A Mamada dos Sonhos: será que ela ajuda mesmo o bebê a dormir por mais tempo?

Por 1 Comentário


Hoje tem um daqueles post maravilhosos da nossa consultora de sono, Michele Melão, aqui no blog. Ela fala sobre uma dúvida muito comum entre as mães que leram o livro da Encantadora de Bebês: a mamada dos sonhos (aquela que a mãe dá com o bebê dormindo, por volta das 22h ou 23h – ou seja, antes de ir para a cama, na tentativa de fazer o pequeno dormir por mais tempo à noite, sem acordar).

Será que a mamada dos sonhos funciona, afinal? Será que tem idade certa do bebê para fazer isso? Dá uma espiada a seguir, que o texto traz informações úteis!

Por Michele Melão

Muitas mães acreditam que seus bebês acordam durante a madrugada porque estão com fome – e isso pode ser verdade, em alguns casos. Se seu filho tem alimentação básica de leite, não iniciou ou ainda não aceitou bem os sólidos, existe uma chance, sim, dele ter fome no meio da noite. Para dormir por mais horas (e para muitas famílias esta opção é uma maravilha!), existe a opção da mamada dos sonhos. Mas você sabe o que é isso?

É uma última alimentação do dia, entre 22h e 23h, em que a mãe oferece o leite materno ou a mamadeira antes de ir se deitar, com o bebê ainda dormindo.

Imagem: 123RF

Quando ela é indicada?

Minha sugestão é oferecer a mamada dos sonhos para bebês abaixo de 6 meses, que tem a alimentação só de leite, que mamam em intervalos regulares de 2 horas e meia a 3 horas, e para bebês que não estão muito cansados e sofrendo com a privação de sono (porque essa é mais uma interrupção no sono da criança). Além disso, a criança deve se alimentar bem durante o dia, porque se isso não acontecer, a mamada dos sonhos não vai fazer um milagre e ajudar a manter o bebê dormindo por mais tempo.

Uma vantagem deste hábito é que, quando a criança aceita a mamadeira (mesmo as alimentadas por LM (leite materno), a mãe pode fazer a ordenha e outra pessoa oferecer o alimento ao bebê, garantindo algumas horas contínuas de sono para a mãe descansar.

Está funcionando?

É preciso observar também se realmente o bebê consegue esticar as horas de sono. Muitas vezes incluímos a mamada dos sonhos e a criança continua acordando em horários muito próximos, mostrando que a causa do despertar não é fome, mas sim habitual. Por exemplo: seu filho tem de 4 a 6 meses, peso adequado e mama de 3 em 3 horas durante o dia. Você oferece a última mamada às 20h, depois ele tem a dos sonhos às 23h, mas continua acordando às 02h. Isso significa que algo está errado: ou a mamada não está sendo nutritiva ou o despertar dele não acontece por fome.

Outro fator a ser observado na indicação da mamada dos sonhos, especialmente se a alimentação for por leite materno, é se o bebê realmente mama, uma vez que a mamada é oferecida em um horário no qual a criança tem sono bastante profundo. Se ele não conseguir efetivamente sugar (porque está dormindo), o ideal é não oferecer. Além disso, o bebê deve sair desta mamada dormindo, sem dificuldades para entrar no sono novamente. Se a dificuldade acontecer, o ideal é esperar que a criança acorde, e não marcar este despertar.

Quando desistir?

Algumas crianças passam a acordar mais de madrugada depois de terem o seu sono interrompido, então, se depois de alguns dias de tentativa, seu bebê passar a acordar mais depois da mamada, o ideal é suspender a prática e oferecer leite quando a criança despertar com fome, em intervalos adequados para a idade.

Se seu filho tem mais de 6 meses, o ideal é não incluir esta mamada dos sonhos. Depois dos sólidos, a ideia é aos poucos tirar a alimentação da madrugada, para que o bebê durma a noite toda. Portanto incluir um despertar em horário fixo pode fazer com que seu filho acorde sempre, mesmo que não esteja com fome.

Como fazer a mamada dos sonhos?

Entre 22h e 23h você deve entrar no quarto do bebê, sem acender a luz (fique um pouco dentro do quarto para se acostumar com a escuridão), pegue o bebê do berço sem acordá-lo e tente fazer com que ele mame. Se ele estiver dormindo, estimule-o com carinho na bochecha, coloque um pouquinho de leite nos lábios e inicie a mamada.

Faça tudo com seus olhos fechados, já que o olhar de mãe é um estímulo e tanto e o bebê pode despertar e querer ficar acordado. Não converse com o bebê. Se ele fizer cocô e for necessário trocar a fralda, faça com o mínimo de luz possível e também sem estimular / falar com o bebê. Use água morna e não lenço umedecido, para não passar algo gelado no bebê e acabar despertando-o ainda mais.

Depois de arrotar (a Encantadora de Bebês, Tracy Hogg, indica 15 minutos no colo para arrotar), o bebê deve ser colocado no berço para continuar seu sono.

 

Lembro que é importante o bebê ter uma boa alimentação no decorrer do dia e que o pediatra sempre deve ser consultado sobre quantas mamadas a criança precisa ter durante a madrugada. Cada bebê é único e deve ter suas necessidades individuais atendidas. Muitas vezes um bebê de 6 meses dorme a noite toda, enquanto outro precisa mamar 1 ou 2 vezes. Bebês muito novinhos ou que precisam ganhar peso devem também ter essa necessidade respeitada, por mais que seja difícil acordar diversas vezes de madrugada para alimentar.




Arquivado em: Cuidados diáriosSono do bebê Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Aline Torrescilha Falcão Soares disse:

    Eu dou a mamada dos sonhos desde os primeiros meses e ela realmente funcionou. Minha bebê começou a dormir a noite toda bem cedo. E se o bebê dorme a noite toda a mãe agradece. Foi uma das melhores coisas que já fiz.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail