x

Pergunte grátis ao Especialista

DÚVIDAS? x PERGUNTE AOESPECIALISTA PERGUNTAR Principais dúvidas

Insegurança em adolescente como tratar?

Eliane perguntou 1 ano atrás
ComunidadeCategoria: FilhosInsegurança em adolescente como tratar?
Eliane perguntou 1 ano atrás

Como trabalhar a insegurança em adolescentes !?  Quais melhores assuntos, melhores palavras e atividades desenvolver na fase da adolescência ? 

6 respostas
Aurora RobertaAurora Roberta respondeu 12 meses atrás

É realmente dificil, aliás são chamados de aborrecentes, essa é a pior fase da vida dos pais, estou passando pelo mesmo problema…

Ana ClaudiaAna Claudia respondeu 12 meses atrás

Se encontrar a fórmula mágica venha aqui nos contar, esse é típico cansaço mental…Muito difícil realmente!

Valquiria Nunes CostaValquiria Nunes Costa respondeu 7 meses atrás

Cada adolescente é único, portanto, é importante ajustar as estratégias de acordo com suas necessidades individuais. Se a insegurança do adolescente parecer estar causando um impacto significativo em sua vida, considerar a busca de apoio de um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou terapeuta, pode ser benéfico. Esses profissionais podem ajudar o adolescente a explorar suas inseguranças e desenvolver habilidades para lidar com elas de maneira saudável e construtiva.

Eduarda Eduarda MiguelEduarda Eduarda Miguel respondeu 6 meses atrás

Trabalhar a insegurança em adolescentes requer uma abordagem sensível e aberta. A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas, emocionais e sociais, e é comum que os adolescentes enfrentem inseguranças sobre sua aparência, habilidades, relacionamentos e futuro.

Manu GomesManu Gomes respondeu 4 meses atrás

Converse com o adolescente e ouça atentamente seus pensamentos, preocupações e sentimentos. Esteja disponível para ouvir, sem julgamentos, e ofereça apoio emocional. Incentive o adolescente a reconhecer suas habilidades, talentos e conquistas. Ajude-o a focar em suas qualidades positivas.

Francisca RibeiroFrancisca Ribeiro respondeu 4 semanas atrás

Dê espaço para que assumam responsabilidades e tomem decisões, gradualmente, promovendo a autonomia.
Esteja lá para orientar e apoiar, mas também permita que enfrentem desafios.

Para responder essa dúvida, por favor faça login abaixo ou clique aqui para criar sua conta.

6 respostas
Aurora RobertaAurora Roberta respondeu 12 meses atrás
É realmente dificil, aliás são chamados de aborrecentes, essa é a pior fase da vida dos pais, estou passando pelo mesmo problema...
Ana ClaudiaAna Claudia respondeu 12 meses atrás
Se encontrar a fórmula mágica venha aqui nos contar, esse é típico cansaço mental...Muito difícil realmente!
Valquiria Nunes CostaValquiria Nunes Costa respondeu 7 meses atrás
Cada adolescente é único, portanto, é importante ajustar as estratégias de acordo com suas necessidades individuais. Se a insegurança do adolescente parecer estar causando um impacto significativo em sua vida, considerar a busca de apoio de um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou terapeuta, pode ser benéfico. Esses profissionais podem ajudar o adolescente a explorar suas inseguranças e desenvolver habilidades para lidar com elas de maneira saudável e construtiva.
Eduarda Eduarda MiguelEduarda Eduarda Miguel respondeu 6 meses atrás
Trabalhar a insegurança em adolescentes requer uma abordagem sensível e aberta. A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas, emocionais e sociais, e é comum que os adolescentes enfrentem inseguranças sobre sua aparência, habilidades, relacionamentos e futuro.
Manu GomesManu Gomes respondeu 4 meses atrás
Converse com o adolescente e ouça atentamente seus pensamentos, preocupações e sentimentos. Esteja disponível para ouvir, sem julgamentos, e ofereça apoio emocional. Incentive o adolescente a reconhecer suas habilidades, talentos e conquistas. Ajude-o a focar em suas qualidades positivas.
Francisca RibeiroFrancisca Ribeiro respondeu 4 semanas atrás
Dê espaço para que assumam responsabilidades e tomem decisões, gradualmente, promovendo a autonomia. Esteja lá para orientar e apoiar, mas também permita que enfrentem desafios.
Publicidade