Com 38 semanas de gravidez, entramos na chamada “zona de nascimento”. Pode demorar alguns dias ou (novamente) algumas semanas antes do bebê nascer. As contrações se tornam mais frequentes e se assemelham a cólicas menstruais.

38 Semanas de gravidez: a mãe

Durante a 38ª semana de gravidez, o espaço para o bebê é cada vez mais restrito e, mesmo que não pare de se mover até o nascimento, seus movimentos são reduzidos. As contrações esporádicas que ocorrem com mais frequência são o sinal de que o útero está treinando para o trabalho de parto.

38 semanas de gravidez

Foto: Freepik

Para algumas mulheres, o peso pode aumentar mais claramente durante as últimas semanas de gravidez: nessa idade gestacional, o peso mínimo adquirido desde o início da gravidez é de 9,3 kg, o peso máximo de 14 kg e o peso médio excede ligeiramente os 11 kg. No entanto, esses são valores indicativos: o médico monitorará o ganho de peso e aconselhará sobre possíveis ajustes nos hábitos da futura mãe.

Quarentena no pós parto: Saiba quais as recomendações

38 Semanas de gravidez: o bebê

38 semanas

Foto: Dreamstime

O bebê pode pesar de 2,5 a 3 kg mais, e aumenta em cerca de 30 gramas por dia a partir de agora até o final da gravidez. Seu comprimento permanece em torno de 47/48 cm. Ele está começando a perder a camada de gordura protetora que o cobre e sua pele percebe com maior força a sensação da água que o cerca.

Leia sobre musicoterapia, um tratamento alternativo que pode ajudar mãe e o bebê no pré e pós-parto!

O médico poderá indicar à futura mãe se a criança está em posição cefálica ou pélvica e quais são as medidas a serem tomadas em ambos os casos: é bom lembrar que, embora tenha sido elaborado um plano de parto, pode acontecer que, no momento certo, as coisas aconteçam de maneira diferente.

Coisas a saber

É muito comum que com 38 semanas de gravidez a ansiedade comece a atingir tanto a mãe quanto toda a família que acompanha a gestação. Mas é importante que todos mantenham a calma, sobretudo a mãe, que deve estar relaxada nessa última fase da gestação.

Para que você não fique contando os minutos para a hora do parto procure fazer coisas de que gosta, que te façam se sentir bem e relaxada.

Entretanto existem algumas preocupações que são inevitáveis e uma delas se refere às possíveis despesas adicionais que você pode vir a ter com o nascimento do seu bebê. Então é bom estar preparada para isso. Procure se informar na maternidade de sua escolha sobre taxas adicionais.

Além disso converse com o médico que fará o seu parto e com o pediatra que acompanhará o bebê. Procure saber se eles realizam alguma cobrança extra.

Por fim vale ressaltar que agora que você está com 38 semanas de gravidez, precisa aproveitar muito a sua barriga e relaxar para aguardar o nascimento do seu bebê.

Temas da semana