Quarto de bebê econômico: 10 dicas para economizar na hora: Quando recebemos a notícia da chegada de um bebê, é uma grande emoção e alegria! Logo começam os preparativos para escolher um nome, além dos exames de pré-natal, o enxoval e mais uma série de coisas.

Todos esses fatores podem acabar mexendo no orçamento familiar. Portanto, é muito importante saber economizar! Afinal de contas, são muitas considerações a serem resolvidas – e o quarto de bebê é uma delas.

Mas como montar e decorar o quarto do pequeno sem gastar muito dinheiro? Será que é possível economizar? Vamos te mostrar que sim, é possível montar um lindo e aconchegante quarto de bebê gastando pouco.

Quer saber como? Confira nossas 10 dicas para economizar na hora de montar o seu quarto de bebê.

Publicidade

Boa leitura.

Quarto de bebê

Bebê deitado de barriga para baixo em seu quarto, com um bichinho de pelúcia do lado. Crédito da foto: Freepik

Quarto de bebê: como montar o seu sem gastar muito

Quarto de bebê econômico: Escolher cada móvel e item de decoração para montar o quarto do bebê é uma atividade prazerosa, mas demanda planejamento para não ver o orçamento apertado ao longo dos nove meses.

Primeiramente, fique tranquila e saiba que não é necessário gastar um alto valor para ter um cantinho prático e aconchegante.

Sabemos que é importante economizar, porque além do quartinho do seu filho, você ainda terá que desembolsar uma boa quantia com enxoval, fraldas, itens de higiene, etc… Mas calma!

Existem algumas dicas para que o investimento inicial na montagem do quartinho valha a pena. Vamos ver abaixo!

Publicidade

Como fazer a decoração do quarto de bebê?

Não é novidade para ninguém que o ambiente precisa ser calmo. Porém, deve-se lembrar que esse espaço também necessita de uma decoração bonita, delicada e suave.

Montar um quarto perfeito como os vistos na TV, revistas de decoração ou internet é um sonho para muitas mamães, mas há maneiras mais simples e baratas para fazer isso.

Com criatividade e força de vontade, dá para criar um quartinho de bebê que não deixa nada a desejar e, o melhor de tudo, é que você não gastará uma fortuna nele. Veja as ideais!

1) Utilize nichos decorativos

Independentemente do tema escolhido para a decoração do quarto, os nichos são excelentes opções para ornamentar as paredes – e combinam muito com o ambiente, além de serem práticos e versáteis.

Além disso, são um lugar a mais para colocar produtos do bebê, assim como a decoração escolhida. Resumindo, os nichos são opções baratas e estão disponíveis em diversos tamanhos, formatos e cores no mercado.

As possibilidades são infinitas, basta pensar no que ficaria melhor de acordo com o restante da decoração. Entre os enfeites que podem ser colocados nos nichos estão:

Publicidade
  • Bichos de pelúcia;
  • Quadros;
  • Brinquedos;
  • Livros e muito mais.

A única ressalva em relação aos nichos é ter moderação. Escolha um padrão e veja onde ficará mais bem posicionado, mas sem cometer exageros na quantidade de itens colocados na parede, senão fica exagerado.

Atente-se também ao que será disposto nesses nichos, para não colocar nada em excesso e deixar o ambiente bem clean.

2) Escolha móveis 2 em 1

Dando sequência, é interessante trabalhar com móveis que sejam versáteis, com várias funções. Como assim? Por exemplo, um berço que vire mini cama ou uma cômoda com espaço para trocador em cima.

Ao optar por itens como este, você pode até gastar um pouco mais no início das compras, mas estará economizando no futuro, já que não vai precisar comprar um segundo móvel, como a pequena cama, quando seu bebê crescer um pouco.

3) Invista em papéis de parede e adesivos

Em terceiro lugar, nossa dica é colocar papel de paredes ou adesivos, pois essa é uma alternativa bem simples e que já deixa o ambiente totalmente diferente.

Hoje em dia, ao invés de pintar as paredes do bebê, é muito mais fácil achar papéis de parede com as temáticas diversas possíveis, seja de animais, carros ou princesas. Ou então apenas com texturas, formas, etc.

Outro ponto positivo é que os papéis de parede são de fácil aplicação (e você pode fazer isso em casa sem o auxílio de um profissional) o que também gera uma economia maior.

Mas se não quiser aplicá-los em uma parede inteira, há outra alternativa: os adesivos de parede! Eles são vendidos em diferentes tamanhos e tipos, ficando a seu critério qual é mais interessante para a decoração.

Outra dica que ela dá é optar sempre por papel de parede vinílico ou tinta lavável. Desse modo, se a criança riscar ou sujar a parede, você não precisa repintar e gastar dinheiro novamente.

4) Segurança em primeiro lugar

Às vezes, o barato acaba saindo caro, por isso tome cuidado com a segurança do ambiente! Principalmente por se tratar de crianças, a segurança deve estar em primeiro lugar na lista de requisitos dos pais.

Por isso, o principal é ter móveis ergonômicos. Procure sempre opções com certificados de segurança.

Coloque também protetores de plástico (fáceis de serem encontrados) ou opte por móveis sem quina. Pode parecer clichê, mas seu bebê pode acabar se machucando nesses móveis, por isso é melhor prevenir do que remedir, não é?

Ah! E nada de fios soltos e tomadas desprotegidas, ok? Todo cuidado é pouco, porque choques em bebê são muito graves. Deixe sempre um móvel na frente ou passe os fios por debaixo dos tapetes ou por trás dos móveis. E não se esqueça de tampar as tomadas com protetores.

Quarto de bebê: como montar o seu sem gastar muito

Decoração de um quarto de bebê. Crédito da foto: Freepik

Quarto de bebê: Dicas de decoração sem gastar muito

Quarto de bebê econômico – 5) Que tal usar tapetes de EVA?

Essa ideia é versátil e não precisa, necessariamente, ser usada com a finalidade que foi projetada. Os tapetes de EVA costumam ser colocados no chão, não é mesmo? Mas também podem ficar lindos como decoração na parede!

Algumas dessas peças tem temas especiais ou são apenas letras e números. Assim, dá para utilizá-las escrevendo o nome do bebê na parede ou criar outro tipo de decoração, tudo vai depender da sua imaginação.

É uma solução que tem um custo baixo e que deixa um colorido a mais no quartinho. Essa é uma alternativa própria para o espaço, podendo ainda ser reaproveitada de outras maneiras depois – como nos próprios tapetes, quando seu bebê crescer.

Quarto de bebê econômic0 – 6) Aposte nos quadros decorativos

Cada detalhe faz diferença! E um detalhe que deixa o quarto de bebê muito mais fofo é o quadrinho decorativo. Uma solução clássica em todas as épocas e que sempre faz parte da decoração de ambientes.

Os famosos quadros também estão disponíveis em todos os estilos possíveis, com formatos e tamanhos variados, mas você também pode personalizar.

Com os quadros prontos, dá para adicionar fotos do bebê, da família ou até mesmo imagens de personagens e outros detalhes relacionados ao tema do quarto.

Escolha as molduras mais claras, com tons suaves e aposte na mesma cartela de cores para que fique harmonizado.

Veja se prefere quadros maiores ou menores para, então, definir a quantidade deles. Desse modo, as paredes ganham um toque especial sem precisar pagar caro por isso.

Quarto de bebê econômico – 7) Use objetos que já tenha em casa

Dentre todas as ideias, essa é uma das que realmente têm um custo muito baixo, praticamente nulo! Reaproveitar o que já tem em casa é uma forma sustentável de decoração, pois você deixa de comprar coisas novas e gerar mais lixo.

O DIY (Do It Yourself ou “Faça Você Mesmo”, em português) é uma tendência que só cresce, pois é possível construir uma decoração exclusiva do zero. Veja o que você já tem em casa e pense em como transformar esses objetos para dar uma cara nova!

Pode ser uma cadeira ou cômoda que só precisa de uma pintura, um criado-mudo que precisa de um verniz, objetos como um abajur que pode ser reformado e transformado, uma almofada que só precisa de uma capa nova, um porta-retrato, uma vela, etc.

São muitas possibilidades e o melhor é que isso tudo poupa dinheiro e você só precisa ter um olhar diferenciado para isso! Use a criatividade.

Quarto de bebê econômico – 8) Abra mão do guarda-roupa

Dando sequência às nossas dicas, esta é uma sugestão para quem realmente já está no vermelho, sem recursos para decorar o quarto de bebê: se precisar abrir mão de algum dos móveis, deixe o armário!

As roupinhas iniciais do bebê são pequenas e cabem muito bem em uma cômoda um pouco maior. Não precisa necessariamente ser um guarda-roupas!

Dessa maneira, você pode esperar e guardar dinheiro para comprar um armário apenas quando seu filho estiver maior e precisando de mais espaço. Por ora, uma cômoda mais espaçosa já o suficiente, como veremos na dica a seguir.

Quarto de bebê econômico – 9) Invista em uma boa cômoda

Dando continuidade, a cômoda é um dos itens de mobiliário mais importantes no dormitório do bebê, porque ela pode ser utilizada para guardar roupas, acessórios variados e ainda servir de trocador.

Se investir no móvel certo, ele pode ser muito duradouro e bem utilizado! Não precisa ser uma cômoda tradicional, pode ser maior para servir para um quarto de bebê, de criança e até de um adolescente.

No começo, use como trocador também. E quem sabe mais para frente, como escrivaninha?

Quarto de bebê

Mãe brincando com seu bebê, no quarto. Crédito da foto: Freepik

10) Faça uma decoração personalizada no quarto de bebê

Quarto de bebê econômico: Já que é para decorar gastando pouco, por que não fazer uma decoração única e toda personalizada? Ao invés de pagar por peças já prontas em lojas especializadas (e que são caras) que tal colocar a mão na massa e fazer em casa?

Há muitas dicas para criar uma decoração muito bonita gastando pouco, inclusive no YouTube ou Pinterest, além de ficar exatamente do jeito que você sempre sonhou.

Por mais que pareça difícil ou complicado (principalmente para quem não tem prática com trabalhos manuais), existem muitas ideias bastante simples.

Comece procurando por decorações com o tema que você escolheu e observe o que pode ser substituído. Por exemplo: aquele móbile lindo pode ser feito com diferentes materiais, mas continuará com a mesma proposta.

Existem algumas opções super fáceis de fazer, entre elas, os quadrinhos: basta comprar uma moldura simples e imprimir o desenho desejado. Ou fazer uma almofada de tricô, um bichinho de crochê, etc…

Quarto de bebê econômico – 11) Coloque bichinhos de pelúcia

E por falar em bichinhos, é claro que não podem faltar os bichinhos de pelúcia no quarto de bebê, não é mesmo? Essas fofuras são um clássico atemporal e muito comuns na decoração.

Se o quarto tem cores mais neutras e um tema mais clássico, não haverá dificuldades para encaixá-los na decoração. Os bichinhos de pelúcia também dão mais vida ao espaço, deixando o local mais alegre e fofo!

Basta colocá-los em prateleiras de forma harmônica ou apenas um bichinho, junto com algum outro objeto como um livro.

No entanto, tenha bastante atenção ao tipo de material. Os bebês são muito sensíveis, e o acúmulo de poeira ou o próprio material de fabricação podem ser prejudiciais. Todo cuidado é pouco quando se trata da saúde dos pequenos.

Viu como é possível decorar o quarto de bebê gastando pouco? Com muita criatividade e as inspirações certas, esse cantinho tão especial ficará ainda mais aconchegante e confortável.

Agora que você já aprendeu como decorar seu quarto de bebê sem gastar muito, veja também outros conteúdos: