Chá na gravidez: o que você pode tomar (e quais evitar)

Por 0 Comentários


Quentes no inverno e geladinhos no verão, os chás são sempre bem-vindos para ajudar a relaxar. Mas é importante saber que nem sempre o chá na gravidez está liberado. É isso mesmo – apesar de parecerem indefesas, algumas plantas estão sendo estudadas pelos cientistas por oferecerem riscos às gestantes, podendo comprometer até mesmo a formação do feto. A seguir, saiba quais são elas, para deixar de lado durante os meses de espera do filhote.

cha na gravidez

Imagem: 123RF

Chás para evitar na gestação

Camomila

Planta que se transforma em um dos chás mais famosos que existe, a camomila não tem o consumo indicado na gravidez (diferentemente do que se dizia até pouco tempo atrás). Isso porque ela pode funcionar como um estimulante uterino e ainda aumentar o número de idas ao banheiro (que já são bastante frequentes na gestação).

Canela

A canela é altamente contraindicada para as gestantes, pois pode atrapalhar a formação dos órgãos do feto. Sem contar que, em grandes quantidades, ela oferece risco abortivo. Por isso, durante a gravidez, além de não consumir o chá da especiaria, também não faça uso de óleo essencial de canela.

Boldo

Se você é daquelas que recorre ao chá de boldo nos primeiros sinais da má digestão, trate de abandonar essa estratégia na gestação. Pela presença de uma substância chamada boldina, o boldo, especialmente na forma de chá, pode levar ao aborto, além de causar desenvolvimento anormal no feto.

Hibisco

Cada vez mais popular entre os chás, o hibisco é mais uma planta com propriedade abortiva. Por levar a contrações uterinas, ela ainda pode causar hemorragias.

Chá mate, chá verde, chá preto e chá branco – pode tomar na gravidez?

Essas variedades de chás também não são indicadas na gravidez. Isso porque elas possuem cafeína, outra substância associada ao risco de aborto. Então, além do excesso de café, vale maneirar no consumo de todas as bebidas que contenham cafeína, como esses chás, durante a espera do bebê.

E que chá está liberado na gravidez?

Se bater aquela vontade de tomar um chazinho, um que você pode consumir com segurança é o chá de erva-doce. A plantinha pode ser muito bem-vinda para aliviar sintomas de resfriados e gripes, por contribuir com o sistema respiratório. Além disso, ela auxilia o organismo contra os incômodos da má digestão, reduzindo gases e sendo eficaz contra dores e cólicas  na gestação. A única ressalva é para mulheres que sofrem com trombose, porque a erva-doce pode atrapalhar o efeito de medicamentos utilizados contra a doença. Se tiver alguma dúvida, vale conversar com um nutricionista.

Veja também: O livro de gravidez do ano!

Veja também: Bebê pode tomar chá? A resposta depende da idade!


 



Arquivado em: AlimentaçãoGravidez Tags:

Deixe seu comentário