Muito se fala sobre adaptar os filhos na escolhinha, mas e a adaptação dos pais à creche? Como é que fica?

Pode parecer bobo, em um primeiro momento, pensar sobre o assunto. Mas, só quem já passou por isso – ou presenciou pais nessa posição – é que sabe o quanto isso é uma realidade pouco comentada: os pais têm dificuldade para se adaptar à separação dos filhos, e isso precisa ser discutido.

Afinal, muitas mães sofrem com o filho chorando; se sentem culpada por deixar o pequeno na escola; e assim por diante. Por isso, neste conteúdo nós vamos pensar alguns fatores sobre esse assunto importante. Acompanhe e vamos refletir juntos!

adaptação dos pais à creche

Bebê se divertindo. Creche infantil. Foto: Freepik

Publicidade

Como fazer a adaptação dos pais à creche?

A adaptação dos pais à creche pode ser tão difícil quanto a da própria criança. Especialmente nos casos do primeiro filho.

Afinal, é uma situação um tanto quanto delicada, e é natural nos sentirmos impotentes neste momento. Especialmente quando a criança começa a chorar sem parar… Parece que o “tormento” nunca vai ter fim!

Mas a verdade é que vai. Uma hora ou outra a criança e os pais se sentirão mais à vontade com a ideia. Basta persistirem e buscarem subsídios para lidar com isso da melhor maneira possível.

Veja, agora, algumas considerações que podem ajudar nessa empreitada:

Depois dê uma olhada neste conteúdo: Meu filho não quer estudar, e agora? 9 dicas que podem ajudar

adaptação dos pais à creche

Criança brincando. Creche infantil. Foto: Freepik

Publicidade

1- Aceite que o seu filho precisará viver essa transição

Uma coisa que ouvimos falar por aí – e que faz muito sentido – é que quando aceitamos algo, a tendência é que dói menos. Sabe por que isso acontece? Porque reconhecemos que não temos o controle de tudo. E ao perceber que não temos o controle de tudo, nos abdicamos daquela necessidade intensa de querer dar conta de todas as coisas.

Em outras palavras, aceitar que o seu filho deverá viver essa transição pode lhe ajudar a se sentir mais tranquilo. Ao invés de ficar tentando encontrar forças externas ou internas para passar por isso, apenas diga para si mesmo que é algo normal. Precisa acontecer, cedo ou tarde.

E quanto antes acontecer, mais rápido vocês passarão por isso… Facilitando o processo. Concorda? Por isso, aceite “que dói menos” e diga para si mesmo que tudo bem não ter o controle desse fator! A escola fará o papel dela, e você deverá respirar fundo e permitir que isso aconteça.

Acredite, com o passar do tempo as coisas ficarão mais suaves e leves. E você se sentirá muito orgulhoso de você e do seu filho. 😉

adaptação dos pais à creche

Adaptação dos pais à creche. Creche infantil. Foto: Freepik

2- Mentalize os pontos positivos da creche para o seu filho

Outra atitude que pode ajudar na adaptação dos pais à creche é pensar nos pontos positivos da creche. E não estamos falando com relação aos benefícios oferecidos pela escola escolhida, mas sim, pelas escolas de maneira geral. Embora as vantagens da instituição escolhida também faça diferença…

Publicidade

Mas, neste momento, gostaríamos que você considerasse que:

  1. A escola vai ajudar o seu filho a ser mais independente. E assim, ele terá a oportunidade de crescer e explorar o mundo de uma forma só dele, subjetiva e muito válida.
  2. No ambiente escolar a criança aprende a lidar ainda mais com as outras pessoas. Isso quer dizer que ela melhora a sociabilidade dela, e passa a demonstrar mais atitudes empáticas, de afeto, respeito, etc.
  3. A criança tende a se tornar muito mais responsável por conta da escola. Além de que a rotina escolar pode ajudar ela a organizar a própria vida e cotidiano.
  4. O pequeno terá a chance de explorar muitas habilidades até então adormecidas. Ele começará a se desenvolver física e intelectualmente.
  5. Você consegue fazer com que o seu filho comece a brincar mais “fora das telas”, interagindo, se divertindo e se exercitando ao ar livre, como no parquinho da escola.
adaptação dos pais à creche

Ambiente decorado. Creche infantil. Foto: Freepik

Se quiséssemos, poderíamos explorar muitos outros benefícios de deixar uma criança na escola… Mas cremos que você já tenha compreendido isso, certo?

Veja mais: O que fazer para acabar com a timidez do meu filho? 11 dicas!

3- Entenda que o choro faz parte

Chorar faz parte. É uma defesa da criança e uma forma de ela descarregar o que sente no momento em que fica na escola.

Todas as mudanças bruscas geram angústia. E os pequenos, muitas vezes, tendem a demonstrar isso com lágrimas. Às vezes, acompanhada de uns gritinhos e umas cenas a mais… Mas faz parte!

Cada criança tem o seu próprio tempo para se adaptar à escola. Algumas podem chorar por meses, outras, os primeiros dias, e assim por diante.

Por isso, novamente dizemos: para a adaptação dos pais à creche acontecer, respire fundo e aceite esses momentos difíceis. Entenda que o choro faz parte, mas passa!

O que não pode acontecer é ficar levando o filho de volta para casa todas as vezes que ele chorar. Afinal, ele entenderá que o choro o ajuda a conseguir o que quer. E isso é perigoso para o desenvolvimento emocional.

Criança desenhando. Creche infantil. Foto: Freepik

4- Adaptação dos pais à creche – Tente distrair um pouco a sua mente

Não fique pensando o tempo todo no que o seu filho estaria fazendo naquele momento em casa. Isso será muita tortura para a sua mente.

Claro que pensar no seu filho ao longo do dia é inevitável, afinal, você o ama muito. Mas sugerimos que você não fique apenas pensando nisso.

Primeiro porque você vai sofrer e parecerá que a hora nunca passa. Segundo porque você ficará muito ansioso e ao buscar/deixar seu filho na escola, transparecerá isso a ele e piorará a situação de ambos.

Afinal, os pais precisam mostrar segurança diante das novas mudanças. Por isso, distraia a sua mente. Siga a sua rotina normalmente e não fique matutando como seu filho está naquele momento. Foque em você, pois seu filho está sendo cuidado.

Menina lendo livro. Foto: Freepik

Veja também: Educação socioemocional nas escolas – O que é e como funciona?

5- Se sentir vontade de chorar, esvazie a sua angústia

Depois de deixar o seu filho na creche, você sente uma vontade absurda de chorar? Pois bem, sabia que o choro também pode fazer parte da adaptação dos pais à creche? Isso mesmo!

Não se sinta preso nesse sentido. Chorar faz bem e pode ajudar você a esvaziar a dor e se sentir mais leve. Não sinta vergonha. São seus sentimentos e você tem o direito de colocá-los para fora, ao invés de ficar apenas os engolindo.

Inclusive, se você se sentir à vontade, converse com alguma pessoa de confiança. Um amigo ou parente pode ouvir a sua preocupação e, ao falar, quem sabe você se sinta melhor. Teste. 🙂

Professora ensinando a criança. Foto: Freepik

6- Não desista da adaptação

Lembra que comentamos que a criança vai chorar e nem por isso você deverá levar ela de volta para casa? Pois é…

Para a adaptação dos pais à creche acontecer de verdade, esteja pronto para ser forte e não desistir. Lembre-se sempre de que se trata de algo fundamental para o desenvolvimento e a qualidade de vida do seu filho.

Ancorar-se nesses tipos de pensamentos pode lhe ajudar a seguir adiante. Acredite, você é capaz de passar por essa situação e vai conseguir chegar lá!

Leia mais: Como ensinar Educação Financeira para o seu filho

7- Adaptação dos pais à creche – Não se sinta culpado por colocar seu filho na creche

Por fim, e igualmente importante para a adaptação dos pais à creche, não se sinta culpado por colocar seu filho na escola.

É algo que ele precisa viver, mesmo que você “tenha tempo” para ficar com a criança em casa.

Esse tempo “vago” não justifica o fato de o seu filho ser privado das interações e do desenvolvimento cognitivo que a escola oferece.

Professora com alunos Foto: Freepik

Você não é uma pessoa má por fazer isso PELO seu filho (e não com ele). Pelo contrário! Você é uma pessoa que sabe que a educação é importante e imprescindível, e que cedo ou tarde ele terá que viver a transição da vida em casa para a escola. É inevitável.

Tenha isso em mente e vá em frente no seu plano de adaptação!

Viva a conquista e a adaptação dos pais à creche

A adaptação dos pais à creche pode ser difícil e, em algumas circunstâncias, bem dolorosa. Especialmente se os pais tiveram experiências difíceis na escola – e crêem que os filhos viverão as mesmas coisas.

Entretanto, quando a adaptação é ultrapassada, a conquista é algo que enche o coração de orgulho e felicidade. Não desista disso!

Temos certeza de que você é capaz de atravessar esse momento e aproveitar a adaptação plena dos pais à creche e dos pequenos também.

Vá em frente! 😉

Veja agora: Educando filhos emocionalmente inteligentes – 9 sugestões