Você já ouviu falar na hora da bruxa dos recém-nascidos? Se não ouviu, certamente você a conhece de perto! Sabe aquele momento desesperador do dia, ao fim da tarde, quando seu filho chora sem parar? Pois é, não disse que você a conhecia?

No post de hoje, a nossa querida consultora de sono, Michele Melão, dá dicas valiosas para acalmar o bebê nesse instante. Entenda a seguir como o sono pode ajudar a evitar a hora da bruxa, além de outras atitudes que auxiliarão seu filho a passar por esse período de estresse.

Por Michele Melão

Publicidade

Ter um recém-nascido em casa, por si só, já é um grande desafio. É bastante difícil nesse começo de vida identificar os sinais da criança, saber se ela está com algum incômodo, com fome, frio, calor, sede… Enfim, a insegurança (especialmente das mães de primeira viagem) é algo bastante presente.

Imagem: 123RF

Isso acontece durante todo o dia, porém existe um horário específico no qual parece que as coisas se tornam ainda mais complicadas – entre 16h e 20h, a famosa hora da bruxa. Em inglês é chamada de “arsenic hour”.

Ouvir o bebê chorar não é uma experiência agradável, mas quando se trata de um recém-nascido, é pior ainda. E como se preparar para este momento (que certamente vai acontecer!)?

– Não espere que seu bebê recém-nascido tenha capacidade de se acalmar sozinho. Essa é uma fase na qual ele precisa de muito colo, muito contato corporal, muito conforto. Precisa ter seu espaço limitado (bebês gostam de ficarem mais apertadinhos). Então não é culpa sua se todas as vezes em que você tentar colocá-lo em algum lugar ele chorar. Especialmente neste horário, pode ser bem custoso para ele ficar longe do colinho e do aconchego da mãe.

– Tente que seu bebê faça uma soneca neste horário (perto de 16h / 17h), mesmo que ela seja assistida. Esta soneca pode ser feita até mais tarde, já que bebês recém-nascidos fazem diversas sonecas por dia e por isso podem dormir um pouco mais tarde do que os bebês a partir dos 4 meses.

Publicidade

– Você provavelmente terá que amamentar mais vezes neste horário. O leite materno ajudará a acalma-lo, aliviará possíveis incômodos, como cólicas, e principalmente fornecerá o conforto de que seu filho precisa para se sentir melhor.

– Tente um ambiente mais calmo a partir deste horário. Evite aparelhos eletrônicos, sons altos, visitas e luzes fortes. Lembre-se de que um recém-nascido fica superestimulado muito facilmente.

– Não deixe seu bebê chorando / esperando para ser atendido. Tente ser rápida. Um recém-nascido precisa ter uma atenção especial. Quanto antes ele for atendido, menos irá chorar.

– Se for possível, tente “agendar” uma possível ajuda para este horário. Se um parente costuma te auxiliar todos os dias, esse pode ser o horário no qual esta ajuda será mais útil. O bebê pode precisar de muito colo e conforto e, nessa hora, pode, sim, ser o colinho da vovó, do papai ou de outra pessoa querida que estiver disponível.

– O banho pode ser um ótimo relaxante para esse período do dia. Se o seu bebê fica muito irritado neste momento do dia, não dê o banho muito cedo, assim você pode usar esta atividade como uma ferramenta para acalmar o bebê.

– Não deixe seu bebê passar do ponto durante o dia, para evitar essa irritação. Desde o início da manhã, deixe que ele fique acordado de 40 a 60 minutos. Depois deste tempo, mesmo que ele não apresentar claros sinais de sono, tente aconchegar o bebê para que ele tire uma soneca.

Publicidade

– Cante para seu filho, use um white noise, tente ninar / embalar. Mesmo que ele continue chorando, isso vai ajudar a acalmar a criança.

 

Por fim, lembre que não é culpa sua! Pense que você não está sozinha. Muitas mães estão passando pelo mesmo problema, naquela mesma hora. É uma fase de adaptação fora do útero e esse fim de dia pode ser bem difícil para as crianças. Isso é normal, faz parte do amadurecimento da criança e tenha certeza de que você não está fazendo nada de errado.