Como se preparar para amamentar: as novas recomendações

Por 2 Comentários


Antes de ser mãe, eu achava que amamentar era assim: você colocava o peito para fora e o bebê fazia todo o resto. Bom, depois de meses de prática, é exatamente isso o que acontece! Mas até chegar lá, você e seu bebê terão que percorrer um longo caminho, que começa ainda na gravidez. Sim, tem como se preparar para amamentar, e é importante, inclusive, que você faça isso.

Eu amamentei Catarina até os 9 meses de idade. Embora ela tomasse complemento já com 1 mês (tomava cerca de 80% de leite materno e 20% de complemento; mas isso é história para outro post), considero que a experiência de amamentar foi muito feliz. Importante para o nosso vínculo, para a saúde dela, para minha auto-estima como mãe… Então queria compartilhar com vocês o que aprendi sobre como se preparar para amamentar, para, quem sabe, ajudar quem está começando!

preparação para amamentar

Imagem: 123RF

Como se preparar para amamentar:

1) Prepare o bico do seio antes. Quando você estiver por volta do sétimo mês de gravidez, comece a tomar sol nos horários seguros (até às 10h, depois das 15h). Isso fará com que a pele fique mais grossa, e ajudará a aguentar o atrito dos primeiros dias da amamentação. Sabe aquela recomendação de passar uma bucha vegetal no bico, que antigamente se dava? Atualmente os obstetras não recomendam, pois não ajuda a se preparar para amamentar e pode até ter um efeito contrário (causando fissuras na pele do bico, que fica mais sensível).

2) Compre bons sutiãs de amamentação. É besteira querer continuar com seus sutiãs antigos durante o período de amamentação. Seus seios estarão maiores, o bojo machuca… Compre modelos específicos para quem amamenta, em geral um ou dois números acima do que você usa normalmente (além da mama estar maior, também tem que caber a concha e/ou o absorvente de leite). Experimente vários modelos até achar um que você goste (há os de abertura total, parcial, com botões, ganchos). Eu me adaptei com esse aqui da Hope, que era o mais simples do mundo: simplesmente transpassado, sem nenhum botão. O trespasse permite que você coloque o peito para fora apenas de um lado, e depois do outro.

3) Compre seu kit amamentação. Ele é composto por:
* Absorventes para seio. No começo, quando você tem mais leite, é muito comum o peito vazar, e a troca tem que ser mais frequente. Eu ficava muito incomodada com leite vazando na roupa, então uma caixa de absorventes durava super pouco. Compre de cara pelo menos uns 100 absorventes.

* Pomada de lanolina. É um produto 100% natural, hipoalergênico, que ajuda na cicatrização do bico e não faz mal para o bebê. Existem várias marcas no mercado, que ajudam MUITO, MUITO, MUITO! Porque nos primeiros dias o bico fica em frangalhos. Vai por mim: sem a pomada seu sofrimento será bem maior. Na época do meu pós-parto as embalagens disponíveis eram muito grandes, mas hoje já há menores. Eu usei sobretudo no primeiro mês de amamentação, porque depois a pele da mama acostuma e você não precisa mais.

* Concha de amamentação. É um item bastante contraditório: há obstetras que recomendam, e outros que não (por isso o ideal é que você peça a opinião do seu). Nos primeiros dias pode ser útil: se seu peito estiver muito cheio, ela ajuda a drenar um pouco de leite para não empedrar. Outro uso para a concha (que tem um buraco no meio, onde entra apenas o bico do peito) é evitar o contato direto do bico com o sutiã, aliviando o desconforto (lembre que pode estar muito dolorido). Também pode ser usada para recolher o excesso de leite que vaza de um lado enquanto o bebê mama do outro. Alguns obstetras recomendam o uso já  no fim da gravidez para mulheres que não têm o bico protruído (ou seja, que têm bico plano ou invertido), pois pode ajudar nessa protrusão. Mas não deve ser usada por muito tempo, pois pode estimular o parto prematuro.

É essencial que a concha apresente ventilação, para não facilitar a formação de colônias de fungos e bactérias no bico, que fica machucado e úmido. É justamente por esse risco de causar infecções que alguns médicos não a recomendam. Publicamos recentemente uma opinião médica contrária ao uso da concha, que você pode ler aqui.

Veja também: Amamentação com bicos planos ou invertidos é possível!

Agora que está tudo pronto, respire fundo, engula o primeiro grito de dor e aguente firme, que o começo é difícil, mas depois amamentar é tudo de bom!
Essas e muitas outras dicas sobre como se preparar para amamentar e para a chegada do bebê estão no livro Grávida e Prática – um guia sem rodeios para a mãe de primeira viagem. Um livro que escrevi com muito carinho para você, e que felizmente já está entre os mais vendidos do segmento de família nas livrarias. Para comprar online e receber em qualquer lugar do Brasil (ou comprar o Ebook), clique aqui.

Quer ler mais sobre amamentação? Clique aqui!


 



Arquivado em: AmamentaçãoPreparativos Tags:

Comentários (2)

Trackback URL

Sites que possuem links para este Post

  1. Sutiãs de amamentação bonitos. Sim, eles existem! : Mil dicas de mãe | 13 de abril de 2014
  1. Adriana disse:

    Muito boas dicas. Eu na época que tive minha primeira filha achava que amamentar era só colocar a criança no peito e pronto, ela saia mamando… Depois a gente descobre que não é bem assim que a gente deveria se informar sobre a amamentação antes do bebê nascer…

Deixe seu comentário