Muitas vezes as pessoas subestimam os benefícios de certos produtos ou se recusam deliberadamente a usá-los por causa de algum preconceito infundado. Tal destino quase se abateu sobre os peixes, o que pode ser de grande benefício para o corpo. Então descubra quando uma criança pode comer peixe.

Os benefícios do peixe

O peixe deve ser uma parte importante da dieta de todos, já que estudos científicos comprovaram que ele é uma fonte de vitamina D e ácidos graxos insaturados ômega-3.

criança comendo peixe

Mais de 12.000 voluntários participaram de estudos em grande escala. Um grupo comeu peixe diariamente, enquanto outros tomaram suplementos de ômega-3.

Publicidade

De acordo com os resultados dos experimentos, ficou comprovado que os suplementos alimentares não são capazes de reduzir os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e prevenir a morte prematura.

Quanto ao peixe, os resultados dos estudos mostraram que reduz significativamente a mortalidade por doenças do coração e dos vasos sanguíneos, reduz o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, alergias, asma e obesidade nas crianças.

Este fato foi confirmado por análises, que foram feitas com base nos resultados de 17 tipos de ensaios realizados ao longo de 9-15 anos.

Regras para oferecer peixe às crianças

criança comendo peixe

Os médicos dão as seguintes recomendações sobre a introdução de pratos de peixe na dieta das crianças:

  • basta dar duas porções de peixe por semana, uma delas gordurosa;
  • é aconselhável escolher peixes dos seguintes tipos: salmão (rico em vitamina D), sardinha, tilápia (rico em ácidos graxos ômega-3);
  • é necessário excluir o atum, o espada e o tubarão da dieta infantil devido ao conteúdo em grande quantidade de mercúrio em sua carne.

Como escolher peixe para oferecer ás crianças?

Ao oferecer peixes para seu filho, você precisa ter certeza de escolher peixes que:

Publicidade
  • Estejam devidamente limpos.
  • Foram cuidadosamente preparados.
  • Evite peixes crus.
  • Tenha cheiros mais suaves que seu filho possa aceitar mais facilmente.

Como cozinhar peixe para bebê?

criança comendo peixe

Você pode cozinhar peixes de várias maneiras – cozinhar no vapor ou assar são mais saudáveis ​​do que cozinhar na panela. Esses métodos também tornam os peixes mais macios e fáceis de comer.

Estudo: peixe é bom para asma

Mais uma novidade do mundo científico: um estudo publicado há três dias no periódico internacionalmente conhecido Pediatrics mostrou que o consumo de peixe por bebês entre 6 e 12 meses pode estar associado a uma menor chance de desenvolvimento de asma.

Mais de 7.000 crianças holandesas foram avaliadas nesse trabalho e houve a conclusão de que existe uma janela favorável à inserção de peixe no cardápio das crianças no segundo semestre de vida (período que coincide com um maior amadurecimento do sistema imunológico dos bebês).

Não houve relação entre a quantidade de peixe ingerida e a ocorrência de asma, ou seja, aparentemente pequenas quantidades do alimento já promoveriam o efeito protetor. Aos 4 anos de idade, crianças que começaram a ingerir peixe nessa fase apresentaram menor prevalência de chiados no peito.

Publicidade

Quando o consumo de peixe foi iniciado antes ou após esse período, não foi notada relação entre o consumo desse alimento e uma menor prevalência de asma.

Essa informação é interessante porque muitos pais se preocupam em postergar a apresentação de peixe e crustáceos aos filhos, justamente por serem conhecidos como causadores de alergias.

Os próprios autores do estudo afirmaram que outros estudos precisam ser feitos para esclarecer essa relação de declínio do risco de asma em função da ingestão de peixes por bebês.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui. E para ler outros posts sobre saúde, clique aqui.