O primeiro ano da vida de uma criança é um período de desenvolvimento muito dinâmico. Nunca mais o seu bebê mudará tão rapidamente quanto nos primeiros doze meses. Conheça quais os saltos de desenvolvimento no primeiro ano de vida de um bebê!

Enquanto o desenvolvimento físico da criança é fluido, o sistema nervoso se desenvolve abruptamente. A criança passa por sete saltos no desenvolvimento. É aí que o cérebro e o sistema nervoso se desenvolvem muito intensamente e a criança adquire novas habilidades.

Durante o salto no desenvolvimento, que dura de vários dias a várias semanas, a criança, devido ao desenvolvimento cerebral intensivo, recebe muito mais estímulos e sensações do que antes e precisa lidar com eles.

Às vezes, os pais têm a impressão de que a criança perdeu habilidades anteriormente adquiridas. Felizmente, quando o salto termina, verifica-se que a criança não apenas voltou ao desenvolvimento, mas em um tempo surpreendentemente rápido aprendeu coisas novas.

Publicidade

O que é um salto no desenvolvimento?

Um salto de desenvolvimento é um momento no desenvolvimento mental da criança, durante o qual muitas novas conexões neurais são criadas no cérebro, a percepção do mundo muda e o sistema nervoso recebe informações que não eram capazes de processar antes.

Sendo assim, os saltos de desenvolvimento em bebês são considerados uma manifestação da maturação do sistema nervoso em desenvolvimento adequado.

Quando ocorrem os saltos de desenvolvimento do bebê?

O desenvolvimento do sistema nervoso significa que a criança recebe estímulos intensos do ambiente. Antes que ela aprenda a lidar com eles, ela pode ficar inquieta e irritada. O salto no desenvolvimento é geralmente precedido por comportamentos característicos. Esse é um sinal de que o bebê está tentando, com todas as suas forças, lidar com o mundo cada vez mais sentido ao seu redor e precisa muito da compreensão e do apoio de seus pais.

Primeiro salto de desenvolvimento – entre 4 e 5 semanas

Durante o primeiro mês de vida, os órgãos internos e o metabolismo do bebê se desenvolvem muito rapidamente. Os sentidos percebem estímulos do mundo muito mais intensamente do que imediatamente após o nascimento, o que pode causar preocupação.

Após esse salto, a criança:

Publicidade
  • Está mais consciente do toque, sons e cheiros
  • Estende o tempo de atividade entre cochilos
  • Olha e ouve com mais foco
  • Começa a sorrir
  • Chora com lágrimas
  • Digere melhor os alimentos

Segundo salto de desenvolvimento – cerca de 8 semanas

A criança começa a perceber a repetição das atividades cotidianas. Além disso, descobre que pode mover seu corpo, também percebe que ela faz sons e seus olhos passam a examinar rostos e objetos cada vez mais de perto.

Assim, após esse salto, o bebê:

  • Começa a mover as pernas e os braços com mais intensidade
  • Também começa a ouvir sua voz
  • Se concentra nos rostos por mais tempo

Terceiro salto de desenvolvimento – entre 10 e 12 semanas

Bebê deitada na cama – Foto: Freepik

É o momento em que a criança começa a se interessar por detalhes, como alterações na modulação da voz ou na intensidade da luz. O bebê:

  • Começa a combinar o movimento dos olhos com o movimento da cabeça
  • Começa a pegar brinquedos
  • Os movimentos do corpo da criança tornam-se coordenados
  • Deitada de bruços, a criança faz as primeiras tentativas de apoiar os antebraços
  • A criança também descobre suas habilidades vocais e coloca as mãos na boca

Quarto salto de desenvolvimento – entre 18 e 20 semanas

Bebê brincando – Foto: Freepik

A criança descobre as sequências mais simples de causa e efeito. Por exemplo, ela começa a entender que a bola caindo retornará. Às vezes, também combina sons em sequências como: mamamama, tatatata e babababa.

Publicidade

Assim, após esse salto, a criança adquire muitas habilidades motoras importantes, como:

  • Apoio estável e duradouro nos antebraços
  • Alcance do brinquedo com uma mão, enquanto o resto do corpo repousa sobre o outro cotovelo
  • Rotações das costas para os lados e, posteriormente, também para cima
  • Levanta braços, pernas e permanece nessa posição por um tempo
  • A criança também transfere objetos de mão em mão

Quinto salto no desenvolvimento: entre 22 e 26 semanas (cerca de 6 meses)

A criança de seis meses já reconhece a distância entre os objetos, o que é uma mudança radical na percepção do mundo. Além disso, a criança começa a perceber seu lugar no espaço e acontece a “Ansiedade de separação” quando um dos pais se perde de vista.

Assim, após esse salto:

  • A criança se torna mais móvel
  • Algumas crianças começam a engatinhar e até sentam-se sozinhas
  • A criança manipula os brinquedos com mais eficiência, colocando-os dentro e fora da caixa

Sexto salto de desenvolvimento: entre 36 e 40 semanas (8,5 meses)

Bebê engatinhando – Foto: Freepik

A criança examina os objetos em suas mãos, tentando atribuí-los a categorias específicas. Nessa idade, também existe uma grande paixão por demolir estruturas.

Após esse salto:

  • A criança assume a iniciativa em jogo
  • Uma criança pequena pode demonstrar ciúmes quando os pais abraçam outras crianças
  • Começam a entender os nomes dos objetos
  • A criança se move intensamente: engatinha, fica de quatro, senta-se sozinha
  • Algumas crianças dessa idade já estão começando a se levantar, muitas vezes fazendo todas essas coisas ao mesmo tempo

Sétimo salto no desenvolvimento: entre 41 e 46 semanas (cerca de 11 meses)

Primeiros passos – Foto: Freepik

Assim como no período anterior, a criança ficou fascinada com a demolição. Assim, durante o último salto de desenvolvimento no primeiro ano de vida, ela começa a juntar tudo. A criança percebe a sequência de eventos. A criança repete sílabas, tenta imitar os sons dos animais.

Ela também pode começar definitivamente a usar as palavras “não” ou outras palavras simples, como “mamãe”, “papa” e “tchau”.

Após esse salto:

  • A criança tenta rabiscar sobre a folha de papel
  • Começa a subir em direção à meta
  • Se move de quatro ou anda de lado perto dos móveis
  • Algumas crianças dão seus primeiros passos independentes

Finalmente, vale a pena mencionar duas questões importantes quando se trata de saltos no desenvolvimento de bebês. Antes de tudo, você precisa observar seu filho com cuidado o suficiente, para não confundir um salto de desenvolvimento com problemas como infecção no ouvido, resfriado, problemas no aparelho digestivo ou alergias. Se tiver dúvidas sobre o que é um salto e o que não é, você deve consultar o médico do seu filho.