É permitido fazer sexo na gravidez? Os médicos dizem que se a gravidez for sem complicações, ou seja, não houver ameaça de aborto, então é permitido.

sexo na gravidez

Homem tocando a barriga de sua mulher grávida – Foto: Freepik

Os médicos e psicólogos, argumentam que a liberação de endorfinas (hormônios da felicidade) no sangue da mãe tem ótimo efeito sobre a criança.

Gostaria de tranquilizar os pais que têm medo sincero de machucar o bebê durante o sexo na gravidez:

Publicidade
  1. Nos primeiros estágios da gravidez, a criança é tão pequena que geralmente é impossível “alcançá-la”, “tocá-la” ou “machucá-la”.
  2. Além disso, a natureza sábia também se certificou de que o sexo, mesmo nos últimos meses, não pudesse prejudicar o bebê, pois ele é protegido de forma confiável pelo líquido amniótico, a placenta e o útero, e do lado da vagina o colo do útero com um tampão mucoso.

Portanto, o sexo no início da gravidez não é proibido se não houver ameaça de interrupção da gravidez. Além disso, pode até ser útil e tem várias vantagens.

Os benefícios e malefícios do sexo durante a gravidez

O sexo durante a gravidez pode ser prejudicial apenas se houver contraindicações médicas para a atividade sexual.

Durante este período, é imprescindível seguir todas as recomendações do médico que acompanha a sua gravidez.

É realmente benéfico fazer ?

sexo na gravidez

Mulher grávida feliz tocando a barriga – Foto: Freepik

A vida sexual durante este período é importante tanto do ponto de vista fisiológico quanto do ponto de vista psicológico.

Se durante a relação sexual você não sente desconforto, não há corrimento vaginal específico, não há sangramento e o médico não limita seu estilo de vida normal, então você não deve abrir mão do prazer.

Publicidade

Por que o sexo é tão útil durante a gravidez?

Se a saúde permitir, você não deve abster-se de relações sexuais mesmo nos primeiros estágios (exceto nos períodos considerados perigosos: as primeiras três semanas após o atraso).

sexo na gravidez

Mulher grávida – Foto: Freepik

Durante a relação sexual durante a gravidez, o colo do útero é treinado. Além disso, quando a mulher está excitada, o sangue flui para os órgãos genitais, o que melhora a circulação sanguínea na placenta, ou seja, a criança recebe mais oxigênio.

O orgasmo promove a produção de endorfinas, os hormônios da felicidade no corpo da mulher que melhoram o desenvolvimento do feto.

O sexo nos estágios finais pode provocar contrações, portanto, você deve ser extremamente cuidadosa.

O sexo na gravidez é muito útil do ponto de vista psicológico. Neste período difícil, é importante para a mulher saber que é amada e desejada.

Publicidade

Em que momento o sexo é prejudicial na gravidez?

Mulher grávida feliz

Mulher grávida feliz – Foto: Freepik

Apesar dos enormes benefícios que o sexo traz durante a gravidez, em alguns casos pode ser prejudicial.

Durante a relação sexual, o útero é tonificado, pois as contrações ocorrem durante o orgasmo. Se a gravidez transcorrer sem complicações, pouco tempo depois do sexo, tudo volta ao normal. No entanto, se há secreção com sangue, há dor ou vazamento de líquido amniótico, então o sexo deve ser proibido.

Depois que tudo voltar ao normal, vale a pena voltar à atividade sexual somente após consultar um médico.

Em que situações é necessário evitar o sexo?

Mulher grávida tocando a barriga

Mulher grávida tocando a barriga – Foto – Freepik

  • Se um dos parceiros apresenta sinais de infecção do trato genital.
  • Quando existe a ameaça de interrupção da gravidez.
  • Se a futura mãe tem secreção com sangue.
  • Quando a mulher já teve um ou mais abortos espontâneos.
  • Se a placenta está localizada incorretamente, bloqueando total ou parcialmente a saída do útero.

Mas não entre em pânico se a criança começar a se mover com mais frequência durante ou após a relação sexual. Sua atividade é provavelmente devido ao fato de que, durante o orgasmo, o útero se contrai.

Com que frequência você pode fazer?

Mulher grávida feliz

Mulher grávida feliz – Foto: Freepik

A frequência de sexo, se o médico não proibir vai da escolha do casal. Às vezes as mulheres quando estão grávidas sentem maior desejo, outras podem perder o interesse, isso é uma questão individual. Mas é importante que o sexo aconteça por desejo mútuo sem coerção.

Na hora do sexo, é importante observar as sensações. Se não houver dor, se tudo correr bem, você pode continuar.

Mas se aparecer algum desconforto, você precisa parar. Em caso de sangramento, deve-se consultar um médico para evitar complicações

Lembre-se! A gravidez não é uma doença, então você precisa continuar vivendo como antes. O sexo é uma necessidade saudável do corpo, que está presente mesmo durante a gravidez.

Ao mesmo tempo, o bebê não sente dor ou outras sensações desagradáveis. O corpo da mulher é projetado de tal forma que tais ações não podem prejudicar uma pequena vida.