando um bebê – isso exige muita força física e mental!

Imagem: 123RF

Os 5 passos para colocar seu bebê para dormir:

1) Tenha certeza de que a rotina do dia dele está adequada. Não deixe seu filho dormir demais ou muito pouco durante o dia. A quantidade de horas de sono e os horários dos cochilos devem ser adequados. Por exemplo para uma criança de 4 a 6 meses, desde que tenha 6kg, 3 sonecas por dia são suficientes. Dos 6 aos 18 meses geralmente a criança faz 2 sonecas por dia e a partir desta idade transita para um sono apenas. Estas sonecas devem ter de 40 minutos a 2 horas no máximo e somando todo o tempo que a criança dorme durante o dia, o ideal é que não passe de 3 horas e meia. No caso de uma soneca apenas, esse tempo deve ser de no máximo 2 horas.

2) Tenha um ritual de sono. Parece um assunto batido, mas, por experiência que tenho com outras mães, vejo que nem sempre o ritual acontece. Ritual de sono é algo poderoso para fazer a criança dormir, podem acreditar! Isso sinalizará para a criança que está na hora de dormir. Use sempre as mesmas ferramentas, na mesma sequência – por exemplo: banho, massagem, troca com uma canção (sempre a mesma), leitura, oração e berço.

3) Termine o seu ritual de sono sempre da mesma forma. Então chegou a hora de colocar seu filho no berço. Neste momento, execute sempre a mesma ação e fale sempre a mesma coisa. Isso dará um sinal para o bebê de que o ritual terminou e chegou a hora de ir para o colchão. Pode ser uma frase como “agora chegou a hora de dormir, te amo, boa noite”, ou uma canção, algo que finalize o ritual sempre do mesmo jeito.

4) Conforte o bebê até que ele fique sonolento, mas não o coloque no berço já dormindo. Isso dará a oportunidade dele entrar no sono no bercinho, e não no seu colo. Seu filho vai aprender ferramentas de auto conforto, ou seja, aprenderá a entrar no sono já deitado e você não precisará fazer a transferência colo – berço (que poderá acordar o bebê). Sabe o berço que tem prego? Geralmente acontece porque a criança dorme no colo e depois é transferida já dormindo. Você pode acariciar o bebê no berço e aos poucos diminuir esse contato, para que cada vez mais ele aprenda a se confortar. Isso fará toda diferença na qualidade de sono dele. Se chorar: sempre tente acalmar no berço. Use o colo novamente se for necessário, e apenas para trazer para o estado de sonolência de novo.

5) Fique com o seu bebê até ele entrar no sono, especialmente para os pais que começarem o processo do bebê dormir “sozinho”. É sempre melhor fazer estes passos gradualmente. Aos poucos você vai conseguir colocar o seu filho cada vez menos sonolento no berço e ele precisará cada vez menos de ajuda ou da sua presença no quarto para adormecer.

Muitas famílias me perguntam o que é esse “sonolento, porém ainda acordado”. No comecinho do processo, isso pode ser na hora que o bebê relaxa e chega até a fechar os olhinhos. Sem esperar nada, é neste exato momento que ele deve ser colocado no berço. Ele provavelmente abrirá ainda os olhos e precisará de um pouco de ajuda para realmente entrar no sono.

Dormir é uma habilidade que se aprende. É um processo. Com carinho, paciência e persistência, as crianças são capazes de desenvolver a habilidade de entrar no sono e de voltarem a dormir sem ajuda em eventuais despertares de madrugada.


 



Arquivado em: Cuidados diáriosSono do bebê Tags:

Deixe seu comentário