Perder a barriga pós-parto é o objetivo de muitas mulheres que acabaram de ser mães e desejam atingir a boa forma novamente. Para isso, o essencial é que a mamãe amamente o seu filho, queimando mais calorias de uma forma natural.

Porém, além disso é preciso investir em outros hábitos saudáveis e medidas que possam acelerar a perda de peso. Para saber mais, acompanhe o nosso conteúdo de hoje e fique por dentro!

Para ler mais tarde: Chá para gases: bebida versátil e saborosa

perder a barriga pós-parto

Grávida com as mãos na barriga. Foto: Freepik

Publicidade

7 passos para perder a barriga pós-parto

Abaixo listamos os 7 passos essenciais para perder a barriga pós-parto e assim garantir um emagrecimento saudável, que respeite a recuperação da nova mãe e mantenha a sua saúde em dia. Veja:

1- Amamente o seu bebê a cada 3 horas

Amamentar o bebê a cada três horas é indispensável para garantir a nutrição, especialmente de bebês recém-nascidos. Porém, não é somente esse efeito que a amamentação promove.

Além de ser algo natural e que eleva a imunidade do seu filho, a amamentação também aproxima a mãe do bebê, formando um vínculo mais forte e sólido. Ao mesmo tempo, faz com que a mãe produza cada vez mais leite para o filho, ocasionando uma queima calórica bastante considerável.

Estima-se que amamentar o bebê promove uma queima de até 750 calorias por dia. Isso porque a mãe precisa produzir leite de acordo com a demanda do filho, ocasionando uma produção alta que queima calorias naturalmente.

perder a barriga pós-parto

Mãe amamentando. Foto: Freepik

2- Usar cinta modeladora para reorganizar os órgãos internos

A cinta modeladora também é indispensável para perder barriga pós-parto. Isso porque ela promove mais firmeza para a musculatura do abdômen que está, pouco a pouco, se recuperando. Além disso, a leve pressão faz com que os órgãos internos se reorganizem, voltando à forma que tinham antes da gravidez.

Publicidade

Entretanto, vale ressaltar que é preciso conversar com o seu médico para que você escolha a cinta que seja mais adequada ao seu biotipo e necessidades. Outro fator importante é com relação à pressão: não exagere na contração a ponto de dificultar os seus movimentos e até mesmo impedir que você consiga pegar o seu filho no colo com facilidade.

Leia também: Calcinha pós-parto: Como escolher a melhor?

perder a barriga pós-parto

Gestante com cinta modeladora. Foto: Freepik

3- Consumir mais alimentos naturais e evitar industrializados

Outro ponto indispensável para perder a barriga pós-parto é apostar em alimentos mais naturais e tentar fugir de tudo que seja industrializado. Isso porque os alimentos processados tendem a ter muitos conservantes e um alto nível de sódio, que aumenta o inchaço; as inflamações no organismo; a absorção de gordura e o índice glicêmico.

Por isso, opte sempre por alimentos como frutas, verduras e legumes, e de preferência prepare-os cozendo no vapor ou na água. Há possibilidades de consumir o alimento cru, desde que bem higienizado e que ele seja de origem orgânica. Pois dessa forma você consegue absorver mais nutrientes e vitaminas para deixar o seu corpo mais saudável, saciado e com menos propensão à absorção de gordura.

Gestante se exercitando. Foto: Freepik

Publicidade

4- Beba chá verde para desinchar a barriga

O chá verde é muito conhecido como um verdadeiro aliado do emagrecimento. Isso se deve ao fato que esta bebida quente é capaz de acelerar o metabolismo, fazendo com que você queime calorias mais rapidamente.

Esse chá também é responsável por diminuir a retenção líquida no corpo, diminuindo a sensação de inchaço e mal-estar. A circunferência da barriga também diminui a partir do momento em que o chá verde é capaz de melhorar o trânsito intestinal, combatendo a constipação, por exemplo.

Vale ressaltar que o consumo de chá verde deve ser de no máximo 2 xícaras por dia. Porém, converse com a sua nutricionista para encontrar a quantidade mais adequada às suas necessidades nutricionais. Lembre-se ainda que o chá verde tem cafeína e, por isso, a mulher que está amamentando não deve exagerar no consumo.

Leia também: Álcool na gravidez: Pode ser prejudicial?

Perder a barriga pós-parto: 5- Passear com o bebê diariamente

Passear com o bebê pode ser uma forma saudável e natural de perder a barriga-pós parto, afinal, você estará em constante contato com o mundo externo, com o sol e com a natureza. Dessa maneira, melhora a qualidade de vida, impacta na saúde mental e ainda queima muitas calorias.

Especialistas recomendam que a mulher caminhe cerca de 30 minutos por dia, podendo levar o bebê no carrinho de passeio, por exemplo. No entanto, lembre-se de que a prática de exercícios deve acontecer depois do período de repouso que é necessário no pós-parto, especialmente se você tiver feito cesária.

Mulher com barriga pós-parto. Foto: Freepik

Além disso, não exagere na intensidade da caminhada: ela deve ser leve, com o calçado adequado e roupas que permitam a transpiração.

Perder a barriga pós-parto: 6- Beber 3 litros de água por dia

Manter o corpo hidratado é indispensável para qualquer pessoa que deseja emagrecer. No caso de mulheres no pós-parto, essa necessidade pode ser ainda maior. Afinal, o corpo precisa de água para conseguir produzir leite materno, e como já mencionamos, a produção de leite é capaz de desencadear uma grande queima calórica.

A ingestão de líquidos também está associada com a diminuição na retenção de água no corpo, garantindo uma expulsão das toxinas e promovendo um emagrecimento saudável e consistente. Considere que beber chás é interessante, mas o consumo de água deve ser de no mínimo 2 litros por dia. O restante dos líquidos (para completar 3 litros) pode ser através de leite, chás, etc.

Leia também: Podemos dar sucos para bebês? E quando começar a dar?

7- Faça drenagem linfática e use cosméticos na barriga

A drenagem linfática pode melhorar a aparência da barriga pós -parto, auxiliando no emagrecimento. Você diminuirá a circunferência abdominal por conta da expulsão de líquidos retidos, além de que a massagem pode desencadear uma maior firmeza na pele.

A circulação sanguínea também melhora na região, levando mais nutrientes para o tecido cutâneo e deixando-o mais saudável e jovial. O uso de cosméticos também é aconselhável para quem quer perder a barriga pós-parto, desde que use possibilidades adequadas para mulheres que estão amamentando.

Mulher fazendo meditação. Foto: Freepik

Lembre-se de ter paciência e respeitar a sua recuperação

Perder a barriga pós-parto não é algo muito difícil, desde que você respeite o tempo de recuperação do seu organismo, obviamente.

É por conta disso que é indispensável fugir de qualquer padrão de beleza que seja imposto, apenas para “agradar aos outros”. Respeite a recuperação do seu corpo e lembre-se que é natural perder cerca de 300 a 500 gramas por semana. Mais do que isso, você pode prejudicar a sua saúde.

Exercite a sua paciência, mantenha uma vida ativa e emagreça com saúde.

Leia agora: