Prisão de ventre na gravidez: medidas caseiras para aliviar o incômodo

Por 0 Comentários


Todo mundo conhece aquela velha história de que grávida precisa ir constantemente ao banheiro. Mas é importante saber que a regra vale somente para o xixi, pois, para o “número dois”, a realidade não é bem essa. Pelo contrário: a prisão de ventre na gravidez é bastante comum, e muitas mulheres apresentam dificuldade em evacuar. Eu mesma senti isso no fim da gestação de Catarina.

Mas o que fazer para melhorar a prisão de ventre na gravidez? Existem várias dicas que realmente podem auxiliar, e elas estão relacionadas aos alimentos que a grávida ingere, ao consumo de água diário e até ao horário em que a futura mamãe vai ao banheiro. A seguir eu conto todas as medidas caseiras que você pode tomar para facilitar o trânsito intestinal e diminuir seu desconforto, confira!

Imagem: 123RF

1) Coma alimentos ricos em fibras

Alguns alimentos ajudam o intestino a trabalhar melhor e, portanto, a resolver a prisão de ventre na gravidez. É o caso daqueles ricos em fibras, como verduras e cereais integrais. Que tal colocar um pouco de linhaça no seu prato de café da manhã, ou mesmo do almoço ou jantar? Uma alternativa é fazer uma vitamina com frutas e chia todas as manhãs. Troque também o pão branco pela versão integral, que é também mais nutritiva. Você verá que terminará a gestação comendo muito melhor!

2) Coma frutas que ajudam a “soltar” o intestino

Existem frutas que de fato aceleram o trânsito intestinal, e que também funcionam para aliviar a prisão de ventre na gravidez. Por isso invista no consumo de mamão, laranja (um suco dessa fruta no café da manhã vai muito bem!), abacate, manga e ameixa. Aliás, uma excelente dica é fazer a chamada “água de ameixa”: deixe a fruta em pedaços de molho em água, de um dia para o outro. Coe e beba a água, que ajudará a grávida na ida ao banheiro. Por outro lado, evite frutas que “prendem” o intestino, como a goiaba e o caqui (uma lista completa você vê nesse post).

3) Beba muita água.

É importante lembrar que só as fibras não são eficientes na digestão. Para fazer efeito, esses nutrientes precisam ser combinados a boas doses de líquidos (ao contrário, o trânsito intestinal não flui!). Você pode consumir uma maior quantidade de água diária bebendo também sucos, vitaminas e consumindo sopas. Acostume-se a beber bastante líquido ainda na gestação e veja que o hábito também a ajudará a produzir mais leite quando o bebê nascer.

4) A hora certa de ir ao banheiro

Quando sentir vontade de ir ao banheiro, procure ir imediatamente. Isso porque, ao prender as fezes, elas endurecem, piorando a prisão de ventre na gravidez. Além disso, o endurecimento das fezes pode causar fissuras e hemorróidas, que geralmente pioram durante a gestação. E, no banheiro, nada de pressa: tente relaxar e espere o tempo que sentir necessário para evacuar. Uma dica para facilitar esse momento é colocar um banquinho na frente do vaso sanitário para apoiar os pés (a posição ajuda!).

5) Faça exercícios

Os exercícios são um outro aliado no combate à prisão de ventre na gestação. E não precisa de muito esforço, não: uma caminhada diária já é suficiente para amenizar o problema. Mais uma atividade física bacana para as gestantes é a hidroginástica, pois a água diminui o impacto nas articulações. Para a constipação, a prática é mais uma indicada!

Por que a prisão de ventre é comum na gravidez?

A condição acontece como consequência da ação dos hormônios da gravidez que, somada à pressão do útero sobre o reto (parte final do intestino), fazem o trânsito dos alimentos ficar mais lento. 

Se a prisão de ventre persistir vários dias e estiver incomodando, procure seu ginecologista. É importante não deixar o quadro agravar, pois pode resultar em hemorróidas. Atualmente existem também produtos com alto teor de fibras, que podem ser recomendados por seu médico para resolver a situação. 


 



Arquivado em: GravidezSaúde Tags:

Deixe seu comentário