Você, que está aí do outro lado da tela, também é uma apreciadora voraz desse docinho de dar água na boca, mas se sente culpada a cada pedaço que coloca na boca? Então precisa saber um pouco mais sobre esses 5 motivos pelos quais você deve comer chocolate (preferencialmente, o meio-amargo).

Será que já contei a vocês que eu amo chocolate? Que aqui em casa sempre tem uma barrinha escondida no armário (porque, cá entre nós, ele está liberado para os adultos, mas ainda é dado em doses homeopáticas para a pequena).

Agora na Páscoa, nem se fala: eu me libero de qualquer culpa e como chocolate feliz da vida!

Eu estava lendo outro dia um artigo americano que citava bons estudos científicos sobre os benefícios do chocolate rico em cacau (que é o chocolate meio-amargo – sobretudo aquele que tem pelo menos 70% dessa substância).

Publicidade

E, claro, em meio à troca de ovos, acabei me lembrando dele e resolvi compartilhar com vocês. Vamos então aos motivos que vão deixar nossa consciência mais leve?

 

chocolate meio-amargo

chocolate meio-amargo. Foto: freepik

5 motivos para comer chocolate

1 – Chocolate bom não é comida ruim

E aí precisamos fazer uma diferenciação entre os tipos de chocolate. Sim, até pelo gosto, você sabe que há produtos muito distintos no mercado. Opte pelos chocolates com a maior porcentagem de cacau na composição (no mínimo 70%), sabendo, no entanto, que ele será tanto mais amargo quanto maior for sua quantidade de cacau.

O cacau é o grande responsável pelos benefícios do chocolate. Ele contém flavonoides, substâncias com propriedades antioxidantes (que diminuem a quantidade de radicais livres no corpo – e por isso protegem contra câncer e envelhecimento precoce – e que são capazes de dilatar vasos sanguíneos, reduzindo o  risco de doenças cardiovasculares e de acidente vascular cerebral – AVC).

Claro que no chocolate há adição de açúcar – por isso você deve sempre comer com moderação.

Publicidade
tipos de chocolate

tipos de chocolate. Foto: freepik

2 – O chocolate alimenta suas bactérias boas

Isso eu não sabia, e descobri lendo. Segundo um estudo em andamento nos EUA, durante o processo digestivo do cacau, as bactérias “boazinhas” presentes no intestino de uma pessoa produzem substâncias anti-inflamatórias.

Com isso, o trato digestivo do indivíduo seria mais saudável, possivelmente menos sujeito a tumores (câncer colorretal) e o indivíduo teria menor chance de desenvolver problemas cardiovasculares ligados a processos inflamatórios.

3 – Chocolate é associado à diminuição da pressão 

Um estudo de 2012 analisou as conclusões de várias pesquisas sobre os efeitos do cacau e concluiu que ele poderia ter um pequeno efeito de diminuição da pressão sanguínea de um indivíduo.

Então, se você tem histórico de hipertensão na família, um pedacinho de chocolate meio-amargo todos os dias poderia ser interessante, não?

mulher comendo chocolate

mulher comendo chocolate. Foto: freepik

Publicidade

4 – Chocolate meio-amargo ajuda na deficiência de ferro

Atualmente, uma das maiores deficiências nutricionais das pessoas é a falta de ferro (que, em última instância, causa anemia). Por outro lado, para a nossa sorte, o chocolate meio amargo tem uma quantidade considerável de ferro (eba!).

Para que você tenha ideia, 100g de espinafre cozido contém 3,5mg de ferro (e olha que o espinafre sempre é lembrado como uma fonte desse nutriente).

Enquanto isso, 100g de chocolate meio-amargo contém mais de 3 vezes essa quantidade de ferro (juro que é verdade, impressionante, não é?).

5 – Melhora o humor

Algum dúvida de que isso seja verdade? Eu não tenho! Em um estudo de 2013, pesquisadores relacionaram cientificamente o cacau à melhora do humor dos indivíduos de uma pesquisa. E por experiência própria, isso é verdade!

Um ótimo aliado em dias de filho birrento, chefe mal-humorado, fila gigantesca no supermercado… Acho que vou passar a levar um pedacinho na bolsa, para os momentos de tensão!

chocolate amargo

chocolate amargo. Foto: freepik

Saiba mais sobre o chocolate

Benefícios do cacau para a saúde

Os benefícios do chocolate para a saúde vêm do cacau em pó natural. O chocolate que contém pelo menos 70 por cento de cacau pode:

  • melhorar a memória
  • reduzir a inflamação
  • reduza o risco de doenças cardiovasculares
  • impulsione seu sistema imunológico
  • reduzir o estresse
  • melhorar o humor
  • reduza seu risco de diabetes

O chocolate pode ser consumido durante a amamentação?

Não há mal nenhum em comer chocolate durante a amamentação , mas você precisará fazer isso com moderação. Se você notar que a consistência das fezes do seu bebê mudou ou descobrir que ele tem problemas de gases , você precisará conter a ingestão até ter desmamado o seu filho .

Desejo de chocolate durante a amamentação

Como você deverá amamentar seu recém-nascido com bastante frequência durante o dia e mesmo em intervalos regulares durante a noite, a privação de sono será comum durante esse período.

Seu corpo tenderá a dormir um pouco para atender ao chamado do bebê. Toda essa privação de sono altera o cérebro e impacta suas habilidades de tomada de decisão. Portanto, isso pode resultar em dores de fome e ânsias que parecem fora de seu controle.

mulher comendo chocolate

mulher comendo chocolate. Foto: freepik

O chocolate branco é uma escolha melhor do que o chocolate amargo durante a amamentação?

Definitivamente sim! O chocolate amargo consiste em sólidos de cacau, portanto, níveis mais elevados de cafeína e teobromina. O chocolate branco tem menor teor de cafeína e não contém sólidos de cacau ou teobromina. Ou seja, isso torna o último uma escolha melhor.

É seguro beber chocolate quente durante a amamentação?

Você pode beber uma xícara de chocolate quente ocasionalmente. No entanto, fique atento a quaisquer problemas de gases com seu bebê. Se você notar, pode ser necessário interromper temporariamente o consumo até que o bebê seja desmamado.

Os chocolates são inegavelmente deliciosos. No entanto, comê-los com moderação durante a amamentação é a chave para evitar quaisquer repercussões.

Você também pode consultar o seu médico se tiver mais dúvidas sobre chocolate e amamentação. Ou seja, caso seu bebê apresente algum efeito colateral, é melhor evitá-lo até que você não esteja mais amamentando seu filho.