5 atividades para fazer uma gincana sensorial (e sensacional!)

Por 0 Comentários


Brincadeiras sensoriais são opções muito bacanas para incentivar o desenvolvimento e o aprendizado do filhote desde cedo. E o mais legal é que dá para usar objetos bastante simples, e até mesmo que iriam para o lixo, para divertir a criançada por meio do estímulo dos sentidos.

Para ajuda-la a incrementar esse momento especial, no post de hoje você confere dicas de atividades para fazer uma gincana sensorial. Já pensou nisso? A sugestão pode ser válida para animar irmãos, primos e amigos em uma tarde de lazer na sua casa, ou mesmo durante uma festinha infantil da família. Pode apostar que eles vão adorar! Vem ver então algumas ideias para preparar a sua.

– Acertar formas e cores: aqui o desafio é saber quem consegue encaixar peças mais rapidamente nas formas. Você pode usar uma grande caixa de papelão como base, recortando nela as formas dos objetos que devem ser encaixados. Se tiver vários formatos iguais (como bolinhas, por exemplo), o desafio pode ser então acertar as cores, ao invés das formas. Nesse post eu mostro como fazer uma caixa dessas (e ainda mais dicas de brincadeiras sensoriais).

– Achar objetos: para estimular o tato, vocês podem escolher um objeto para ser encontrado pela criança. Mas com um detalhe – ela estará de olhos vendados! Isso mesmo, o desafio será que o pequeno descubra onde está o “tesouro” com o poder do tato, às escuras. Se quiser aumentar os níveis de dificuldade, vale incluir alguns obstáculos pelo caminho, como caixas. Uma dica para tornar a brincadeira mais interessante pode ser deixar todas as crianças vendadas juntas e, a que achar o prêmio primeiro, ganha uma vantagem para recomeçar a gincana.

– Corrida de assopro: na extremidade de um pedaço de papel pardo, trace uma linha de partida com uma caneta e, do outro lado, uma de chegada. Entre elas, coloque um pouco de tinta (de cores diferentes, uma para cada criança) misturada com água (deixe com consistência bem líquida mesmo). Dê então um canudo para cada pequeno e proponha o desafio: por meio do assopro, a criançada precisa fazer a tinta (cada participante escolhe a sua) atingir a linha de chegada. Também dá para adaptar a brincadeira com algodão no lugar da tinta.

– Adivinha o que é?: mais uma vez com os olhos vendados, as crianças precisam adivinhar o que são determinados objetos. Essa brincadeira pode ser feita de diversas maneiras: se quiser estimular o tato, opte por acessórios de diferentes formas e texturas para o pequeno adivinhar o que é; já se preferir incentivar a audição, invista em barulhos (caixas cheias de acessórios pode ser uma opção legal, como uma de areia, outra de botões, etc); agora, se os participantes forem “bons de boca”, por que não estimular o paladar, oferecendo alimentos diferentes (uma dica legal é usar frutas distintas)?

– Fazer caretas: um dos últimos desafios da gincana pode ser o concurso de caretas. Um adulto propõe uma careta específica (como de medo, por exemplo), e a criança que fizer a mais convincente (e divertida!) de acordo com a proposta vence. É bacana fazer essa brincadeira na frente de um espelho, assim todo mundo ri!

Para completar a diversão da gincana sensorial, não esqueça de fazer um placar para contar os pontos dos participantes. Também é legal separar um prêmio (mesmo que simples) ao vencedor. Mas uma coisa você pode apostar: só pela diversão as crianças já serão incentivadas a participar com vontade!


 



Arquivado em: AtividadesBrincadeirasDesenvolvimentoDiversão Tags:

Deixe seu comentário