Menopausa precoce: a minha história

Por 81 Comentários


Durante esses quase dois anos de blog (como o tempo passou rápido!), eu comentei aqui e ali que tive dificuldade para engravidar de Catarina. Algumas leitoras até me escreveram, contando que liam o blog e que estavam na fase da tentativa de uma gravidez, e me perguntaram como tinha sido o meu processo. Embora quem me conhece pessoalmente saiba que eu não tenho qualquer problema em falar sobre isso, relutei um pouco em escrever um post específico sobre o assunto. Até que hoje, não sei exatamente por qual motivo, achei que seria o momento. Eis a minha história: eu tive menopausa precoce. Espero que vocês leiam com carinho, porque é uma mensagem de esperança.

Para quem não sabe (e eu mesma nunca tinha ouvido falar nisso até acontecer comigo), a menopausa precoce ou falência ovariana precoce acontece em menos de 5% das mulheres antes dos 40 anos. Sabe a menopausa, que deveria acontecer na casa dos 40? Pois é, nesse caso ela acontece antes, seja porque a mulher tem uma predisposição genética, sofreu quimioterapia ou radioterapia, perdeu um ovário ou mesmo tem alguma doença auto-imune associada. Aí vocês me perguntam: qual foi a causa do seu caso? E a resposta é: não tenho a mínima ideia. Nem minha mãe, nem minha avó apresentaram o problema, e eu não tive qualquer condição associada detectada. Simples assim, meu ovários pararam de funcionar como deveriam. E isso quer dizer que não existem ali tantos óvulos quanto deveriam existir, considerando minha idade (na época do diagnóstico, eu tinha exatos 30 anos).

Em setembro de 2008 decidimos aqui em casa parar com o anticoncepcional. Eu sinceramente achava que engravidaria rapidamente (ouvi por muito tempo que as mulheres da minha família engravidavam facilmente), por isso a expectativa era grande desde o início. A cada mês, eu “sentia” todos os sintomas de gravidez – ficava enjoada, tinha sono… Tudo psicológico (ou mesmo resultado da mudança hormonal que já estava ocorrendo e eu nem sabia!). Como eu havia feito alguns exames meses antes, entre eles um ultrassom que mostrava que havia ocorrido a ovulação, eu estava relativamente tranquila, e achava que era apenas uma questão de tempo até receber um resultado de teste positivo. Gastei inúmeros testes de farmácia, e às vezes minha menstruação atrasava (apesar de na condição clássica de menopausa precoce a menstruação parar, eu ainda menstruava todos os meses) – mas só até que eu visse a prova de que não seria daquela vez, e então o fluxo começava.

Segui assim até completar pouco mais de 1 ano de tentativa (pois é comum casais demorarem todo esse tempo para engravidar – por isso em geral os médicos não iniciam uma investigação mais profunda). Até que retornei ao meu ginecologista, e saí de lá carregada com vários pedidos de exame. Lembro-me de ter olhado para tudo aqui e pensado: “puxa, por onde eu começo?”. E decidi começar pela parte mais fácil, os exames de sangue.

Na primeira semana de 2010 eu colhi os exames, e fiquei aguardando ansiosamente pelos resultados. Como a curiosidade era grande, assim que o laboratório os disponibilizou na internet, sentei para analisá-los. E juro para vocês: eu não estava preparada para o que vi. Faz parte de qualquer investigação de fertilidade os exames hormonais: estrógeno, progesterona, FSH e LH. E um número, mais do que todos, me chamou a atenção: FSH = 31 (dentro da faixa de pré-menopausa; para minha idade, o resultado deveria ser 3 ou 4!). Os demais hormônios dosados também estavam alterados. Então eu pensei: “puxa, olha aqui, temos um problema!”. Mas para mim isso significava que eu teria que fazer um tratamento, tomar alguns medicamentos e que, finalmente, conseguiria engravidar. Infelizmente, não foi o que eu ouvi dos médicos.

Antes disso, no entanto, coloquei os resultados do exame no Google, e em tudo o que li havia o termo Falência Ovariana Precoce. Comecei a ficar preocupada. Depois de horas, já não era preocupação, era desespero mesmo. Tudo indicava que meus ovários não produziam mais óvulos capazes de serem fertilizados, e por isso todos os hormônios (que dependem da existência do ciclo do óvulo) estavam alterados. Demorei mais de um mês para marcar o ginecologista, simplesmente porque não queria encarar de frente o assunto. Eu me convencia de que, se esperasse um pouco, repetiria os exames e eles estariam normais (porque, eventualmente, mas não comumente, a falência ovariana pode ser temporária, ao invés de definitiva). Até que em fevereiro, lá fui eu ao médico, reticente de que ele dissesse que o caso era complicado. E foi exatamente o que ouvi…

Com todas as letras, meu médico disse: “querida, eu sei que é difícil ouvir isso, mas você tem menos de 5% de chance de ter um filho biológico.” E nessa hora meu mundo caiu. Eu só tinha 30 anos. Eu estava tentando engravidar desde os 29. Não, eu não tinha 40 e estavam me dizendo que eu não estava mais na idade de ter filhos. Eu era jovem, e sentia que tinham me tomado o direito de ser mãe.

Por outro lado, o fato de ser nova era meu único consolo. Eu não havia deixado passar, por vontade própria, a idade em que biologicamente é natural engravidar. Eu não tinha corrido atrás de uma profissão e me dado conta anos mais tarde que tinha deixado a oportunidade passar. Não tinha sido uma decisão minha, portanto não caiu sobre meus ombros a responsabilidade da escolha. E isso foi muito, muito bom. Haviam decidido por mim, e só me cabia aceitar o que tinha acontecido.

A aceitação foi dificílima. Eu chorei dias e dias. Eu me perguntei por que aquilo tinha acontecido justamente comigo. Eu tive uma conversa muito séria com o pessoal lá de cima, e pedi para que eles mudassem de ideia, porque eu seria uma boa mãe. E se dentro de mim restava alguma dúvida de que eu queria engravidar (e durante todo o ano de tentativas, sinceramente eu tinha meus conflitos – não seria melhor fazer primeiro o pós-doutorado? Quem sabe viajar para estudar alguns meses no exterior?), ela foi exterminada pela vontade de ser mãe (e não poder).

Foi então que comecei a sentir os sintomas clássicos: um calor noturno absurdo (sim, eu já senti as ondas de calor da menopausa e elas existem mesmo! Pode estar nevando que você acha que o ar condicionado deveria estar ligado!), insônia e o ciclo menstrual se tornou irregular. Eu repeti os exames no mês seguinte, e no outro também. Como o processo é dinâmico, nem sempre a perda da capacidade de ovular ocorre de maneira brusca. A cada mês meus exames melhoravam ligeiramente, e eu me animava. Mas só até ouvir a opinião dos médicos, que diziam que o diagnóstico não havia mudado.

Então meu ginecologista sugeriu que eu procurasse um especialista em infertilidade. Era um médico renomado, por isso o horário foi marcado para dali alguns dias. Para não perder a consulta, já levaria uma série de exames, assim ele poderia avaliar melhor meu caso (até um tal de Hormônio Anti-Mulleriano, feito em pouquíssimos lugares aqui no Brasil). E na véspera da consulta (na véspera, exatamente!), eu descobri que… estava grávida!

Parece difícil acreditar, mas foi meu marido quem desconfiou. Ao pegar o resultado dos exames, que eu deveria levar no dia seguinte ao especialista, ele notou que estavam muito diferentes do que os anteriores. Ele também foi ao Google, e dessa vez nosso maravilhoso oráculo disse que eu estava… grávida! E foi assim que compramos um exame de farmácia, e confirmamos a vinda da nossa pequena Catarina!

O resto da história vocês já sabem. Hoje eu sou mãe de uma linda menina de quase três anos. Meu presente, meu pequeno milagre. Eu não duvido mais que eles acontecem, todos os dias, em todos os lugares. E você?




Arquivado em: Papo de mãeSaúde Tags:

Comentários (81)

Trackback URL

  1. Fernanda Braga disse:

    lindo. parabens, voces se merecem !

  2. Ceila disse:

    Que Lindoooo!!!!
    Nossa…que história…
    Enquanto lia seu relato e sua ansiedade em fazer de tudo para ser mãe, pensava comigo nas milhares de mulheres que tem por aí, que foram agraciadas por Deus para serem mães e não dão valor, ou “tiram”, ou dão como se fosse uma coisa, ou jogam no lixo…É revoltante!!!

    Mas fico muito feliz que você conseguiu e que hoje tem ao seu lado esta joia preciosa vinda direto dos céus.
    Parabéns…Com certeza sua experiencia servira de consolo e esperança para muitas futuras mamães.

  3. Carla disse:

    Estou sempre por aqui, mas nunca me manifesto !! Hoje não há como deixar este relato passar sem um agradecimento, muito obrigada por dividir conosco suas experiências !! Não tenho a menor dúvida de que sua conversa com pessoal lá de cima surtiu efeito !! Muita saúde, amor e paz para sua família !!

  4. Simone disse:

    Fiquei super emocionada com a sua história e compartilho com vc dessa ideia de que milagres acontecem todos os dias…..

  5. Passei exatamente pela mesma situação, eu tinha 27 anos e recebi o diagnostico que não poderia mais ter filhos, eu tinha um menino de 3 anos e tinha perdido um bebe a 6 meses, meu mundo caiu.
    Fiz 2 anos de tratamento, e quando decidi procurar a clinica de fertilização descobri que estava gravida. Foi um sonho se realizando, um verdadeiro milagre.

  6. Eu recebi esse diagnostico estava com 24 anos, depois disso engordei mto, mas sempre deixei tudo nas mãos de Deus, eu nem pensava em engravidar, tinha meu relacionamento,fazia faculdade, e foi eu acabar a faculdade com 28 anos, que aos 29 estou aqui GRAVIDISSIMA, a espera da Isadora que nasce daqui 13 dias!!!!!!

  7. Jeanette Rozsas disse:

    Que linda a sua história! Fiquei emocionada. Adoro seu blog, já curti e compartilhei no FB. Como a minha filha trabalha muito e o tempo de que dispõe dedica ao meu netinho João Victor, sou eu, vovó coruja, quem lê todas as matérias tão interressantes que você publica . Encaminho a ela as que se encaixam bem. Beijos, felicidades a você e sua família. Desde já , um abençoado Natal.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Jeanette, adoro as avós que acompanham o blog! Vocês têm muito conhecimento para compartilhar!

      Grande beijo e obrigada pelo carinho,

      Nívea

  8. raizinha disse:

    SUA HISTORIA E A MINHA HISTORIA ME SINTO TAO SO,IMCAPAZ NAO CONSIGO DAR O TAO SONHADO FILHO AO MEU ESPOSO E ISSO ME CORROI POR DENTRO,SINTO-ME MENOS MULHER,SO UM MILAGRE TAMBEM POIS OS MEDICOS DIZEM QUE NAO TEM MAIS JEITO TENHO 36 ANOS E ENTREI NA MENOPAUSA PRECOSE AOS 34 SEM SABER,E O PIOR QUE O SONHO DE FAZER FERTILIZAÇAO PRA MIM E CONTO DE FADAS POIS ONDE MORO NAO SE SABE NEM DIREITO O QUE E,SONHO TODOS OS DIAS CHORO, E PERGUNTO A DEUS PORQUE,NAO DESABAFO COM NINGUEM SO DEUS SABE E AGORA VCS QUE COMPARTLHAM O MESMO,EM PRANTOS AGORA…

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Raizinha, chorei com seu comentário.

      Infelizmente não conseguimos entender por que essas coisas acontecem. Nos cabe apenas a certeza de que tudo ficará bem, e que lá em cima há sempre alguém cuidando de nós.

      Espero do fundo do coração que você fiquem tranquila, independente de conseguir ou não ter um filho biológico. Ser mãe é muito mais do que isso, e existem outras formas de exercer a maternidade.

      Por favor, não se culpe por não conseguir dar um filho ao seu marido. Certamente para ele é muito mais importante que você esteja feliz.

      Se precisar desabafar, é só escrever. Sempre!

      Bjs,

      Nívea

      • Daniela disse:

        Oí!li seu desabafo e resolvi lhe falar,Fé palavra pequena mais de grande poder!acredite!hoje fiquei sabendo que estou,com o mesmo problema,tenho 33 anos,me abalei um pouco,pois tenho 1 filho de quase tres anos,mais quero ter mais um!Mais acredito em um poder grande que existe em cada uma de nóis e que tudo,tudo mesmo é possivel!acredite existe um Deus vivo,que intercede por nos,falo isso pois passei por problema maior em 2008 e acreditei tive fé,e aqui estou lhe contando!Ore com fevor,fale com Deus do seu desejo,e ele lhe ouvirá,no tempo certo!!e não no seu!

      • Alichandra disse:

        Eu gostaria de saber como você se encontra hoje. É claro que além de realizada, por ter a sua bênção. Mais você realmente entrou na menopausa? Está fazendo reposição? E como é? Como se sente? Eu achei o seu blog meio que no meu desespero por informações.

        • Nívea Salgado disse:

          Oi, Alichandra,

          Sim, eu faço reposição hormonal atualmente – fiquei um ano sem após a parada da menstruação e foi muito, muito difícil. Me sentia muito mal, mas, fazendo a reposição, voltei a ter a disposição de antes.

          Grande beijo, tudo de bom para você 🙂

  9. Agradeça a Deus pela a vida da sua filha e entregue ela nas maos dele! Pois ele fez um grande milagre em sua vida vc deve todo agradecimento a Ele! Ore sempre!

  10. Ni, já tinha ouvido parte da sua história há muitos anos atrás…lendo, me emociono novamente! Que Deus abençoe sua família linda!! Beijos fe

  11. Flavia Pires Rodrigues disse:

    Nívea, vc com certeza é e será para sua filha mais que uma mãe…vc é uma fonte de inspiração para que ela tenha caráter, sucesso, saúde muito amor. Somos sempre merecedores daquilo que fazemos com amor e a Catarina é linda!! bjs e mta felicidade!

  12. Nívea Salgado, que benção de Deus!

  13. Queridas amigas, obrigada pelo carinho! Cada dia é mesmo um novo motivo para agradecer! Grande beijo em todas vocês, saudades!

  14. História linda a sua também, Juliana! Grande beijo para você e para seus pequenos!

  15. Parabéns, Simone!!! Muito feliz por você! Que a Isadora chegue trazendo muita luz e paz para você. Um grande beijo, Nívea – Mil Dicas de Mãe

  16. Nívea Salgado a Isadora nasceuuuu dia 20/12/2013 … linda e perfeita … Ela trouxe de verdade a LUZ, acho que uma mulher só é uma mulher completa ao ter um filho <3 … bjOOS

  17. Simone Sampaio que alegria!!! Parabéns! Muita saúde e paz para ela e para toda a família! Muito feliz por você ter voltado para compartilhar a notícia!

  18. Parabéns! que Deus te abençoe, me emocionei estou vivendo uma situação identica!!! tenho 25 anos diagnosticada com menopausa precoce!!! Creio em Deus e sua história me trouxe mais esperança ainda!

  19. Pricila Tavares disse:

    Tenho 35 anos agora tomei coragem de ser depois de criar 2 sobrinhas recebi a notícia q meus hormônios estão quase 0…. Me sinto vazia. Fico feliz em ver essas histórias de sucesso, me criam esperanças. Grd abraço

  20. Parabéns Nívea… Deus é poderoso, um verdadeiro milagre!! linda sua filha!! Bjs

  21. michelle disse:

    Estou com 37 anosetenho uma filha de 14 anos.Nunca imaginei passar por menopausa precoce,porem há uma semana tive a resposta e de fato tive a menopusa.Há 4 meses não tenho menstruação.Comecei há 4 dias a reposiação hormonal,porém a médica disse que eu não posso mais engradivar. Tenho o sonho de ser mãe maos uma vez, mas ao que tudo inidicanão pderei. Estou depressiva.O que posso fazerpara engravidar? Por favor alguém que tenha uma palavra de algo que fez, me ajudem.

  22. To na espera,meu medico me disse q entrei na menopausa,e agora so um milagre de DEUS,to esperando….Orem por mim qro muito um filho…….Amem

  23. Cris disse:

    Nívea, vc fez reposição hormonal depois dessa gravidez? Ou mesmo antes? O q vc tomou?

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Cris, tudo bem?

      Comecei a reposição hormonal essa semana! Já deveria ter começado há muito tempo, pelo menos 6 meses, mas o ano passado foi tão caótico que voltei ao médico só agora. Pode me escrever no nivea@mildicasdemae.com.br, que te conto o que estou tomando 🙂

      Bjs

  24. Graziela disse:

    Oi Nívea.
    Me identifiquei com cada linha da sua historia porque estou com 30 anos e descobri a falência ovariana há apenas um mês. Tenho fé e acredito que meu organismo vai reagir assim como aconteceu com vc, para que enfim, eu possa dar a luz!
    Meu marido e eu decidimos não comentar com ninguém por enquanto, pois paramos com o anticoncepcional há pouco tempo, porém, ainda vivo com pensamentos e sentimentos de muita aflição. Me sinto muito sozinha no meio deste momento tão turbulento. Sei que posso confiar em Deus e meu marido tem meu dado muito apoio e carinho, mas gostaria de conversar com alguém que já passou por isso… será que poderíamos nos corresponder por um tempo?
    Aguardo seu retorno e Muito obrigada por compartilhar sua historia que encheu meu coração de esperança!
    Beijos
    Grazi

  25. Tayná disse:

    Eu também tive resultado de menopausa precoce com 25 anos e nem pensava em ter filhos!! Com o resultado dos exames veio o sonho de ser mãe e o medo da impossibilidade, pois o médico disse q não tinha chance!! Na mesma hora resolvi tentar e por um milagre de DEUS com quatro meses o resultado positivo. E hoje minha maior benção de Deus tem oito meses. Sua história me fez lembrar muito a minha.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Tayná, tudo bem?

      Que história linda, fico feliz que você também tenha conseguido engravidar e que hoje tenha seu bebê nos braços 🙂

      Grande beijo,

      Nívea

      • Maria Gizele disse:

        Boa noite, sou Gizele tenho útero infantil volume 17,9 , os ovários atrofiados a ginecologista disse que eu estou na menopausa precoce. eu tenho 32 anos, ma s eu nunca mestruei naturalmente. faço reposição hormonal tomo cicloprimogina para não sofrer tanto com sintomas da menopausa. Meu sonho é engravidar tornar mãe mas não tenho condição financeira para fazer tratamento para engravidar, que no caso seria tomar hormonios mais fortes para aumentar o tamanho do útero e receber óvolos doados de outra mulher ,porque eu já fiz exames ultra para ver se eu produzia óvulos mas no exame mostrou que não produzia, a médica me disse que não poderia fazer mais nada por mim, só se eu fosse fazer tratamento particular para ver se eu conseguiria engravidar mas disse que é muito caro esse tratamento e não é certeza de dar certo, o pior é que eu não tenho condição para fazer esse tratamento, mas é meu grande sonho engravidar e ser mãe, pois sou casada já faz 7 anos, todos os dias oro peço a DEUS PARA FAZER ESSE GRANDE MILAGRE NA MINHA VIDA, FICO TRISTE PORQUE TODAS AS MINHAS AMIGAS JÁ TIVERAM FILHOS OU ESTÃO GRÁVIDAS E EU NÃO CONSIGO E NÃO POSSO ENGRAVIDAR. É MUITO TRISTE PORQUE NÃO FOI UMA ESCOLHA MINHA NÃO QUERER TER FILHOS FOI O DESTINO. ORE POR MIM QUERIDAS PARA deus operar esse milagre em minha vida.

    • Simonny Martins disse:

      LINDA HISTÓRIA. EU ESTOU COM 37 ANOS E ESTOU SENTINDO TODOS OS SINTOMAS DE MENOPAUSA PRECOCE.ESTOU PREOCUPADA.

  26. Thais disse:

    Lindo depoimento!!! Grata por compartilhar!!!

  27. Lana disse:

    Bom dia Nivea! Me identifiquei muito com o seu depoimento, tenho 37 anos e a uma semana tive o resultado de menopausa precoce. Na hora meu mundo desabou, tentei mostrar que estava bem, mas por dentro estava desesperada. Sinceramente não sei o que fazer. Queria saber se você tomou alguma coisa? bjus

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Lana, tudo bem?

      Imagino exatamente o que você está sentindo – a sensação é essa mesma, de que o mundo caiu. É triste, eu chorei muito, fiquei alguns meses fora do ar. Fique perto das pessoas que te amam, que tudo dá certo, viu?

      Espero que você possa superar isso em breve – seja conseguindo engravidar, adotando uma criança, ou decidindo partir para um outro caminho. Sobre sua pergunta, eu não tomei nada – engravidei naturalmente, e pedi do fundo do coração (de verdade!) que isso acontecesse.

      Hoje eu faço reposição hormonal – converse com seu médico sobre ela. Há alguns métodos de reposição que não são contraceptivos, então uma gravidez poderia acontecer (as chances são pequenas, mas, dependendo do caso, existem).

      Grande beijo,

      Nívea

    • Simonny Martins disse:

      OI! BOA NOITE! EU NÃO PROCUREI UM ESPECIALISTA AINDA, MAS ESTOU COM OS SINTOMAS DE MENOPAUSA PRECOCE. TENTO ME FAZER FORTE, MAS ESTOU TRISTE. JÁ TENHO DUA FILHAS QUE TIVE AOS 20 E 24 ANOS DE IDADE.

  28. Elisangela de Souza disse:

    Olá Nívea,

    Me identifiquei um pouco com sua história, parei de tomar a pílula em dezembro de 2013 para engravidar, tenho dois anos e meio de casada e um filho que tive aos 17 anos, (mas meu esposo não tem). Só que desde que parei com a pílula, parei de menstruar, os médicos falaram que era meu organismo tentando voltar ao normal, mas ontem recebi esta notícia de que estou com menopausa precoce!!!! Fiquei sem chão, estou escrevendo estas palavras com lágrimas em meus olhos de repente tudo parece estar desmoronando um mundo sobre minha cabeça… a única coisa que sei é que creio em um Deus do impossível e minha esperança está depositada nEle. Desculpe só precisava desafar.
    Parabéns Deus abençoe vc e sua família!!!

  29. VANYCA disse:

    NOSSA ACABEI DE RECEBER O RESULTADO…ESTOU DESTRUÍDA…NOSSA NEM SEI COMO FALAR AO MEU ESPOSO, TENHO 39 ANOS.PRIMEIRO ANO DE CASADA…SNIFFFF

  30. Michelly disse:

    Oi Nívea. Nos conhecemos da Usp, do Dpto de Materiais e do curso do Adiron. Acompanho seu blog (e adoro( já há algum tempo e me lembro de já ter lido sobre sua menopausa precoce. Tenho o mesmo diagnóstico, e sua história sempre me inspirou. Tentei engravidar por 4 anos, sem é com tratamentos. E meu milagrinho tb veio naturalmente, apesar de toda a descrença dos médicos. Estou de 32 semanas e muito Feliz. Acho fundamental que estes assuntos sejam abordados, pois assim como eu, pode encher o coração de outras tentantes de esperança. E, como nós duas

  31. Erica disse:

    Oi nivea! Tudo bem ? Gostei muito da sua história. Eu descobri que estava entrando na menopausa aos 26 anos, descobri qndo fui fazer exames de ritina pois tinha poucos dias de casada e queria engravidar logo, foi qndo veio a notícia. nossa sofri muito e ainda estou sofrendo, pois ja estou com 30 e ainda não engravidei. Se tiver alguem q possa me ajudar eu vou agradecer muito.. obg

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Erica,

      Imagino como você deve estar se sentindo, e sei que não deve ser fácil. Mas tem todo o meu carinho e torcida, viu?

      Como acabei engravidando naturalmente, não houve um profissional diretamente envolvido para te recomendar.

      Grande beijo,

      Nívea

  32. maristela disse:

    ola meninas fiquei muito emocionada com a historia dela estou passando pela mesma situaçao, engravidei em 2008 quando completei 5 meses perdi era gemeos ,passou oito meses engravidei de novo e perdi novamente com 6 meses dai para ca venho tentantando engravidar e nada fazendo issames e mais isames este mes descobri qye estou entrando na menoupasa precose estou com 33 anos meu sonho e ser mae

  33. Erica disse:

    Olá Nívea.

    O seu depoimento é super inspirador e nós dá esperança. Tive o diagnóstico hoje que estou entrando na menopausa precocemente, aos 34 anos. Ainda ão sou mãe e estou na tentativa. Me desesperei de manhã e neste momento, só consigo pensar em soluções, pois não desistirei do meu grande sonho, que é ser mãe.

    Eu já estava tentando a cerca de 10 meses, mas hoje, quando de certa forma me tiraram esta possibilidade, que vi como quero muito ser mãe. Não me imagino de outra forma.

    Espero que futuramente eu tenha boas notícias para compartilhar.

    Beijos, fé e força.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Erica,

      Imagino o que você está passando no momento, e tenha certeza de que estarei torcendo muito, muito mesmo, para que você realize seu sonho! Não se desespere, procure alternativas, bons profissionais, que no fim, de alguma forma, dá tudo certo <3

      Um grande beijo,

  34. Vanessa disse:

    Poxa… Eu nem sei por onde começar. Estou chorando até agora… Choro por achar sua história linda e também por mim… Eu tenho 28 anos recém-completados, ainda não sou mãe, nem sou casada e nem tenho namorado. Ultimamente minha menstruação vem falhando, assim como você descreveu que a sua começou falhando. Estou com muito medo, pois nunca fui um médico, ainda sou virgem e depois de ler sua história me desesperei. Se isso estiver acontecendo comigo, meu Deus, eu nunca serei mãe?
    Eu sempre disse pra mim mesma que não queria ser mãe, mas falava isso da boca pra fora. Espero sinceramente que Deus olhe por mim e espero que não seja o que estou pensando.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Vanessa,

      Por favor, não fique assim. Pense o melhor, você ainda não sabe o que está acontecendo, e se há realmente algum motivo para se preocupar. De qualquer forma, procure um médico, pois ele poderá pedir exames de sangue para confirmar se há algum problema hormonal. Assim você ficará mais tranquila.

      Beijos, boa sorte!

  35. cinthya disse:

    Olá Nivea,

    Realmente sua historia, é muito inspiradora.
    Eu estou com 33 anos e estou sentindo ja os sintomas da menopausa precoce.Estou muito triste pois ainda não tenho filhos, e sou recentemente casada. tem 10 meses que tento engravidar e nada. Apesar de não ter feito ainda os exames de hormônios pra ter certeza, algo me diz que é por causa da menopausa precoce,pois sinto muitas ondas de calor caracteristicas da menopausa precoce. Sua historia me deixou com mais esperança. Fé em Deus.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Cinthya,

      Estou torcendo por você. Vá ao médico e faça logo os exames, porque se o processo ainda estiver no início (ou seja, em pré-menopausa, mas com uma reserva ovariana ainda boa), você pode tentar correr contra o tempo e tentar uma fertilização.

      Grande beijo, boa sorte, fique bem,

      Nívea

  36. Maira disse:

    Obrigada pela mensagem de esperança! Acabo de voltar do médico com este diagnóstico. Tenho 37 anos, e estou sem chão hoje. Já marquei consulta com um renomado médico de SP. A esperança é a última que morre! Tenho muita fé em Deus! E sei que logo minha Sofia estará conosco!
    Parabéns pela Catarina linda!!!

  37. Viviane disse:

    Bom dia!
    Quero te parabenizar pela linda história, pela filha linda que tens e por dividir conosco um pedacinho dessa alegria.
    Bom tenho 32 anos e a 2 meses parei de tomar o anti e com isso comecei a ter calorão e nem sinal de menstruação.
    Procurei o ginecologista pra saber o q estava acontecendo comigo e ele pediu alguns exames inclusive o de hormônios. Hoje retornei a consulta e após fazer a intravaginal foi constatado q meus ovários estão atrofiados, muito pequeno, e os exames… confirmaram menopausa precoce. Meu Deus entrei em pânico chorei muito, e ainda choro. Mas creio em Deus tudo vai dar certo, O meu Deus é o Deus do impossível. E pra você que esta lendo, não desista, não perca sua fé.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Viviane,

      Imagino como tudo isso deva estar sendo difícil para você. Meu coração está com você nesse momento, torcendo para que de alguma forma você realize seu sonho de ser mãe.

      Grande beijo, boa sorte!

  38. klycia disse:

    Que linda história! Com certeza Deus lhe concedeu essa benção porque sabia que vc merecia e seria uma ótima mãe. Felicidades!

  39. Adriana Castro disse:

    Nivea,
    Primeiro desejo mais saude para sua bencao chamada Catarina…Tenho 35 anos,casada e ha 3 meses nao menstruava e sentia varios sintomas e por conta propria fiz os exames FSH e LH e deram super altos.Entao fui ao um medico especialista e ele passou o tal do Mulleriano..daqui ha alguns dias pegarei os resultados,porem estou abatida, choro muito,estou ansiosa,preocupada.Sinto todos os sintomas de Menopausa Precoce.Sua historia me deu forca,Pois qro muito ser mae.Creio na Forca de um DEUS maravilhoso.
    Gostaria de seu contato,tenho duvidas.Estou desabando.
    Paz e Saude para vc e sua princesa.

  40. Cleo disse:

    Vc não sabe como esse post me fez bem!acabei de chegar do ginecologista com esse mesmo diagnóstico “falência ovariana” dei um Google para entender melhor.
    E dei de cara com seu caso,muito parecido com o meu, tenho 32 anos e cheia de vontade de ter um filho.
    estava sem chão até ler o seu depoimento,agora eu vi uma luz no fim do túnel.
    Obrigada por compartilhar sua história linda,

  41. Viviane disse:

    Olá Nívea, creio q só o fato de compartilhar sua linda história neste post já tem um dedinho de Deus. Hj recebi a confirmação deste diagnóstico tb, meu anti-mulleriano deu insuficiente(0,09), além da falência ovariana tenho as trompas obstruídas, no meu caso somente uma fertilização seria possível. Tenho 32 anos, estou casada há 6 anos e há dois já fazia tratamento para engravidar. Meu marido queria muito ser pai, e me sinto muito triste por ele. Como já foi dito anteriormente, me sinto “menos mulher”, é muito difícil de “recalcular a rota” nesse momento, mas creio no Plano que Deus tem para mim e me coloco em suas mãos nesse momento.. Já nos cadastramos na fila de adoção. Sua história é inspiradora e ler os relatos de pessoas na mesma situação que eu de certa forma me confortam e mostram como é importante compartilhar os nossos anseios. Vou agora rezar por nós e todas as mulheres que passam por esta situação difícil!!!! Espero voltar em breve com uma boa notícia! Não desanimemos meninas! Tenhamos Fé em Deus! Não podemos condicionar nossa felicidade à um fato que não depende de nós.. devemos ser felizes é isso que Deus quer!Talvez não da forma como planejamos, mas Ele sabe o que é melhor para nós!

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Viviane,

      Só tenho a agradecer pelo seu comentário! Tenho certeza de que não é fácil falar sobre isso, mas você não faz ideia de como é importante para outras leitoras que passam por aqui! Estarei torcendo para que você realize seu sonho de ser mãe, da maneira que for! Um beijo enorme no seu coração!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail