Mãe: a “sabe-tudo” da casa

Por 0 Comentários


Você já notou quantas vezes por dia ouve a palavra “mãe”? Pois eu perco a conta logo pela manhã. Eu achei que esse fenômeno aconteceria apenas quando Catarina era bebê, e tinha aprendido a dizer a bendita palavra. Mas percebi que, com o tempo, foi só aumentando – afinal, ao que tudo indica, sou a grande “sabedora” de todas as coisas do mundo. E pensando que daqui a pouco chega a adolescência, quando fatalmente me transformarei na maior megera do planeta, até que gosto do atual posto e estou aproveitando.

Imagem: 123RF

Se no começo da vida do bebê você é solicitada por aquela coisinha pequena para nomear as coisas da casa, enquanto ela aprende como chamá-las, depois aparecem perguntas mais difíceis – até que você vira um minidicionário ambulante. Já tive que ensinar que estrelas do céu não têm pontas, e que a luz que faz a lua brilhar não vem dela, não, vem do sol.

Mas se tem uma coisa que mãe sabe mesmo é cuidar de todo mundo. Sabe como ninguém como fazer um curativo em joelho ralado, como fazer um chazinho esperto para dor de barriga. Aí, quando você começa a se achar a maior “sabe-tudo” do universo, vem uma pergunta que não sabe responder. Como outro dia, em que surgiu a maior discussão aqui em casa para passar repelente. Já que na escola de Cacá há bastante área verde, os mosquitos fazem parte da vida dela o ano todo, e se não passar algo para evitar as picadas, a pequena chega com vários vermelhões em casa.

“Mãe, tem que passar primeiro o filtro solar ou o repelente? “. Uhm, pergunta boa. Tinha ouvido falar que era antes o filtro solar, mas não tinha certeza. E se fosse o contrário? Cacá me olhou com aquela cara que os filhos fazem quando ficam um pouco maiores, e sabem que fizeram uma pergunta difícil, que a mãe ou o pai não vão saber responder. O sorriso já estava no canto da boca, esperando que eu dissesse que precisava perguntar para o Google para ter certeza.

Mas mãe também tem sempre uma carta na manga. Ou vocês acham que a gente se deixa vencer fácil assim? Abri o armário do banheiro dela, onde eu sabia que tinha guardado a resposta para a dúvida. No ano passado estivemos em Foz do Iguaçu, e ele havia sido meu trunfo para proteger do sol e dos mosquitos das Cataratas ao mesmo tempo.

“Então, Cacá, passa os dois juntos. Lembra que esse filtro solar aqui já vem com repelente?” (se você ainda não conhece, estou falando do Sundown Repelente – a versão com repelente do Sundown Todo Dia, o da embalagem azul clara. Mas esse tem uma faixa verde, para mostrar que é diferente – já vem com repelente).

“Aliás, filha, sorte sua que já vem os dois juntos, porque vai ser mais rápido para passar. E se não sairmos em três minutos, você chegará atrasada na escola”. Realmente ele é bem rapidinho, porque além de já ser um produto dois em um, é fácil de espalhar na pele (coisa que toda mãe adora, porque não tem uma criança nesse mundo que fique paradinha para passar filtro solar).

Se você ainda não conhece, fica também como dica de produto bacana, que eu testei e super aprovei por aqui. Já uso há muitos anos essa marca de protetor solar, e adorei a novidade do repelente, cuja ação dura por 3 horas (inclusive temos casa no campo, então é o tipo de produto que sempre tenho que ter em casa). O Sundown repelente é liberado para bebês maiores de 6 meses, pode ser usado no rosto ou corpo, e protege contra os mosquitos que causam dengue, Zika e Chikungunya.

Enfim, depois de mais uma resposta cheia de efeito, mantive meu posto de sabe-tudo da casa (que é ligeiramente invejado pelo marido, já percebi. Mas como ele sabe que dá trabalho, resolveu não lutar por ele).


 



Arquivado em: Cuidados diáriosPublieditorial Tags:

Deixe seu comentário