Vídeo sensível fala sobre bullying para crianças (veja e mostre para seu filho!)

Por 0 Comentários


Falar sobre bullying não é uma tarefa simples – mas você já parou para pensar no quanto ela é necessária? Se o bullying existe, há de uma lado alguém com o coração partido por não ter sido respeitado (e se você voltar lá na sua infância, ou adolescência, talvez se lembre perfeitamente desse sentimento); e do outro o agressor, que possivelmente não tem ideia do tamanho do sofrimento que causou (até porque, se houvesse essa capacidade de se colocar no lugar do próximo, a agressão não teria acontecido).

Eu considero esse um dos temas mais importantes para conversarmos com nossos filhos, desde cedo. Porque é modulando o tratamento que eles dão aos outros que conseguiremos formar uma geração com mais empatia, respeito, amizade. Pois é: para mim, tudo começa lá naquele olhar duro que você lançou para o seu filho, dizendo que ele tinha que pedir desculpas para o amiguinho na hora, porque arrancou o brinquedo dele sem pedir, ou porque inventou um apelido de que a outra criança não gostou.

E sempre que vejo um modo de conversar com os pequenos sobre o assunto, de educa-los, eu penso: “tenho que mostrar no blog!”. Por aqui eu já citei o exemplo de uma professora que usou duas maçãs para mostrar aos pequenos como a prática faz mal (veja aqui). E, hoje, eu compartilho com vocês mais um material incrível, um vídeo lindo criado por um pai com essa temática.

O vídeo é bem curtinho, quase cinco minutos. Ele conta a história da garotinha Buttercup Bree, que adora brincar com flores e acaba sofrendo bullying. Mas tudo muda quando ela conhece o amigo Benjamin, que mostra a ela a força que ela tem em seu interior. Vale chamar o filhote para vocês assistirem juntos.

O responsável pelo trabalho foi Galvin Scott Davis, um papai australiano que fez o vídeo pensando no filho, também chamado Benjamin. O curta ainda recebeu a narração da atriz Kate Winslet, que conta a história toda em rimas, como em um poema. Uma graça, vem ver (acione as legendas do YouTube para ver em português):

Gostou? Para saber mais da obra, acesse o site oficial do vídeo.




Arquivado em: ComportamentoEducação Tags:

Deixe seu comentário