Quando uma criança chega aos dois anos, algo muito peculiar acontece: você percebe que ela não é mais seu bebezinho, mas ainda não é completamente uma criança crescida. Está ali, no meio do caminho, e ela mesma sabe disso. Quando pergunto à Catarina se ela é um bebê ou uma menininha, ora ela responde uma coisa, ora outra. Tão bonitinho de ser ver! Dá para perceber o conflito no olhar, de quem ainda quer o colo da mamãe para adormecer, mas acha o máximo conseguir vestir uma calça sozinha.

Ao ler o livro “Já sou grande” para minha filha pela primeira vez, que emoção! Ela se identificava com cada conquista dos irmãozinhos da história, que contam o que já conseguem fazer sem ajuda. Comer com talheres, provar novos alimentos, dormir na caminha, guardar os brinquedos… E me mostrava que aquilo ela também sabia fazer, com o maior orgulho do mundo! Ah, e quando ainda não conseguia algo mostrado nas ilustrações, dava uma risadinha marota, ao que eu respondia: “Tudo bem, querida, com o tempo você vai aprender”.

O texto e as ilustrações são de Maria Carluccio, que se inspirou na própria filha de 3 anos para fazer o livro. E, olha, acertou em cheio, viu? Recomendo a todos os pais com filhotes de 2-3 anos!

Publicidade

 

Já sou grande! Olha o que sei fazer

Texto e ilustrações de Maria Carluccio

Editora Globinho