Lua de leite: o que é e como aproveitá-la ao máximo

Por 0 Comentários


Você já ouviu falar em lua de leite? Esse é o nome dado às primeiras semanas do bebê em casa. E a alusão à lua de mel não é à toa: assim como a lua de mel é o período reservado para mais conexão e conhecimento entre o casal, a lua de leite é a fase que os pais têm para conhecer o filhote (e vice-versa) e estimular esse relacionamento.

Mas você pode estar pensando: “poxa, um nome tão poético como lua de leite representaria realmente os primeiros dias em casa com o bebê? Quem é pai ou mãe sabe que eles são uma loucura!”. Eu conheço bem esse sentimento: sei como é preciso se desdobrar em mil para dar conta dos cuidados com a criança, dos afazeres da casa e, ainda, tentar cuidar de você mesma, quando parece que seu mundo virou de cabeça para baixo.

Imagem: 123RF

Contudo, vale repensar a lua de leite pelo lado emotivo. Afinal, ela indica que uma nova vida está chegando ao mundo, não é mesmo? E são esses os primeiros dias desse novo membro da família pertinho – tem algo mais intenso e importante que isso? E não só: pensando justamente em organizar todas as novas obrigações e manter saúde e bem-estar de mãe e filho em primeiro lugar é que uma lua de leite bem aproveitada vale a pena.

Se você está se preparando para ter o seu bebê, não deixe de conferir as dicas a seguir que separei para as mamães curtirem ao máximo a maternidade desde o comecinho, com uma lua de leite bem bacana. Vem ver!

Descanse!

É evidente que a sua rotina depois da chegada do bebê passa a ficar mais agitada. Contudo, nas oportunidades que tiver para descansar, descanse! Uma dica de muita importância aqui é procurar se dedicar somente aos cuidados com a criança (que já vão ocupar uma grande parcela de tempo), pedindo ajuda para as outras tarefas. Assim, você consegue se organizar para garantir horas de descanso (acredite, você vai precisar delas!).

Conte com uma rede de apoio

Como durante a lua de leite o ideal é que você se dedique mais ao bebê, deixe as demais obrigações cotidianas com outras pessoas. É bacana pensar nisso antes mesmo da chegada do filhote: certifique-se, com antecedência, de que você terá alguém para cuidar das tarefas de casa e outras necessidades do dia a dia. Dividir essas obrigações com membros da família, amigos ou profissionais de confiança é muito importante.

Que tal um olhar profissional?

Além dessas pessoas para dividir as tarefas, não hesite em pedir ajuda profissional para cuidar do bebê, se sentir necessidade. Uma enfermeira, educadora perinatal, ou doula, por exemplo, pode te auxiliar nos primeiros cuidados com o pequeno e, também, trazer aquele conforto e palavra amiga que podem mudar o seu dia. São muitas as mudanças que acontecem com a chegada da criança, e é natural ficar mais sensível nesse período. Você vai ver como, às vezes, o que parece ser um grande problema pode ser facilmente resolvido com a ajuda certa.

Deixe as visitas um pouquinho de lado

Você visita um casal que está em lua de mel? Não! O mesmo vale para a lua de leite. Uma sugestão é enviar um recadinho aos parentes e amigos para evitar surpresas: ao contar que o filhote nasceu, agradeça as mensagens de carinho e diga que a família vai ficar feliz em receber visitas a partir de uma determinada data. Assim, você aproveita para se dedicar à nova rotina. A privacidade é importante até para evitar os “palpiteiros de plantão” e descobrir o seu próprio jeito de cuidar do filhote. Mas, claro, não deixe de ligar para aquela pessoa querida, quando sentir que precisa dividir tarefas ou simplesmente conversar.

Estimule o contato com o bebê

A lua de leite é o momento de estimular o contato com o bebê, afinal, estamos falando das primeiras semanas de vida da criança. Aproveite para incentivar essa conexão em momentos como a amamentação, escolhendo um local confortável, calmo e privado para alimentar o filhote. Cantar para o pequeno, dar colo e mantê-lo sempre pertinho, em um sling por exemplo, são outras sugestões bacanas para estimular o laço com o seu filho desde cedo.

Faça da casa um ambiente confortável

Manter a casa organizada (e contar com alguém para fazer isso, como já disse) é muito importante durante a lua de leite, pois você precisa estar com o bebê em um ambiente limpo e confortável. A praticidade é mais um ponto importante, e pensar em uma organização que deixe tudo o que você vai precisar no dia a dia com o bebê disponível de um jeito fácil faz toda a diferença. Para ajudar nessa tarefa, nesse post você confere algumas dicas preciosas para fazer do quarto do filhote um ambiente organizado e funcional.


 



Arquivado em: MaternidadePapo de mãe Tags:

Deixe seu comentário