O presunto cozido durante a gravidez pode ser consumido ocasionalmente e se você não tiver problemas de hipertensão, pois é rico em sódio. Difere de outros frios porque é cozido e, portanto, não há risco de contrair toxoplasmose.

A mulher grávida pode comer presunto cozido? Essa é uma pergunta recorrente entre mulheres grávidas.

Durante a fase gestacional sabe-se que não é possível consumir todos os alimentos, assim, é preciso estar atento ou ingerir com cautela.

Mulher grávida comendo sanduíche

Mulher grávida comendo sanduíche- Foto: Freepik

Publicidade

A gravidez é um período particular para uma mulher e alguns alimentos podem ser perigosos para a vida dela e também para o feto.

O presunto cozido é um dos frios mais populares nas mesas das famílias brasileiras: pode ser encontrado como aperitivo, na pizza, em tortas salgadas e às vezes é usado para rechear sanduíches.

Frequentemente é escolhido pelo seu sabor delicado e considerado leve em comparação com outras salsichas. Mas é proibido comer presunto na gravidez? Você pode comer livremente ou pode haver problemas?

A seguir respondemos a estas questões, e analisamos os possíveis riscos que o consumo deste tão amado fatiado pode trazer.

Presunto cozido na gravidez: faz mal para você?

O problema de comer carnes cruas durante a gravidez está principalmente relacionado ao risco de contrair toxoplasmose, uma infecção bacteriana perigosa para a mulher grávida e o feto, que também pode levar ao aborto.

Isso pode ocorrer pelo consumo de alimentos crus e, portanto, os frios também estão entre esses alimentos. Mas não é o caso do presunto cozido, porque ele é cozido.

Publicidade

Presunto é perigoso para hipertensão

Presunto cozido na gravidez

Pedaços de presunto – Foto: Freepik

No entanto, deve-se considerar que os frios possuem alto teor de sódio, portanto, perigosos para a hipertensão.

Durante a gravidez, as mulheres estão muito mais expostas a riscos, por isso devemos estar atentos ao que comemos.

Cuidado com alergia

O corpo, durante os nove meses de gestação, torna-se mais reativo aos alérgenos e é mais fácil sofrer uma reação alérgica, fica então mais sensível porque o sistema imunológico está enfraquecido.

É por isso que alimentos que normalmente não são motivo de preocupação durante a gravidez podem te deixar preocupada com a sua vida e a do bebê que você carrega no útero.

Não oferece risco de infecção bacteriana

Uma discussão separada pode ser feita para o presunto cozido, que não faz parte dos frios crus e, portanto, não envolve riscos de infecção bacteriana potencial, como a toxoplasmose.

Publicidade

Não é um alimento saudável

Presunto cozido na gravidez

Presunto em cubos – Foto: Freepik

Apesar disso, o presunto cozido não é um alimento muito saudável para a grávida por duas razões principais:

  1. Contém uma parte muito gorda;
  2. Contém vários conservantes;
  3. Tem uma grande quantidade de sal.

Você pode comer presunto na gravidez

O presunto cozido na gravidez você pode consumir, mas é preciso prestar atenção em alguns aspectos.

O consumo excessivo de sódio pode aumentar a pressão arterial, uma condição que durante a gestação pode ser particularmente perigosa, especialmente para mulheres que já são propensas à hipertensão.

Todas as carnes em conserva, portanto também o presunto cozido, são muito salgadas. Por isso, é preferível uma fatia de carne fresca, cozinhada levemente e sem muito sal.

Outro aspecto a se levar em consideração para este fatiado é a alta presença de conservantes, aditivos e corantes. Em suma, não muito saudável, menos ainda para uma grávida.

 

Presunto cozido na gravidez

Presunto no pão – Foto: Freepik

Aqui, mesmo que não haja riscos bacterianos, devemos ter muito cuidado com o consumo desse alimento e não devemos abusar.

Tirando os aspectos negativos, resta dizer que o presunto cozido é um alimento que pode ser consumido durante a gravidez, mas é importante limitar o seu consumo e eliminar a gordura na qual se concentra a maioria dos conservantes e toxinas.

Pode, portanto, ser consumido ocasionalmente, sem abusar. Na verdade é uma fonte de proteínas animais, importante para as mulheres grávidas. E por outro lado, tudo, se consumido em excesso, pode ser perigoso em um período delicado como a gravidez.

É sempre útil conversar com seu médico e discutir sua dieta com ele para decidir quais alimentos você prefere com base em sua situação física.

Em mulheres hipertensas ou com sobrepeso, até mesmo os frios cozidos podem ser proibidos: o ginecologista orientará a gestante sobre o que é melhor.