Ser mãe é sentir saudade

Por 2 Comentários


Ser mãe é sentir saudade. E não demora muito para ela aparecer.
O filho nasce e a saudade já dá as caras. Ai que saudade da barriga. Saudade do mexe e remexe daquele serzinho lá dentro. Saudade de se espantar com a força da natureza, que fica tão concreta quando uma pessoinha está sendo fabricada. Saudade de assistir à magia do nascimento de um grande amor. Saudade de se orgulhar das curvas que gritam para o mundo que ser mulher é poder gerar vida.

ser mãe é sentir saudade

Imagem: 123RF

Ser mãe é sentir saudade de sensações que carregam o transcendental dentro delas. O cheiro do bebê. As fisgadas do peito se enchendo de leite. Aquele pacotinho dormindo, aninhado no colo. A excitação de ver os primeiros passinhos. O som divino do “mamãin”, que um dia sai nítido e vira a melhor trilha sonora por dias a fio.

Ser mãe é não ver a hora de colocar na escola e conseguir voltar a ser um indivíduo, tendo espaço para fazer loucuras como ir ao banheiro sem companhia. Daí é deixar a criança na escola e sofrer com a casa vazia, sem aquele pequeno furacão que preenche todos os seus espaços – os de dentro e os de fora.

Ser mãe é ter saudade do que ainda nem acabou. Os barulhinhos, as palavrinhas erradas, as perguntas divertidas, os papos profundos e desconcertantes. As gargalhadas apaixonantes, os dentinhos de leite, os sorrisos estranhos para as fotos e até os bicos de choro ou mau humor.

Ser mãe é, às vezes, simplesmente desejar que o dia acabe. É ter a impressão de que alguns dias duram o dobro de horas e, ao mesmo tempo, sentir que os anos do filhote estão passando rápido demais. É estar sempre em guerra com o tempo e vê-lo como o grande culpado de algo gravíssimo: é ele que provoca esse enorme estrago no peito chamado saudade.

Ser mãe é fazer retrospectiva mental dia sim dia não e se atrapalhar com as memórias. É caçar as borradas lembranças ignorando os trechos mais conturbados e selecionando apenas os momentos que deixaram adivinha o quê? Isso mesmo! Saudade.

Ser mãe é sentir saudade. Porque só existe saudade quando existe amor e ser mãe é viver essencialmente o amor.

 

 

 


 



Arquivado em: Papo de mãe Tags:

Comentários (2)

Trackback URL

  1. Julia Miranda disse:

    minha menina acabou de começar na creche e eu sinto saudades o dia inteiro, todo dia!! isso é normal? hahaha acho que sim né?? parabéns pelo blog!!

Deixe seu comentário