Você sabe como arrumar o berço do bebê de acordo com a sua idade? Se ainda não, então é hora de aprender com dicas definitivas sobre o assunto!

Esperamos lhe ajudar a criar um ambiente super confortável e seguro para o seu pequeno. Apenas lembre-se, ainda, de consultar o pediatra se perceber que o sono do bebê não está bem adequado, ok?

Afinal, nosso conteúdo é informativo, mas não exclui a atuação de um especialista. 😉

Dito isso, vamos ao nosso texto de hoje! Confira as dicas.

Publicidade

Leia também: Como lidar com o estresse na maternidade?

Como arrumar o berço do bebê?

como arrumar o berço do bebê

Bebezinha no berço. Foto: Freepik

Saber arrumar o berço do bebê corretamente é fundamental para manter o conforto e, acima de tudo, a segurança da criança.

Afinal, dependendo dos meses de vida, o bebê pode não ficar adequado em determinados tipos de colchões ou de acordo com a organização do berço.

Por isso, fique de olho nas nossas dicas abaixo e promova um ambiente aconchegante e incrível para o seu filho:

1. Nos primeiros meses é preciso pouco espaço e muito conforto

como arrumar o berço do bebê

Quarto do bebê. Foto: Freepik

Publicidade

Arrumar o berço do bebê nos primeiros meses é relativamente simples. Até os 60 dias de vida você deve focar em manter um espaço ligeiramente limitado, mas muito aconchegante e confortável.

Isso porque o bebê possui a “memória do útero”, sendo que dentro do corpo da mãe ele estava em um ambiente bastante limitado. Por isso, criar uma extensão desse espaço do útero é promover mais tranquilidade e bem-estar para o pequeno.

Se você deixá-lo muito solto no berço, a criança poderá se sentir desconfortável e desprotegida, e isso poderá atrapalhar o seu soninho. Portanto, use um ninho redutor de berço até os dois meses de vida do seu bebê.

E lembre-se de usar um que seja de qualidade, a fim de evitar alergias por conta de materiais e componentes que não sejam de algodão, por exemplo. Fique de olho nisso!

Veja mais: Regressões de sono: do nascimento até 18 meses, explicadas!

2. Como arrumar o berço do bebê: Até os seis meses de vida

como arrumar o berço do bebê

Bebê fofa no berço. Foto: Freepik

Publicidade

Nesta fase, o ideal é que o bebê durma no quarto dos pais. Isso facilita o cuidado e o “atendimento”. Afinal, até os seis meses o bebê tende a acordar mais vezes durante à noite. Passado esse período ele tenderá a dormir por mais horas e, por isso, poderá ser transferido para o seu próprio quartinho.

Observe se o lençol está bem esticadinho e preso no colchão. Além disso, use capas impermeáveis para proteger o material e garantir, inclusive, uma proteção contra ácaros e poeira.

O colchão precisa encaixar perfeitamente no berço, pois se sobrar espaço pode ser a porta de entrada para acidentes durante a noite. Fique de olho nisso!

O tecido dos lençóis precisa ser 100% algodão, a fim de evitar alergias no bebê. Outro ponto importante que deve ser considerado é a troca da peça de roupa de cama: duas vezes por semana é o ideal para manter a higiene sempre em dia. Por isso, monte um enxoval que ajude você a manter essa troca constante.

Use uma manta confortável e quentinha para enrolá-lo bem. Certifique-se apenas de que a manta está bem posicionada e não irá se afrouxar a ponto de cobrir o rostinho do bebê.

Vale ressaltar, ainda, que até os seis meses não é necessário o uso de edredom e travesseiro. Uma manta quentinha já é o suficiente durante essa fase de vida do bebê.

Para finalizar, adquira um kit berço para deixar tudo completinho. Apenas lembre-se de se certificar se os itens estão verdadeiramente presos no berço. Se eles se soltarem, poderão se tornar um “estorvo” para o bebê. Portanto, fique de olho, ok?

Leia mais: O Sono Infantil: Picos de Crescimento e Saltos no Desenvolvimento

3. Acima de 6 meses de vida

como arrumar o berço do bebê

Quarto do bebê. Foto: Freepik

É muito importante que você certifique a qualidade do colchão, especialmente nesta faixa de idade. Afinal, acima dos seis meses o pequeno pode começar a se movimentar um pouco mais, a ponto de dobrar o colchão se ele for muito leve.

Por isso, opte por modelos que tenham, no mínimo, 12 cm de espessura e que sejam ligeiramente pesados. Além disso, novamente cheque se o colchão está bem preso no berço, sem nenhum tipo de sobra nas laterais, em cima ou embaixo.

Quanto às cobertas, lençóis e demais itens, é fundamental que você sempre deixe tudo bem preso no berço. Isso evita que, durante os movimentos do bebê, os materiais cubram o seu rostinho.

Esse último cuidado é importante, pois, se o lençol ou a manta cobrir o rostinho do bebê, este poderá sofrer um sufocamento. Fique de olho!

Veja mais: Pesquisadores reforçam interferência de aparelhos digitais na qualidade do sono

4. Como arrumar o berço do bebê: Opte por levantar a cabeceira do berço, ao invés de usar um travesseiro

Pai mostrando o cachorrinho no berço para o filho. Foto: Freepik

Apesar de muita gente ser adepta ao uso de travesseiros depois dos seis ou oito meses de vida do bebê, alguns especialistas apontam que apenas levantar a cabeceira já é mais do que o suficiente.

Isso porque o bebê tem capacidade de manter a postura adequada enquanto dorme. Logo, não necessita de uma elevação, exceto em casos de refluxo.

Ou seja, eleve a cabeceira se o seu bebê tem refluxo ou se você estiver insegura e quiser impedir qualquer tipo de acidente.

A ausência do travesseiro, nesses casos, pode ser interessante por, justamente, ser um item a menos no berço e, consequentemente, uma chance a menos de sufocamento.

Veja também: 7 dicas para ter uma noite de sono melhor!

Opte por deixar o seu bebê dormindo de barriga para cima

Bebê no bercinho. Foto: Freepik

Quando você arrumar o berço, lembre-se de posicionar o bebê de barriga para cima durante o soninho. Isso garante que ele durma e respire adequadamente, uma vez que deitar de lado pode fazer com que o bebê respire o ar que acabou de expirar, e assim, sofra de asfixia.

Um adulto pode dormir de lado porque a parte do cérebro responsável por controlar a respiração já está desenvolvida. Ou seja, se houver ausência de oxigênio, o cérebro fará com que uma pessoa adulta se mova na cama para mudar de posição e respirar melhor.

Por isso, antes dos seis primeiros meses de vida não coloque o seu bebê de bruços ou de lado no berço. Mas sim, sempre de barriguinha para cima, para ser mais seguro e efetivo.

Em caso de dúvidas, consulte um médico

Menina no berço. Foto: Freepik

Se o seu bebê não tem dormido bem ou tem apresentado comportamentos estranhos no berço, procure o seu pediatra e relate o caso.

Afinal, além de saber como arrumar o berço do bebê, também é preciso ficar atento ao seu comportamento e potenciais problemas de saúde. Assim ele será protegido e você o verá ainda mais confortável e feliz.

 

Veja agora: