Pode amamentar com dengue? Confira a resposta oficial.

Por 1 Comentário


Infelizmente, a dengue continua a fazer vítimas por todo o país. É fundamental acabar com os focos de criação do mosquito para evitar a doença (não deixe água parada!), que pode acometer qualquer pessoa. Inclusive, muitas mães estão sofrendo com a dengue, inclusive aquelas que estão amamentando. Não à toa, hoje uma dúvida muito comum é a seguinte: a mulher pode amamentar com dengue?

A seguir, você confere a resposta de acordo com recomendações da secretaria de Saúde de São Paulo, além de outras orientações para prosseguir com o tratamento adequado para a doença, de modo que não comprometa o filhote (nem a sua saúde). Vem ver!

pode amamentar com dengue

Imagem: 123RF

Afinal, pode amamentar com dengue?

Pode, sim. Inclusive, de acordo com informativo emitido pela secretaria estadual de Saúde de São Paulo, um estudo preliminar realizado no Hospital das Clínicas da cidade de Ribeirão Preto, no interior do estado, analisou mulheres com dengue que estavam em fase de amamentação. Os cientistas observaram que não houve transmissão da doença para os bebês por meio do leite materno, de modo que a recomendação das autoridades de saúde é que a amamentação seja mantida mesmo que a mulher esteja com a doença.

“As mães infectadas pelo vírus da dengue podem e devem continuar a amamentar seus filhos normalmente durante o período em que estiverem doentes”, orienta a secretaria. Ainda segundo o informativo, o vírus da dengue não é transmitido pelo leite materno, mas apenas pela picada do mosquito Aedes aegypti.

E mais uma informação muito bacana do estudo é que o leite materno, por meio dos anticorpos que oferece ao bebê, protege a criança até mesmo do vírus da dengue. Mas novas pesquisas são necessárias para entender por que ocorre essa imunização e por quanto tempo ela dura.

Também vale saber que, segundo recomendação da Organização Mundial da Saúde, mulheres com zika são outras que podem prosseguir com a amamentação mesmo doentes.

Já entre as condições que realmente impedem o aleitamento materno está a infecção por HIV e alguns tratamentos de doenças. Veja quais são eles nesse post.

Orientações

Apesar da mulher poder amamentar com dengue, é importante avaliar o estágio da doença para que ela receba o tratamento adequado e mantenha a amamentação caso não esteja muito debilitada. A dengue é uma doença caracterizada por febre alta e dores musculares intensas – ou seja, ela gera um cansaço fora do comum, o que pode impedir o aleitamento em alguns casos (como os mais graves, em que é necessário internação).

Caso a amamentação não esteja sendo possível, converse com o pediatra para avaliar a melhor forma de alimentar o bebê durante esse período. Ele pode recomendar fórmulas ou, se possível, a extração do leite. Avalie as possibilidades com o profissional para chegarem à melhor saída e garantir o alimento da criança sem comprometer sua saúde e recuperação.


 



Arquivado em: AmamentaçãoSaúde Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Gustavo disse:

    Muito bom, isso ajuda muita gente, principalmente tirar essas dúvidas, durante a gravidez isso é crucial.

Deixe seu comentário