Muitos temas parecem difíceis de serem abordados com as crianças. Um deles, sem dúvida, é o luto. Como explicar ao pequeno que aquele parente ou amigo tão querido não irá mais conviver com ele? Pela dificuldade da abordagem, muitas vezes o assunto é evitado ou utilizam-se metáforas na tentativa de evitar o sofrimento do filhote. No entanto, muitos psicólogos indicam que, quando é necessário falar sobre a morte, o ideal é não evitar o tema, o que pode causar medo. Assim como não utilizar as metáforas (como o sono profundo, uma viagem sem volta), que podem confundir a criança. Como então falar com os pequeninos?

Algo que pode ajudar, e muito, nessas horas são os filmes infantis. Embora a maioria das animações sejam conhecidas pelas cenas de aventura e diversão, há muitos clássicos que amamos que, em algum momento, falam sobre a morte e o mais importante: sobre a vida daqueles que ficam. As animações não substituem uma conversa sincera (apropriada para a idade da criança) e o acolhimento do adulto, tão necessários nesse momento. Mas podem ser uma ajuda a mais para introduzir o tema de maneira menos difícil. Vamos então lembrar de alguns filmes que falam sobre o luto?

O Rei Leão

Imagem: Reprodução YouTube

O clássico da Disney que está voltando com tudo com a nova versão nos cinemas tem como uma das cenas mais emocionantes a morte de Mufasa, o pai do Simba, no início do filme. Mufasa morre quando Simba ainda é filhote, e ele tem que aprender a viver sem o pai. Sem? Longe seria a palavra mais adequada, pois, como o macaco Rafiki ensina ao leãozinho, “ele vive dentro de você”. A história mostra que quando os valores e ensinamentos de alguém são passados para os outros, ele permanece vivo de certa forma.

Publicidade

Veja também: O tal do papo sobre morte

Viva – A vida é uma festa

Imagem: Reprodução YouTube

Em Viva, conhecemos a história do garotinho Miguel, que sonha em ser músico. Contudo, sua família desaprova esse desejo. Então ele embarca em uma aventura atrás de seus antepassados, em pleno feriado mexicano do Dia dos Mortos. O mais interessante é como ele resgata o valor e o respeito àqueles que se foram, tendo como pano de fundo a celebração que honra os falecidos.

Up – Altas Aventuras

Imagem: Reprodução YouTube

A fofa aventura do senhor Carl Fredricksen a bordo de sua casa cheia de balões mostra como a vida continua, e é possível realizar os sonhos mesmo sem a presença do outro. Logo no início da animação, vemos que o protagonista perdeu a esposa, mas isso não o impede de realizar seu desejo de voar, em sua casa, para a América do Sul. E claro, muitas aventuras e pessoas novas aparecem para fazer parte da vida dele agora!

Bambi

Imagem: Reprodução YouTube

Publicidade

Assim como Simba em O Rei Leão, Bambi também fica órfão quando ainda é filhote. No início da história, a mãe do servo é morta, protagonizando uma das cenas mais tristes do cinema até hoje. Mas apesar da tristeza, o longa mostra que é possível encontrar força e acolhimento nos outros, especialmente nos amigos. O poder da amizade e da família é retratado de maneira muito especial.

Operação Big Hero

Imagem: Reprodução YouTube

O irmão mais velho do protagonista Hiro Hamada, Tadashi, inventor e inspiração para o pequeno, morre em um acidente no início do filme. Uma das invenções dele foi Baymax, uma espécie de robô que passa a acompanhar Hiro e seus amigos depois da morte de Tadashi. Baymax vira um conforto para Hiro pela lembrança do irmão, até que ele aprende que a memória de Tadashi permanece não em algo, mas nas ideias que ele cultivou ao longo da vida.

Frozen – Uma aventura congelante

Imagem: Reprodução YouTube

Uma das animações mais queridas das crianças atualmente, Frozen também mostra como a vida continua depois da perda de um ente querido. As irmãs Elsa e Anna perdem os pais na infância em um acidente. A trama então se desenrola a partir do luto delas e de como elas assumirão as responsabilidades dos pais no futuro, ao comandar o reino. Embora a música mais famosa do filme seja “Livre estou” (o “Let it go”),  “Você quer brincar na neve?” (“Do you wanna build a snowman?”) é a canção que retrata o luto das irmãs na infância e como elas podem se ajudar para superar a perda dos pais.