Fazenda Capoava: um lugar incrível para levar seu filho!

Por 0 Comentários


Como vocês sabem, nós adoramos viajar por aqui. E se for para um lugar perto, melhor ainda: primeiro porque o trajeto é muito menos cansativo para a criança, e porque é possível aproveitar desde um fim de semana ou feriado até um período mais extenso por lá. Por isso, no post de hoje, eu conto sobre a nossa ida à Fazenda Capoava, um hotel que estava na minha lista de desejos há bastante tempo! Já tinha escutado de alguns amigos que é um dos melhores hotéis para crianças do Brasil, e realmente nossa experiência foi incrível.

Eu comemorei meu aniversário lá! Não poderia ter escolhido melhor!

Costumo perguntar para Catarina qual é seu tipo preferido de hotel, e a resposta é sempre a mesma: hotel-fazenda. Ela ama esse contato com o verde, com a natureza, com os bichos… Inclusive ela adora sentir o cheirinho do mato – e esse foi o primeiro comentário que ela fez quando chegamos à Fazenda Capoava. “Nossa, mamãe, que cheiro delicioso que tem aqui!”. Ar puro, cheiro de árvore, enfim tudo o que uma criança da cidade mais precisa (e a menos de duas horas de São Paulo, pois a fazenda fica na cidade de Itu).

Por outro lado, eu gosto de locais com história, que tem o charme dos tempos antigos, porque gosto de imaginar como era o lugar tempos atrás. Por isso a Fazenda Capoava me cativou logo de cara – o hotel fica localizado numa propriedade que foi fazenda de cana de açúcar, acreditam? A casa principal tem centenas de anos, e preserva a arquitetura daquela época (só que com tudo bem cuidado e preservado). Cacá amou saber que era tão antiga, viu o moinho – ou seja, além de tudo acaba sendo uma passeio cheio de cultura.

Ficamos hospedados em um chalé da Colônia, perto da casa principal. Esses chalés têm dois andares, o de baixo com uma pequena sala e um sofá-cama, e o de cima com uma cama de casal. Cacá acabou dormindo conosco, porque nas férias também tem carinho em dobro, concordam? Na varanda tínhamos uma rede para descansar, com uma vista linda e tranquila (eu queria ficar o dia todo ali só recuperando as energias, mas é claro que a Cacá queria brincar!).

Os chalés da colônia

Andar superior do chalé

Andar inferior do chalé

Varanda do nosso quarto

Cacá curtindo a vista da nossa varanda

Em relação ao lazer para os pequenos, a Fazenda Capoava oferece muita coisa. E com uma vantagem em relação aos outros hotéis-fazenda para onde já fomos: é tudo pertinho, e você não precisa caminhar muito. A casa principal – onde há a recepção, o restaurante e a sala do chá da tarde – fica perto da piscina, que por usa vez fica perto do lago e da ilha dos macacos. Ao lado da casa também tem o estábulo, onde você pode combinar um passeio de cavalo (pago à parte). Cacá queria tanto que eu topei (não sou das mais aventureiras, mas no fim me diverti muito! Amei e super recomendo, porque os cavalos são muito mansos). Ela leva tanto jeito, que por vezes ia na frente do grupo! Pegou os comandos em cinco minutos, e ainda me ensinou a manejar o cavalo de um lado para o outro.

Os patos rumo ao lago

Cacá na frente do lado e da ilha dos macacos

Minha amazona! Ela adora andar a cavalo!

Ao lado da piscina fica a brinquedoteca, num espaço bem amplo. Bem legal para os dias mais frios, porque a criançada pode brincar em ambiente interno, mas com amplitude. Algumas atividades dos monitores também eram feitas lá, principalmente à noite.

A ampla brinquedoteca

E o que mais fizemos (tanta coisa! E foi só um fim de semana!)? Pescamos no lago (eu e meu marido só conseguimos pegar um, mas a danadinha da Cacá pegou quatro! Só perdeu para o tio da monitoria, que era indiscutivelmente o maior craque). Aliás, achei bem bacana que entre os monitores tinham biólogos, que faziam atividades de reconhecimento dos bichos. Foi assim que fomos apresentados ao sapo cururu, por exemplo! Deu até para passar a mão e ver como é lisinho!

Um dos peixes que a Cacá pescou!

Quando estivemos lá, Cacá estava meio resfriada, por isso não fomos à piscina. Mas vale saber que ela é aquecida, permitindo que você use por um tempo bem maior no ano.

A piscina do hotel

Também alimentamos os bichos (os peixinhos pescados serviram de comida para os macacos, que ficam na ilha do lago), tomamos um chá da tarde delicioso (recomendo muito os bolinhos de chuva da Dona Norma, a confeiteira do hotel! Aliás ela também fez os biscoitos que recebemos no quarto quando chegamos – divinos!).

Alimentando os cavalos

Cacá e o pai vendo as aves do hotel

Sobre a comida, é legal saber que a Fazenda Capoava tem pensão completa, que compreende o café da manhã, o almoço, o chá da tarde e o jantar. O restaurante me lembrava muito os lugares onde almoçava nas vinícolas do Chile, com amplas janelas de vidro e luminosidade. Mas, claro, que no caso da Capoava os pratos eram brasileiríssimos, com o melhor da culinária brasileira. Além de feijoada, leitão a pururuca, peixes assados, também tinha uma sopinha que facilitava muito a alimentação das crianças pequenas. Nem vou falar dos doces para não ficar com vontade (vocês sabem que eu sou especialista em pudim de leite, né? É minha sobremesa preferida, e como sempre que tem. Então atesto: o da Fazenda Capoava é divino!). Para completar, ganhei um bolo de aniversário surpresa, porque a equipe do hotel percebeu que era meu aniversário, acreditam? Não é demais?

Comidas brasileiras na Capoava

 

Enfim, espero que vocês tenham gostado da dica. E se você morar perto de lá, vale saber que dá para comer no restaurante do hotel e fazer um passeio diferente, com reserva antecipada. Para mais informações: http://www.fazendacapoava.com.br/


 



Arquivado em: Viagem Tags:

Deixe seu comentário