4 dicas para ensinar o seu filho a ser organizado

Por 1 Comentário


Manter a casa organizada tendo crianças pequenas é uma tarefa quase impossível. É brinquedo para cá, chupeta para lá, paninho em todos os cômodos… Alguma semelhança entre esse cenário e a sua casa não é mera coincidência.

Por aqui, algo em que eu tenho pensado bastante é que nossos pequenos precisam aprender a fazer sua parte na organização desde cedo. Porque num futuro não muito distante, não teremos ajuda de pessoas que trabalham dentro de nossas casas (e que tanto nos ajudam!), como já acontece nos países mais desenvolvidos. É preciso que pai, mãe e filhos trabalhem juntos para manter o ambiente arrumado, limpo! E se não começarmos a mostrar isso já na infância, será muito mais complicado para nós, e para nossos filhos, daqui a alguns anos.

Claro que criança não sai arrumando suas coisas sem que você peça a ele. É tudo parte de um aprendizado: é preciso mostrar como se faz, ter constância no que você solicita, e até o local correto para guardar, senão de nada adianta. E dá, sim, para uma criança ajudar nas tarefas domésticas, começando pela organização dos brinquedos. Para te ajudar a ensinar tudo isso ao filhote, confira algumas dicas a seguir:

Imagem: 123RF

– Deixe tudo ao alcance do pequeno: de nada adianta pedir que o pequeno organize as coisas dele se elas são todas guardadas em prateleiras altas, que fujam do alcance da criança (se ele for tentar aguardar, e precisar subir em algo, é até perigoso). O bacana é usar caixas para essa finalidade, de preferência transparentes (para que seu filho saiba identificar o conteúdo facilmente – pegando só o que precisando e abrindo a caixa certa para guardar depois). É só deixa-las no chão, e pedir que o pequeno faça sua parte na arrumação da casa.

– Crie uma rotina: para fazer da organização um hábito, coloque esse momento na rotina. Ensine ao pequeno desde cedo que, depois de brincar, é hora de guardar os brinquedos. Acordou? Arrume a cama. Não vai mais usar determinada roupa? Se estiver suja, vai para o cesto; limpa, deve ser dobrada e guardada no armário. É claro que algumas dessas tarefas a criança não fará tão bem como um adulto (como arrumar a cama ou dobrar uma peça de roupa), mas é bacana deixá-la fazendo sozinha mesmo assim, para ir pegando o jeito com o tempo (e assimilando a responsabilidade de ter que fazer essas tarefas).

– Dê exemplo: para vários assuntos aqui no blog, eu reforço: de nada adianta ensinar uma coisa ao seu filho se você faz outra. Criança aprende muito vendo e repetindo o que os adultos fazem, portanto, se você diz que o quarto dela deve ser arrumado, o dos pais não pode ser bagunçado, concorda? Isso também é positivo nas conversas de incentivo (“olha como o quarto da mamãe está, o seu deve ficar assim também”).

– Deixe esse momento mais divertido: o lúdico é sempre bem-vindo em qualquer ensinamento. Que tal então misturar brincadeiras e até músicas para fazer da organização mais legal? Jogos como “quem arruma mais rápido” ou “quem guarda mais coisas” são dicas bacanas para incentivar o filhote a arrumar as coisas com mais vontade.






Arquivado em: Coisas de casaDesenvolvimento Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Andreia disse:

    Olá Nívea! Em casa eu já faço com a Elisa (3 anos) a dinâmica de guardar o brinquedo! Aqui, o “vamos ver quem guarda mais rápido” funciona muito bem. Claro que tem dias onde o envolvimento é maior.. outros em que é mais desanimado.. mas sigo praticando. Colocar roupas no cesto também… ela ajuda também a colocar as roupas na máquina de lavar quando é possível.. e ela gosta! Também me ajuda a guardar louças.. A cama eu ainda não tentei.. mas é uma boa ideia!
    Obrigada pelas dicas, sempre úteis e pertinentes!

Deixe seu comentário