Evitar a ansiedade na maternidade é um passo importantíssimo para manter a saúde e a qualidade de vida. Porém, sabemos que isso nem sempre é fácil. Muitas vezes a maternidade pode vir como algo inesperado, o que torna a ansiedade ainda mais intensa.

Em contrapartida, mesmo em casos de gravidez planejada, esse tipo de efeito pode ser notado na saúde mental da mulher, uma vez que ela está lidando com algo “desconhecido”.

De todo modo, existem ações que podem ajudar na hora de lidar com essa ansiedade que aparece no decorrer do dia a dia. Neste conteúdo apresentamos algumas dessas ações. Continue lendo para saber mais!

Veja mais: Como lidar com o estresse na maternidade?

Publicidade

Como evitar a ansiedade na maternidade?

evitar a ansiedade na maternidade

Mãe cansada enquanto filha faz bagunça. Foto: Freepik

Antes de qualquer coisa, precisamos entender que apesar de existirem formas de evitar a ansiedade na maternidade, isso não quer dizer que nunca nos sentiremos ansiosas. Isso porque a ansiedade faz parte da vida de qualquer ser humano e, inclusive, tem um importante papel relacionado à nossa sobrevivência.

Sendo assim, não pense que existe uma fórmula mágica capaz de extinguir a ansiedade da noite para o dia. Às vezes, o melhor a se fazer é dar-se um tempo para si, sem querer ser uma super heroína que nunca se abala com a ansiedade, ok?

Dito isso, vamos agora às considerações:

1. Aprenda a desapegar da “perfeição” e delegue mais

evitar a ansiedade na maternidade

Mãe e filha tristes sentadas no chão. Foto: Freepik

Sabe aquela mania de querer tudo perfeito e dentro do que você tem planejado? Bom, saiba que esse tipo de comportamento pode estar fazendo com que você fique sobrecarregada de tarefas.

Publicidade

Sendo assim, se você realmente quer evitar a ansiedade na maternidade, comece a delegar mais. Deixe que a sua família ajude na limpeza da casa, permita que as outras pessoas cuidem do seu filho de vez em quando e pare de querer tudo dentro de uma “perfeição” quase inatingível.

2. Não queira abraçar o mundo se quiser evitar a ansiedade na maternidade

Seguindo o fio da meada que iniciamos no primeiro tópico, lembre-se de que para evitar a ansiedade na maternidade é necessário entender que você não precisa abraçar o mundo.

Pare de querer mostrar uma fortaleza que não existe! Infelizmente, ainda vemos muitas pessoas romantizando as dores e os dissabores das mulheres mães, mas isso não deve entrar na sua linha de raciocínio.

Compreenda que todos têm limites e que você não precisa aceitar tudo apenas para parecer uma mãe verdadeiramente boa. Isso é irreal.

Veja mais: Dica de autocuidado para mães (exaustas e nervosas! Alguém por aí?)

3. Faça o que estiver ao seu alcance

Faça aquilo que pode ser feito por você, sem se tornar um problemão. Isso evita que você tente fazer aquelas demandas que os outros julgam como boas, mas que na prática não tem nada a ver com o que você realmente deseja.

Publicidade

Quer um exemplo bem simples? Pense na organização da sua casa. Será que você está se “matando” para manter uma casa impecável, enquanto ultrapassa os seus limites, apenas para provar isso aos outros? Será que vale a pena viver esse tipo de situação? Pense sobre isso.

4. Tire um tempo para você mesma e curta a sua companhia

Mulher ansiosa com chupeta na mão. Foto: Freepik

Sabemos que esse tipo de dica para evitar a ansiedade na maternidade pode ser malvista em algumas circunstâncias. Afinal, infelizmente a maior parte das mães não tem um tempo para si mesma. Porém, o que queremos dizer é que, assim que possível, você deve, sim, reservar um momento para si.

Pode ser enquanto os seus filhos estão na escola ou na casa da avó, por exemplo. Apenas lembre-se de se colocar como prioridade nesse momento! Cuide da sua pele, cabelos, descanse, dance, faça algo que gosta muito, e assim por diante. A sua companhia deve ser a sua melhor amiga!

Veja mais: Como se tornar uma mulher autoconfiante? 10 dicas infalíveis

5. Invista em hábitos saudáveis

Os hábitos saudáveis são indispensáveis na hora de evitar a ansiedade na maternidade. Caso contrário, o nosso próprio corpo poderá ser o propulsor das crises de ansiedade.

Isso porque os exercícios físicos provocam bem-estar e relaxamento, enquanto alguns alimentos trazem uma sensação de calma e conforto, e a ausência dessas atividades pode provocar o contrário.

Sendo assim, cuide do que você come, mantenha a hidratação, tente criar regras para o seu sono e evite levar uma vida sedentária. Assim você cria uma atmosfera mais saudável para todo o seu organismo.

6. Recorra a rede de apoio para evitar a ansiedade na maternidade

Mãe e filha ansiosas. Foto: Freepik

Novamente, sabemos que nem todas as mulheres têm uma rede de apoio na qual podem recorrer em momentos mais difíceis. No entanto, converse com as suas amigas e conhecidas sobre o assunto. Às vezes, o auxílio está a um passo de você, embora você não tenha percebido.

Tente encontrar formas de criar laços que auxiliem você nesse momento. Afinal, você merece!

Veja mais: Educando filhos emocionalmente inteligentes – 9 sugestões

7. Entenda a funcionalidade da ansiedade

No começo deste artigo nós pincelamos a ideia de que a ansiedade faz parte da vida do ser humano e, inclusive, tem um papel relacionado à sobrevivência. Isso ocorre devido ao fato de que a ansiedade nos ajuda a nos prepararmos para situações difíceis, desconhecidas e, em alguns casos, perigosas.

Se a ansiedade não existisse, estaríamos expondo a nossa saúde física e mental a situações nada seguras. Portanto, entenda que sentir-se ansiosa é mais do que normal! É algo que acontece em diversas circunstâncias.

8. Entenda que nem sempre teremos o controle de tudo

Outro ponto que pode ajudar a evitar a ansiedade na maternidade é compreender que nem sempre teremos o poder de manter o controle sobre tudo. A vida é dinâmica, e dentro dela lidamos com mil e uma coisas, diariamente.

Isso quer dizer que nem sempre deteremos o poder sobre o que está acontecendo, e aceitar isso pode ser um caminho para nos sentirmos mais em paz.

Veja também: Medo de dormir sozinho na adolescência – Como ajudar o filho?

9. Pratique o autoconhecimento

Mulher chorosa com o bebê no colo. Foto: Freepik

O autoconhecimento também é um forte aliado na hora de evitar a ansiedade na maternidade. Por meio dele você pode descobrir muitas coisas sobre si mesma, como os seus limites, forças, fraquezas, medos, qualidades e defeitos.

Dentro desse autoconhecimento, inclua um melhor entendimento do seu corpo e da sua fisiologia. Pois tudo isso pode lhe ajudar a entender os sinais da ansiedade e aprender a controlá-los com base na ciência.

Veja também: Perguntas de autoconhecimento: Toda mãe precisa fazer!

10. Busque a psicoterapia para evitar a ansiedade na maternidade

A psicoterapia, assim como o autoconhecimento, nos dá a oportunidade de lidarmos melhor com as nossas emoções e sentimentos. E tudo isso evita que a ansiedade domine os nossos dias.

Por isso, dentro do possível, procure a psicoterapia. Inclusive, considere a possibilidade de conseguir tratamento gratuito em faculdades que têm o curso de psicologia. Vale a pena procurar esse auxílio.

Veja mais: Como cuidar da saúde mental dos filhos?