Dicas importantes para você acertar na escolha dos bodies do seu bebê

Por 0 Comentários


Quando você está montando o enxoval do bebê, percebe que existem milhares de opções para o filhote – e, até o que parecia simples, como a escolha dos bodies, pode gerar muitas dúvidas. No meu caso eu não me preocupei com certos detalhes durante a compra das roupinhas (simplesmente achava algo gracioso e comprava), e acabei tendo algumas gratas surpresas (como os bodies kimono/com abertura frontal, que passaram a ser os meus preferidos nos primeiros meses de Catarina), bem como algumas dificuldades (modelos que usei no máximo duas vezes, porque não eram práticos ou incomodavam muito a pequena).

A seguir eu compartilho com vocês algumas dicas que certamente serão muito úteis nessa escolha. E se você já é mãe e tem também uma sugestão que pode ser importante para as mães de primeira viagem, deixe nos comentários!

body do bebe

DICAS GERAIS:

– Tecido: esse é um fator primordial. Opte sempre por bodies de algodão, que são macios, confortáveis e não agridem a pele sensível do bebê. O algodão peruano também é uma boa alternativa, pois esse tipo de tecido costuma ser ainda mais molinho do que os outros (além de durar muito – você lava, lava, lava e a peça não fica com bolinhas). Para pequenos com pele sensível, que se irrita facilmente, é muito recomendado.

– Bordados e aplicações: existem tantas roupinhas lindas para bebês, não é? Mas tome cuidado: apesar de serem fofinhas, nem todas elas são confortáveis. Por isso, fique atenta aos bordados e detalhes dos bodies. Verifique se há um tecido que os reveste por dentro (e se ele é macio), para não causar irritações na pele do pequeno.

– Golas: este é outro detalhe que merece a atenção na hora de comprar os bodies. Evite golas muito pequenas, que podem incomodar o bebê ao ficar em contato com o seu pescocinho. Também observe o tecido das golas: certifique-se de que elas sejam macias para não machucar o filhote.

– Bodies importados: se sua intenção é fazer o enxoval fora, ou se você pretende comprar roupinhas nos EUA para seu bebê que já nasceu, tenha em mente que a maioria dos bodies de lá é pensado para bebês magros e “esticados”. Para Catarina sempre funcionaram bem, porque ela era é magrinha e ficavam bem ajustados no corpo.

 

MANGA CURTA OU LONGA?

Durante os primeiros dias do bebê, seu mecanismo de regulação da temperatura corporal não está maduro – por isso é importante vesti-lo com cuidado. Na maior parte do país, você usará com maior frequência os bodies de manga longa no primeiro mês, mas é importante ter algumas unidades com manga curta, para dias mais quentes. Bodies com manga regata provavelmente só serão usados quando o bebê já tiver alguns meses, ou em cidades muito quentes, no verão.

 

MODELOS QUE FUNCIONAM:

Bodies kimonos:

Body de algodão pima peruano da Bobotchô

Body de algodão pima peruano da Bobotchô

Esse tipo de peça é transpassada, com botões na lateral da parte frontal. A ideia é abrir todo o body, para que ele entre primeiro nos bracinho e depois seja abotoado na frente. É um modelo que facilita muito na hora da troca (era o que eu mais gostava!), pois a mamãe não precisa ter receio de passar a cabecinha do pequeno – que também se sentirá mais confortável na ocasião. Para recém-nascidos (fase em que a cabecinha balança muito), é tudo de bom!

 

– Bodies com golas transpassadas:

Body de algodão da Zig Mundi

Body de algodão da Zig Mundi

Com certeza você já deve ter encontrado algum body assim na hora de montar o enxoval do seu filho. Eles são ótimos, pois criam uma abertura maior na hora de passar a cabeça do bebê, durante as trocas. Algumas mães até preferem colocar a roupinha por baixo, pelas perninhas do filho. Uma grande facilidade desse tipo de body (assim como do anterior) é sua remoção nos casos em que o cocô vazou – dá para retirá-lo sem passar pela cabecinha do filhote.

 

Bodies com botões nas laterais ou na frente: 

Body de algodão com efeito de sobreposição da PUC

Body de algodão com efeito de sobreposição da PUC

O fato de terem botões amplia o espaço para a passagem da cabeça do bebê, facilitando a troca. Mas, atenção: bodies com botões na parte de trás são uma grande furada! Além de não serem práticos para colocar/retirar, podem incomodar o bebê, que, em geral, fica deitado de barriga para cima. Demorei um pouquinho para notar que incomodavam Catarina (ela chorava e eu não sabia o porquê – e eram os botões nas costas!).




Arquivado em: Enxoval do bebêRoupas Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail