House Parties: o que você, mãe, pai ou filho, precisa saber sobre isso

Por 0 Comentários


Hoje tem texto especial no blog! Porque muitas mães que acompanham o Mil Dicas de Mãe também têm filhos maiores, que estão chegando ou já chegaram à adolescência! Se esse é o seu caso, você vai adorar o post de hoje, sobre as HPs. Já ouviu falar? Então leia e chame seu filho para ler junto (afinal, parte das dicas é para ele!).

Por Dra. Bianca Lundberg

Oi pessoal, como vocês estão? Estou super feliz por estar de volta, para dar algumas colaborações a esse site MARA que é o Mil Dicas de Mãe.

Resolvi falar de um assunto super relevante, que aparece toda hora nas consultas com os adolescentes. Geralmente na entrevista pergunto sobre os momentos de lazer com os jovens, e surge um “ah… tem sempre uma HP, né…”.

Imagem: 123RF

E você, sabe o que é uma HP? O termo não é novo: traduzindo do inglês, as HP (House Parties) são as Festas em Casa. Fui procurar mais informações deste assunto, mas já sabia que envolvia álcool, às vezes drogas e alguma confusão.

Acabei encontrando sites direcionados ao público jovem que enumeram as “vantagens” da HP: “é de graça”, “tem bebida”, “você pode ter privacidade”, “costuma ter comida caso você fique muito bêbado”, entre outros. Há também relatos de adolescentes que se arrependeram de exagerar nas HP, seja por ter passado mal após ingestão alcoólica, por ter brigado ou por ter tido algum contato sexual sem consentimento…

Vamos lidar com a realidade: o fato é que as HP existem, para todas as idades de adolescentes, e elas podem sair do controle, mesmo se há um adulto presente na festa. Os adultos geralmente não estão quando a festa é para uma faixa etária um pouco maior. Conforme a faixa etária avança, a presença de álcool e substâncias ilícitas aumenta em quantidade e diversidade.

O que fazer então quando seu filho é convidado para uma House Party? Proibir pode levar a uma reação de oposição, portanto a saída é sempre o diálogo:

– Informe-se do endereço e do contato de um adulto responsável pela HP; de preferência, entre em contato com esse adulto.

– Saiba e combine qual será o meio de transporte antes e depois da HP.

– Estabeleça limite de horário de volta para casa.

– Converse com seu adolescente sobre o que ele pode encontrar na HP e como deve reagir.

– Tenha contato de pelo menos mais uma pessoa (amigo/a, vizinho/a) que estará na HP.

Imagem: 123RF

Se for haver uma HP em sua casa:

– Limite o número de convidados e tente saber a procedência deles (“pessoal do clube”, “galera do prédio”, etc.).

– Restrinja o acesso a determinados cômodos da sua casa.

– Atenção para o horário da festa e para o barulho.

– Cuidado ao deixar expostos possíveis causadores de problemas: bebidas alcoólicas de consumo dos adultos da casa, objetos frágeis (vidro, por exemplo).

– Converse com seu jovem; ele dará o” tom” da festa.

Se você é jovem e vai a uma HP:

– Leve sempre um documento de identificação, seu endereço escrito junto com o telefone de seu responsável.

– Se você tiver um telefone celular, leve-o totalmente carregado e mantenha com você.

– Evite experimentações – elas podem sair do seu controle na HP.

– Não tenha medo nem vergonha de pedir ajuda a um amigo ou adulto, caso se exponha a alguma situação de risco, como uma briga ou contato inadequado com alguém; evite ficar sozinho em um cômodo.

– Saiba o número da Polícia Militar (190).

Um beijo e até o próximo texto!

Bianca Rodrigues de Godoy Lundberg é Médica de Adolescentes; atende em seu consultório jovens entre 10 e 20 anos de idade, na Zona Sul de São Paulo.Mais informações em www.biancalundberg.com






Arquivado em: AdolescênciaTags:

Deixe seu comentário