O corrimento branco é algo que acontece com regularidade entre algumas mulheres. Entretanto, essa regularidade não significa necessariamente que não haja motivos para alerta.

Isso porque existe mais de um tipo de corrimento branco, e cada tipo pode ter suas causas e seus significados próprios.

Veja neste artigo o que pode estar associado com este tipo de corrimento, diferencie cada tipo e entenda melhor seu corpo e sua saúde íntima. Boa leitura!

O que pode ser o corrimento branco?

Protetor íntimo diário para mulheres que sofrem de corrimento branco

Crédito: Freepik

Existem diversos tipos de corrimento, e mesmo entre os de coloração branca há mais de uma espécie. Por isso, é muito importante verificar qual o tipo do seu corrimento para compreender o que este sintoma está tentando te alertar.

Por exemplo, quando o corrimento branco vem acompanhado de cheiro forte ou com consistência atípica pode significar que você está entrando em um quadro de infecção vaginal, como a candidíase. Entretanto, estas mesmas características também pode ser um alerta para o caso de alterações na flora vaginal.

Se este for o caso, o corrimento não será o único sintoma. Pelo contrário, ele virá acompanhado de sinais bastante específicos, por exemplo:

Corrimento branco como sintoma de infecção vaginal / Candidíase Vaginal

Mão de mulher segurando sua virilha

Crédito: Freepik

A Candidíase Vaginal é uma infecção comumente conhecida como infecção vaginal. Este problema de saúde acontece devido ao desenvolvimento de um fungo chamado Candida albicans (por isso o seu nome).

Além do corrimento branco, a Candidíase Vaginal também apresenta alguns outros sintomas, sendo que os mais comuns são:

Tratamento de infecção vaginal

Se você está suspeitando de ter desenvolvido esta infecção, o mais indicado é agendar uma consulta médica com uma ginecologista. Isso porque este é o profissional mais indicado para tratar, cuidar e acompanhar problemas diversos associados com a saúde íntima da mulher.

De modo geral, o tratamento para Candidíase Vaginal é feito através do uso de medicamentos antifúngicos no formato de comprimidos orais, comprimidos vaginais ou pomadas. O tratamento costuma durar entre 3 e 7 dias, a depender do medicamento indicado pelo médico e da gravidade do quadro.

Corrimento branco como sintoma de alterações na flora vaginal / Vaginose bacteriana

Toranja suculenta madura de vista superior

Crédito: Freepik

A Vaginose Bacteriana é uma alteração na flora vaginal e este quadro é considerado normal. Esta alteração acontece quando há maior desenvolvimento de uma bactéria chamada Gardnerella vaginalis.

O corrimento sintomática da Vaginose Bacteriana pode ser branco, amarelo ou acinzentado. Além disso, o quadro apresenta outros sintomas bem característicos, por exemplo:

  • Cheiro forte e desagradável, assemelhando-se ao odor de peixe apodrecido
  • Coceiras muito intensa na região íntima
  • Ardência e queimações na região genital

Tratamento da alteração na flora vaginal

Assim como no caso das infecções, se você tiver suspeita deste quadro é preciso recorrer a atendimento ginecológico. Isso porque apesar das alterações serem consideradas normais, é necessário fazer o tratamento adequado para que o quadro não se agrave e não acarrete em outros problemas de saúde íntima.

De modo geral, o tratamento da Vaginose Bacteriana envolve o uso de antibióticos. Além disso, é indicado que durante o período de recuperação a mulher faça uso de preservativos.

Coloração amarelada, marrom ou rosa

Protetor íntimo diário para mulheres que sofrem de corrimento branco

Crédito: Freepik

Além do corrimento branco, também é comum das mulheres sofrerem de corrimentos de outras cores. As colorações mais normais costumam ser:

De modo geral, corrimentos com estas outras colorações podem indicar a presença de infecções ou de doenças sexualmente transmissíveis, conhecidas como DSTs.

Como evitar infecções e alterações na flora vaginal?

Na verdade, existem alguns cuidados de higiene bastante simples que podem ajudar a evitar infecções vaginais e alterações na flora vaginal. Ou seja, com estes cuidados básicos é muito provável que você não passe mais pela desagradável experiencia de se deparar com corrimento branco nas suas calcinhas.

Os cuidados de higiene mais importantes envolvem evitar:

  • Utilizar roupas íntimas úmidas ou molhadas
  • Utilizar calcinhas de material sintético
  • Vestir calças e bermudas muito apertados, optando sempre por peças de roupa leves e confortáveis
  • Comer muitos doces ou alimentos ricos em carboidratos
  • Dormir sem calcinha
  • Usar lenços umedecidos perfumados e papel higiênico com perfume

Além disso, quando for ao banheiro sempre limpe-se na direção de frente para trás. Este cuidado é fundamental porque dessa forma você evita trazer para a região vaginal resíduos fecais.

O corrimento branco pode ser sinal de gravidez?

Absorvente feminino e uma flor rosa

Crédito: Freepik

Apesar dos quadros de infecção e de desordens íntimas listadas acima, nem todo corrimento branco é sinal de um problema de saúde, necessariamente. Isso porque existem outras situações que também podem acabar por apresentar como consequência o corrimento branco, por exemplo:

Quando o corrimento branco possui caráter transparente ou tem aparência leitosa e não apresenta odores o mesmo é considerado normal. Isso porque é normal a saída de pequenas quantias de secreções brancas e sem odor, pois é uma forma de manter a lubrificação vaginal.

Fertilidade feminina

Muitas mulheres chamam de corrimento branco um muco esbranquiçado que é, sim, um possível sinal de fecundação. Este muco branco tem consistência semelhante a clara de um ovo, e este pode ser sinal que a mulher está no período fértil.

O muco branco é normal, não precisa de nenhum tipo de tratamento e pode ser indicativo que os hormônios responsáveis pela gestação estão em alta no seu corpo. É possível também que o muco seja um sinal de fecundação, ou seja, indique que o óvulo foi fecundado por um espermatozoide, consequentemente, que você conseguiu engravidar.

Basicamente, o muco branco é uma representação que a ovulação está prestes a acontecer. Por isso, se você está tentando engravidar e percebeu que está secretando este muco, saiba que seu período fértil está chegando e você está no melhor momento para suas tentativas.

Aproveite e entenda tudo sobre seu período fértil aqui.

Mas por que este muco branco acontece?

Flor de peônia vermelha com formas de esperma de plástico

Crédito: Freepik

Depois da ovulação, a progesterona começa a ser estimulada pelo organismo novamente. Assim, o corpo lúteo passa a produzir doses muito altas de progesterona e, como consequência disso, este corrimento branco e pastoso se apresenta para a mulher.

Para conseguir diferenciar se este corrimento pode ser sinal de gravidez basta prestar bastante atenção ao seu aparecimento. Isso porque, para ser um possível sinal de gestação, é preciso que o muco esbranquiçado continue sendo secretado mesmo depois do atraso da menstruação.

Em alguns casos, é possível que as mulheres tenham algum sinal de sangramento neste período. Este sangramento pode ser indicativo de:

No fim das contas, a presença deste corrimento branco sugere que o organismo feminino está funcionando perfeitamente bem. Isso porque a presença do muco é um sinal que a ovulação aconteceu (ou está prestes a acontecer). Entretanto, a presença constante do corrimento branco pode significar também que a mulher possui um ciclo anovulatório (quando os ovários não liberam óvulos ao longo do ciclo menstrual).

Quando em abundancia, o corrimento branco pode ser sinal de gestação, sim. Mas é claro que o mais indicado é procurar fazer um teste de gravidez para confirmar a suspeita antes de qualquer outro passo. Além disso, algumas mulheres dizem que depois do período fértil elas conseguem sentir o corrimento branco escorrendo exatamente como acontece com a menstruação.

Este conteúdo te ajudou? Deixe um comentário e compartilhe conosco a sua experiencia.