Médico trata crianças com câncer fantasiado (lindo!)

Por 0 Comentários


Câncer é uma palavra doída. Porque quem já teve um familiar com a doença sabe o quanto esse diagnóstico é difícil – afinal, pela frente sabe-se que haverá uma intensa luta pela vida. Imagine então quando o câncer acontece com crianças? Deve ser bastante complicado lidar com a situação, que pode ser agravada pelo medo que os pequenos naturalmente sentem pelo ambiente hospitalar.

Mas, felizmente, profissionais dedicados a contribuir para que esses pequeninos se sintam melhor existem! Recentemente, eu mostrei um deles, o fotógrafo Josh Rossi, que criou uma mini Liga da Justiça composta só por crianças que enfrentam o câncer e outras condições especiais (veja aqui).

E hoje eu compartilho mais uma história para reforçar a fé nos homens. Olha só: no México, um médico se dedica a cuidar de pequenos pacientes de leucemia, vestido como personagens queridos da garotada. O nome dele é Sergio Gallegos e ele foi diagnosticado com câncer ainda na adolescência, o que motivou a escolha da profissão e, mais tarde, da dedicação a tratar os pequenos de maneira lúdica.

Olha só que máximo algumas imagens desse super médico (e o que falar da reação das crianças nas fotos? Algumas até se fantasiam também!):

 As imagens são do Facebook do médico.

Em entrevista ao El País, o médico explicou que cada personagem tem uma representação diferente para as crianças. Por exemplo: o Capitão América representa que desafios podem ser enfrentados; já o Homem-Aranha convida os pequenos a realizar seus sonhos; e o Chaves, que eles nunca devem deixar de brincar, mesmo sob tratamento, pois são crianças.

“Você faz uma conexão mágica. Há crianças que, quando me veem como um médico, choram. Por outro lado, quando um personagem as atendem, elas correm para a consulta”, disse Sergio Gallegos ao jornal. “Quando eles entram na consulta, o que se procura é preservar sua inocência, seu desejo de sonhar”, concluiu o médico. Inspirador, não?




Arquivado em: Diversão Tags:

Deixe seu comentário