Gravidez de gêmeos: saiba no que ela é diferente das outras!

Por 0 Comentários


Quando você ficou sabendo que estava grávida, certamente começou a pensar em como seriam os próximos meses da sua vida. Exames, barriga crescendo, preparativos para a chegada do bebê… Mas uma notícia pode mudar tudo, e virar seu mundo de cabeça para baixo: uma gravidez de gêmeos é sempre uma novidade e tanto! E agora? Seu desafio será dobrado? Quais cuidados diferenciados uma mamãe que está esperando gêmeos deve tomar? Se esse é o seu caso, confira algumas dicas importantes (e curta muito esse período especial!).

Imagem: 123RF

Mais visitas ao médico

Prepare-se para ter um pré-natal mais intenso. A gravidez múltipla exige uma atenção ainda maior à saúde da mãe e dos bebês. Por isso, os exames do pré-natal são realizados geralmente de duas em duas semanas (ao invés do intervalo de quatro semanas, nos casos de gravidez de uma única criança). A partir do terceiro semestre de gestação, o recomendado é que que as visitas ao médico ocorram semanalmente. Esses cuidados são muito importantes para evitar algumas situações de risco que se tornam mais frequentes nos casos de gravidez de gêmeos, como parto prematuro, diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e até mesmo aborto espontâneo. Por isso, não perca nenhuma consulta do pré-natal e siga à risca todas as recomendações do seu médico, para ter uma gravidez tranquila e segura.

Cuidados redobrados com o peso e a alimentação

Por mais que seja normal ganhar mais peso durante a gestação de gêmeos, é preciso acompanhar bem de perto os resultados da balança. Se esses números saírem do controle, os riscos de complicações (como as que citei acima) aumentam consideravelmente. Além disso, você já terá um peso extra para carregar, do segundo (ou terceiro, quarto, quinto) bebê na sua barriga. Isso significa que você provavelmente sentirá mais cansaço, mais dores nas costas, nas pernas, nos pés… Mas calma, tudo isso pode ser amenizado com um bom controle de peso, uma alimentação balanceada e uma rotina ativa de exercícios, sempre seguindo as orientações do seu médico.

Necessidade maior de descanso

Acredite, você vai querer descansar! Por mais agitada que seja a sua rotina atualmente, você precisará replaneja-la para encaixar algumas horas valiosas de repouso entre as suas tarefas. Na verdade, o seu corpo vai implorar por isso, uma vez que a fadiga (que já é comum em mães que estão esperando apenas um bebê) fica ainda mais forte em uma gravidez gemelar. Importante ressaltar ainda que na reta final da gestação o descanso torna-se fundamental para ajudar a diminuir os riscos de um parto prematuro, oferecendo mais segurança para a mãe e para os bebês.

Planejamento do parto

Saiba disso: você dificilmente conseguirá planejar a data exata do nascimento dos seus bebês. Enquanto em uma gravidez única o parto costuma ser realizado na 40ª semana, nas múltiplas é comum que o nascimento ocorra por volta da 36ª ou 37ª. Além disso, você precisa estar preparada para uma possível cesariana. Isso porque os bebês gêmeos dificilmente conseguem ficar em uma posição favorável para o parto normal dentro da barriga da mãe. Converse muito com o seu médico para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e se preparar caso a cesariana tenha mesmo que ser realizada.

Uma dica para o futuro

A gravidez foi um sucesso, tudo correu bem no parto e seus bebês já estão em casa. Agora é a hora de lidar com cada um individualmente! Sim, mesmo sendo gêmeos idênticos, cada um terá a sua própria personalidade e é importante respeitar essa diferença desde cedo. Por exemplo: se um dos irmãos for mais agitado que o outro, não espere que o outro desenvolva o mesmo nível de energia. Saiba desenvolver o melhor de cada um, com a consciência de que eles não serão iguais, mesmo tendo o mesmo tratamento dos pais. Sabendo disso desde o início da criação dos seus filhos, você poderá deixá-los livres para crescerem como indivíduos únicos!

Você tem mais alguma dúvida sobre os cuidados durante a gravidez de gêmeos? Tem alguma dica que gostaria de compartilhar com as outras leitoras? Deixe um comentário!


 



Arquivado em: Gravidez Tags:

Deixe seu comentário