Você já ouviu falar sobre a Bubby? Recentemente, vídeos de bebês usando essa boia de pescoço se espalharam pela internet, e confesso que fiquei muito curiosa com sua utilização.

Se, por um lado, os bebês parecem curtir muito o produto, por outro dá uma certa aflição ver que os pequeninos ficam suspensos na água dessa forma (parece que, a qualquer momento, a coisa pode falhar, e o bebê afundar. Já pensou se a criança escorrega pelo buraco?).

A Bubby ficou famosa depois que passou a ser utilizada em SPAs dedicados exclusivamente aos bebês (juro, isso existe).

Nesses espaços são oferecidos serviços para relaxar os pequenos, como massagens e também hidroterapia. E como a ideia é que o bebê use a Bubby para ficar com quase o corpinho todo debaixo d’água, ela parece cumprir seu objetivo de deixar o bebê feliz. Vem saber mais:

Publicidade

Como se usa a Bubby? É segura?

A Bubby é uma boia com um fecho na parte de trás, feita para ser usada em volta do pescoço do bebê.

Ela é destinada para suportar o peso da criança na água e, assim, oferecer ao pequeno conforto e liberdade de movimento de braços e pernas.

A parte que fica na frente do rostinho da criança é mais baixa, então o narizinho e a boca ficam totalmente descobertos, mesmo durante a movimentação na água.

Com a Bubby, os bebês são colocados em banheiras com água quente, onde permanecem em banhos curtos, com duração entre 10 e 15 minutos (pois os mais novinhos cansam mais rapidamente da mesma atividade). E, claro, sempre com supervisão (por isso é importante que o uso acompanhado por profissionais).

E para que serve a hidroterapia para os bebês?

Para os bebês, a hidroterapia oferece benefícios como o desenvolvimento da coordenação, dos reflexos e o exercício dos músculos (o que dentro d’água quente é ainda relaxante).

Publicidade

A atividade também pode proporcionar uma melhor qualidade no sono da criança, além de alívio de incômodos como cólica, gases e constipação.

Se feita com frequência, a hidroterapia também pode apresentar melhora no funcionamento dos sistemas cardiovascular e respiratório.

De quebra, ainda serve como um ônus para o filhote aprender a nadar futuramente, afinal, já vai treinando a familiaridade com a água.

Geralmente nos SPAs, a hidroterapia é o início do tratamento. Funciona assim: primeiro, os bebês são colocados na água com as boias e, depois, recebem uma massagem caprichada com óleos (e então voltam para casa bem calminhos!).

Mas a tranquilidade, aparentemente, começa já nas banheiras. Pelo menos é o que mostram as imagens a seguir de SPAs ao redor do mundo que fazem uso da Bubby. Vem ver!

Lembrando que a Bubby é uma boia patenteada por uma rede internacional de SPAs para bebês, o Baby SPA Perth, que conta com unidades na Inglaterra, na Espanha, na África do Sul e uma recém-inaugurada na Austrália.

Publicidade

Mas outros SPAs para bebês contam com essas boias, às vezes feitas com materiais diferentes, mas a finalidade e o uso do acessório são os mesmos.

Dicas

Especialistas estão alertando os pais sobre os perigos potenciais de usar “boias de pescoço de bebê” enquanto seus filhos estão nadando.

De acordo com alguns médicos:

“Não há benefícios comprovados em usar os anéis infláveis ​​no pescoço e há risco associado a eles, os dispositivos podem dar aos pais uma falsa sensação de segurança.”

O anel também pode sobrecarregar o pescoço de um bebê, o que pode causar ferimentos,