3 itens de segurança da sua casa que têm validade (proteja seu filho)

Por 1 Comentário


Toda mãe e todo pai sabe que é extremamente importante prestar atenção à segurança da criança dentro de casa (inclusive vale uma vista nesse post sobre como acidentes domésticos – e como é preciso verificar tomadas, janelas, e até o banheiro). Mas é também fundamental analisar a qualidade dos próprios materiais de segurança que usamos, já pensou nisso? Ao contrário do que muita gente pensa, alguns desses acessórios (como as redes de proteção das janelas) têm data de validade, e precisam ser trocados para manter a sua eficácia.

Quer conhecer alguns itens de segurança que você tem em casa e que possuem validade (e você provavelmente não sabia)? Confira nesse post:

Imagem: 123RF

Box de banheiro

Há um tempo começou a bombar nas redes sociais relatos de mães descrevendo acidentes com os seus filhos durante o banho. Segundo elas, o box de vidro do banheiro “estourou” sem nenhum motivo aparente (e, infelizmente, algumas crianças acabaram feridas). Isso acontece mesmo, e por diversos motivos: pode ser por defeitos na fabricação do vidro, no armazenamento da peça nas fábricas, ou mesmo no deslocamento para a loja ou na instalação em casa (nesses momentos o vidro pode sofrer fraturas que não estragam sua estrutura total na hora, mas a energia do impacto fica acumulada na peça e, mais tarde, acontece a quebra de fato). Para tentar evitar surpresas (embora nem sempre seja algo previsível), especialistas em vidros recomendam uma manutenção a cada 12 meses após a compra. A dica é contatar uma vidraçaria de confiança para verificar o material nesse período.

Redes de proteção

Você sabia que as redes de proteção possuem validade? Pois é: de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o prazo de três anos é o máximo indicado como garantia para esses produtos. Alguns vendedores apontam uma duração diferente, como de apenas dois anos. Vale a pena se informar no momento da compra e, claro, em caso de rasgos e outros defeitos com o passar do tempo na rede, providenciar a troca para manter a efetividade do produto.

Extintores de incêndio

Mesmo que você nunca tenha usado, o extintor de incêndio do seu carro precisa ser trocado, pelo menos, a cada cinco anos. Essa informação pode ser verificada no próprio produto, considerando os extintores de tipo ABC (que são também os mais indicados para se ter, pois são mais completos). Contudo, vale lembrar que, desde 2015, o uso de extintor de incêndio nos veículos de passeio deixou de ser obrigatório por determinação do Conselho Nacional de Trânsito. A obrigatoriedade se manteve somente para veículos comerciais (como vans e ônibus, por exemplo). Mas, se você ainda tiver a peça no seu carro, vale a pena verificar as condições!

Lembrando que, ao comprar qualquer item de segurança como esses, é fundamental verificar se a peça possui certificação de órgãos reguladores, como o Inmetro. A presença do selo do fabricante também aumenta a segurança, pois esses produtos costumam ter uma série de medidas que regulamentam sua fabricação e comercialização. Vamos ficar de olho!


 



Arquivado em: Coisas de casa Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Deh disse:

    Post incrível, coisas simples, mas que muitos pais de primeira – e de última – viagem se esquecem.

Deixe seu comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!

Cadastre seu email e receba nossos posts. Clique no email de confirmação que você receberá para ativar o recebimento!