Era uma vez uma mãe, que nasceu no dia do parto do seu primeiro filho. Era uma vez uma mulher, que se descobriu uma outra pessoa – suas roupas não lhe cabiam mais, seus dias eram dedicados a uma outra pessoa, e, principalmente: seu coração tinha sido preenchido por um amor que ela nunca tinha imaginado ser possível.

o que você vai ser quando

Os dias vão passando e essa mãe passa a contar o tempo em função do crescimento do filho. As roupinhas que ficaram pequenas, os primeiros passos, palavras, a primeira febre. Então vem o momento de largar a chupeta, de deixar a fralda, de entrar na escola. Ela vê que não é possível parar tudo, para que o filhote fique sempre embaixo de suas asas. Então ela olha para o futuro, e imagina como ele estará em 10, 20, 30 anos. Um médico, um músico, um biólogo, uma bailarina? São tantas as possibilidades, mas uma coisa é certa: ela estará ao seu lado, para apoiá-lo no que ele decidir fazer.

Pois foi em tudo isso que eu pensei quando assisti a um vídeo lindo de Ninho, que compartilho agora com vocês. De mães que sabiam falar mil coisas sobre o futuro de seus filhos, mas não sabiam responder a uma simples pergunta: “O que você vai ser quando o seu filho crescer?”. Prepare o lencinho – eu já assisti mais de uma vez, e chorei em todas elas:

Publicidade



Engraçado como para nós, mães, a resposta não é imediata: acho que o grande medo é o de não termos mais função para aquele serzinho ao qual nos dedicamos do primeiro ao último momento do dia. Mas a resposta das crianças mostra quanto essa questão é simples: porque, não importa o que acontecer, seremos (sempre, sempre, sempre!) suas mães, o porto seguro para onde eles podem correr todas as vezes em que precisarem. #mãeprasempre

selo