Gestante, saiba que a sua alimentação deixa seu filho mais inteligente e, dessa forma, mais preparado para o futuro. Com a alimentação adequada é possível melhorar, e muito, a capacidade cognitiva da criança, fazendo com que ela tenha uma vida mais promissora e repleta de oportunidades.

Para isso, se você quer que o seu filho tenha um “empurrãozinho” no desenvolvimento do QI, é preciso consumir alimentos ricos em gorduras boas, como ômega 3, e alimentos com vitaminas do complexo B. Tudo isso permitirá mais inteligência e capacidade lógica no seu bebê.

No texto de hoje, trazemos mais detalhes sobre o tema. Acompanhe e entenda.

Para ler depois: Coordenação motora: Você sabe estimular a do seu bebê?

Publicidade
Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente

Gestante comendo salada. Foto: Freepik

Você sabia que sua alimentação deixa seu filho mais inteligente?

A sua alimentação deixa seu filho mais inteligente a partir do momento em que levamos em consideração que a formação do cérebro da criança é feita a partir do que a mãe ingere durante a gestação. Isto é, existem nutrientes, vitaminas e minerais que garantem que a formação dos neurônios e da massa do cérebro aconteça de uma forma mais interessante e saudável.

Sendo assim, pesquisas indicam que consumir vitaminas do complexo B é muito importante para a formação do órgão cerebral, garantindo que o desenvolvimento siga o melhor caminho e evite problemas de má formação, por exemplo.

Além disso, é o ômega 3 quem agirá como um potente ingrediente na formação dos neurônios, permitindo que o bebê nasça com uma quantidade saudável e adequada para que as suas habilidades sejam desenvolvidas de uma maneira mais fluída e rápida.

Quais alimentos devem ser consumidos

Entendido quais são os nutrientes essenciais para manter a saúde cerebral do seu bebê, veja agora em quais alimentos você poderá cada um deles e inclua-os em sua diária e semanal:

Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente

Gestante comendo uma maçã. Foto: Freepik

Publicidade

Peixes cozidos adequadamente

Os peixes, especialmente o salmão, são ricos em ômega 3 e em ácidos graxos, que são indispensáveis para a formação do cérebro do bebê. Entretanto, é importante que você saiba prepará-lo adequadamente, evitando que haja a contaminação por parasitas que são encontrados em peixe cru. Por isso, você poderá grelhar o seu peixe de um modo que ele fique bem passado, e sem nenhum vestígio de parasitas.

Leia também: Ômega 3 na gravidez e amamentação: saiba por que ele é tão importante!

Folhas verdes como espinafre

O espinafre, além de ser um alimento saboroso e muito versátil, possui grandes quantidades de ferro e ácido fólico. Com isso, é capaz de desenvolver o cognitivo do bebê de forma efetiva.

Vale lembrar que o ferro também é importante para o desenvolvimento cerebral, considerando que ele auxilia na formação de glóbulos vermelhos, sendo que estes são responsáveis por levar oxigenação para o cérebro.

Assim, quanto mais oxigenação o cérebro receber durante a gestação, melhor será o seu desenvolvimento.

Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente

Gestante sentada comendo uma fruta. Foto: Freepik

Publicidade

Ovos cozidos

Os ovos cozidos, além de saborosos, são super nutritivos e pobre em calorias, ou seja, não engordam. Além disso, a composição desse alimento contém o aminoácido colina, que é responsável pela saúde da nossa memória. Logo, se você quer um filho mais inteligente e com uma memória impecável, invista no consumo de ovos durante toda a sua gestação.

  • Importante: É imprescindível que o ovo seja cozido ou frito, e nunca com a gema crua. Caso você consuma a gema nesse formato, poderá contaminar o seu organismo com o parasita salmonela, sendo que este pode ocasionar efeitos nocivos na saúde da mãe e do bebê.

Leia também: Alimentação da grávida vegana: dicas importantes para colocar em prática

Amêndoas

Além de ser um aperitivo saboroso e repleto de energia, as amêndoas podem ser consumidas durante a gestação para que a sua alimentação deixe seu filho mais inteligente. Isso porque as amêndoas contém grandes quantidades de gorduras boas, que são responsáveis pela estruturação do órgão cerebral.

Close na barriga da gestante enquanto ela segura um pote de salada. Foto: Freepik

Para você ter uma ideia, o nosso cérebro é formado por 60% de gordura, o que nos dá a entender que o consumo desse tipo de alimento é indispensável para a formação dos tecidos estruturais desse órgão tão importante.

Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente – Leites e queijos

Os leites e os queijos também são alimentos ricos em proteínas e vitaminas importantes para a saúde da mãe e do bebê. Além disso, impacta diretamente no cognitivo da criança, pois o leite de vaca é fonte de vitamina D, sendo que esta vitamina é indispensável para a formação cerebral.

Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente – Frutas cítricas ricas em vitamina C

As frutas cítricas são ricas em vitamina C, e isso não é nenhuma novidade. Sua função primordial é elevar as defesas do organismo, impedindo que a futura mamãe desenvolva alguns tipos de infecções e doenças. Além disso, é a vitamina C que permite que o organismo absorva o ferro com mais facilidade, melhorando assim a saúde sanguínea do bebê e, consequentemente, levando mais oxigênio para o cérebro do feto.

Gestante comendo salada sentada na cama. Foto: Freepik

Dentre as opções mais consumidas, faça suco de laranja ou limão, e invista em tangerina como sobremesa para diversas refeições no dia-a-dia.

Veja também: Os minerais e vitaminas, aliados da sua gravidez

Sua alimentação deixa seu filho mais inteligente: Outras práticas que aumentam o QI do bebê

Que a sua alimentação deixa seu filho mais inteligente, isso a gente já sabe. Mas você sabia que existem outras práticas que impactam diretamente na cognição do pequeno? Veja quais são:

  • Dormir adequadamente: A futura mamãe precisa de noites de sono bem dormidas para conseguir garantir o desenvolvimento saudável do bebê. É quando dormimos que o corpo restaura possível déficits e garante que todas as funções sejam desempenhadas adequadamente. Por isso, a futura mamãe precisa saber descansar bem para garantir a saúde do feto.

Gestante na cama comendo laranja. Foto: Freepik

  • Praticar atividades físicas: Quando nos exercitamos, o nosso corpo libera o hormônio do estresse, chamado de cortisol. Esse cortisol também está relacionado com a formação cerebral do bebê, fazendo com que a prática de atividades físicas seja indispensável para o futuro intelectual da criança.
  • Hábitos saudáveis: Lembre-se de que fumar e beber prejudica a saúde do bebê de uma forma muito agressiva, podendo impactar até mesmo em sua cognição. Por isso, evite esse tipo de consumo antes e durante a gestação, assim como no período de amamentação.

Gostou das nossas dicas? Então é hora de investir em uma alimentação saudável e assim garantir um futuro melhor para o seu filho!

Leia agora: 5 dicas de alimentação para mães vegetarianas (não precisa comer carne!)