Um dos maiores desafios de quem tem filhos pequenos é manter a casa limpa e organizada. Quando bebês, a dedicação da mãe é tão intensa que não sobra muito tempo para os afazeres domésticos (eu me lembro bem que os paninhos de boca e de ombro ficavam distribuídos pela casa, e por meses pareciam fazer parte da decoração!). Depois que começam a andar, você fica o dia todo monitorando a criança para que ela não se machuque, ou pegue algo que possa quebrar. E, finalmente, quando os filhotes conquistam maior autonomia, a bagunça deixa de ficar restrita a um cômodo – os brinquedos ganham a sala de jantar, os quartos (inclusive o dos pais) e todos os cantinhos possíveis e imaginários (você só vai descobrir aquela pecinha minúscula que estava perdida quando pisar exatamente sobre ela!).

organizando brinquedos

A verdade é que a casa fica de pernas para o ar, em boa parte do tempo. Por isso, separei algumas dicas que podem ajudar em sua organização, vem dar uma espiadinha!

1) Invista em caixas organizadoras: elas são grandes aliadas para deixar a casa com cara de arrumada. Mais do que isso – quando você guarda os brinquedos das crianças, evita que eles fiquem empoeirados (o que é fundamental para quem tem um filho alérgico), e permite que a limpeza da casa seja feita mais rapidamente, e com maior eficiência. Prefira as caixas transparentes, que facilitam a localização dos objetos pelos pequenos (assim seu filho não precisará abrir todas elas para encontrar o super-herói que estava procurando), e determine quais brinquedos deverão ser guardados juntos, para que cada caixa seja usada separadamente.

Publicidade

2) Aproveite os móveis da casa para guardar os brinquedos: uma dica bacana para quem gosta da casa arrumada é usar os próprios móveis para guardar os itens das crianças. Seu filho gosta de brincar na sala, com toda a família reunida? Ao invés de estressar com a bagunça, abra espaço no rack da televisão, ou em um armário do cômodo, para que os brinquedos sejam guardados na hora de dormir. Também é uma boa estratégia para quando uma visita de última hora chega – coloque tudo dentro das portas, e em um passe de mágica sua casa ficará linda!

3) Seu filho deve participar: o entendimento de que a criança faz parte da família e deve dar sua contribuição para a organização da casa é saudável para todos. É claro que é necessário respeitar o limite dos pequenos, e solicitar que ele execute as tarefas para as quais está preparado, de acordo com sua idade. A partir dos 2 anos, o filhote já consegue guardar os brinquedos (primeiro com sua ajuda, depois de forma independente); a partir dos 4, você pode pedir que ele ajude a arrumar a mesa; a partir dos 5, ele já consegue arrumar o quarto guardando as roupas na gaveta, por exemplo. Mas para que ele aprenda é preciso duas coisas: paciência para saber ensinar, e constância no que você pede.

4) Doe o que não usa mais: excesso de objetos sem utilidade dentro de casa é sinônimo de bagunça. Chega uma hora que você não sabe mais onde colocar tanta coisa! Principalmente nos primeiros anos de vida, as fases de desenvolvimento passam muito rápido – e aquele brinquedo que divertia seu filho no ano passado já não causa estímulo algum em uma criança que amadureceu. Peça a ajuda do pequeno para separar o que ele não usa mais e doe aqueles em bom estado – além de conseguir uma casa mais arrumada, você dará o exemplo de que é uma delícia fazer outras crianças felizes!

limpando a casa

5) Aceite uma “mãozinha” extra: se você não estiver dando conta da arrumação sozinha, uma boa alternativa é contar com um profissional que realize a limpeza mais pesada. Atualmente plataformas online, como a Helpling (que surgiu na Europa e opera no Brasil desde o ano passado), permitem que você encontre essa pessoa, marque uma data e um horário para a faxina, com poucos cliques – tendo a tranquilidade de saber que aquele profissional passou por uma seleção, teve sua experiência anterior avaliada e passou por um treinamento para executar um bom trabalho. Como é cada vez mais difícil encontrar profissionais com esse perfil, principalmente quando se precisa de um serviço para breve, é muito bom conhecer essa opção (inclusive, leitoras do Mil Dicas de Mãe têm direito a uma hora gratuita de serviço – é necessário reservar um mínimo de 3 horas e meia – usando o cupom faxinahelpling1h (válido até 24/05/15). Clique aqui para saber mais sobre a Helpling e utilizá-lo).

selo

Publicidade