Como fazer o enxoval render: 5 dicas para você prolongar o tempo de uso do seu enxoval e economizar

Por 1 Comentário


Sempre ouvimos as pessoas falarem que bebê perde tudo muito rápido, não é mesmo? Realmente o crescimento do bebê é acelerado e em um ano passamos por muitas mudanças, fases e necessidades diferentes. Mas com algumas dicas é possível esticar a vida útil dos produtos e fazer o enxoval render bastante.

Como mãe de 3 crianças e especialista em enxoval de bebês há 7 anos, tenho algumas dicas para te ajudar a usar as coisas do enxoval por mais tempo e/ou poder reaproveitar ao máximo a maioria dos itens para os próximos filhos.

Imagem: 123RF

  1. Invista na qualidade
    Minha avó já dizia: “Muita economia é a base da porcaria! ” E eu acredito muito nesta frase quando falamos de qualidade. Qualidade custa mais caro em qualquer lugar, mesmo quem faz enxoval de bebê nos Estados Unidos percebe isso. Porém uma coisa é certa: produtos com mais qualidade duram mais. Isso significa que você passará mais tempo usando, não vai precisar recomprar e no fim, pode dar para quem precisa ou ainda vender. Logo, a longo prazo, qualidade é sinônimo de economia e de mais tempo usando o mesmo produto.
    Um bom carrinho de bebê é usado por 3 anos tranquilamente. Um carrinho sem qualidade quebra antes disso ou te estressa fazendo você abandona-lo. Uma cadeirinha de carrinho boa também é usada do nascimento até 5 ou 6 anos com uma segurança superior. Roupas de qualidade estão novas mesmo quando chegou na terceira criança e uma boa lancheira térmica precisa ser comprada apenas uma vez e usada por todos os primos, rs. E isto se repete para quase todos os produtos do enxoval – bolsas que não rasgam e muito mais!
  2. Aposte no gênero neutro e peças mais básicas
    Peças básicas não enjoam e ajudam a fazer mais combinações, o que automaticamente significam mais roupas para usar. Por isso roupas com menos estampas e de cores mais tradicionais, como azul marinho, cinza e cáqui combinam com qualquer coisa. Esta dica é especialmente válida para as partes de baixo e sapatos. Uma calça cáqui ou azul marinho combina com absolutamente qualquer cor de blusa, portanto você precisa ter um menor número de peças. Com sapatos é a mesma coisa: eu normalmente tenho apenas 1 sapato por tamanho e sempre de cor bem básica para combinar com qualquer coisa. Atualmente o tênis do meu filho é cinza e o anterior era preto. Quando falamos em gênero neutro, estou pensando para a próxima criança que vai usar. Peças de gênero neutro podem seguir adiante para menino ou menina, o que automaticamente te faz economizar no segundo enxoval.
  3. Escolha produtos multi-função
    Peças que só servem apenas para uma única função são um desperdício absurdo de dinheiro e espaço para guardar. Já as coisas que servem para várias funções te fazem economizar e facilitam na hora de guardar. Um exemplo diário são as mães que atendemos que querem comprar cueiro, swaddle, manta de malha, capa para amamentar e capa para cobrir o carrinho. Substituímos estes 5 produtos por apenas um: as fraldas enormes da marca Aden Anais, que, devido ao tamanho muito maior que o normal, substituem todos estes produtos e ainda apodem ser usados como toalha, naninha e muito mais. Para guardar ficam minúsculas e ainda cabem em qualquer bolsa, para você ter uma sempre à mão. Cortamos 5 itens da lista com apenas um produto. Tentamos sempre fazer substituições desta forma na hora de planejar e comprar os enxovais e quando nossos clientes pedem por produtos que só servem para uma coisa e não é essencial, sugerimos substituições. Então é sempre legal pensar e priorizar produtos neste estilo.
  1. Deixe de lado as coisas de bebê e com temas
    Um kit de higiene é a coisa mais superfaturada que eu já vi. Você consegue montar um kit sozinha, mais barato e muito mais bonito se for em lojas de decoração e coisas para adulto. E ainda poderá reaproveitar estas peças depois. Para o meu filho, comprei uma bandeja dourada linda e um bowl de cerâmica pintado à mão numa loja de decoração de adulto, e potes de vidro antigos para colocar algodão e cotonete. Siga este exemplo para a maioria das coisas de decoração que certamente você irá economizar e poderá usar por mais tempo, conforme a criança cresce ou até em outro local da casa. As coisas com temas e personagem também ficam sem par depois e são mais difíceis de serem reutilizadas. Na hora de comprar pratinhos, talheres e coisas deste tipo, procure comprar peças lisas que vão durar mais, podem ser usadas para o próximo filho, não vão ficar sem jogo nunca e ainda podem ser complementadas futuramente, se necessário.
  2. Seja prática e foque na funcionalidade
    Esta dica não é exatamente para render, mas para economizar e comprar menos (o que também é ótimo). As listas de enxoval incluem muitos mimos sem sentido, como por exemplo aqueles saquinhos para separar as roupas que são levadas na maternidade. Para que isso? Porque não separar usando um saquinho plástico ou fazendo dobras com a própria roupa? Termômetro de banho também é uma bobagem usada só nos primeiros banhos, afinal, todos conseguem perceber se uma água está quente ou não, certo? Reflita sobre estas coisas “tradicionais” antes de comprar e pense na praticidade e no dia a dia. Esqueça os mimos e foque na funcionalidade. Só em fazer isso você cortará muitos itens da sua lista.

Com estas dicas e sendo mais crítica na hora de fazer a sua lista de enxoval, certamente você comprará menos produtos, principalmente a longo prazo. E a economia é gritante!

Para conhecer mais sobre o trabalho da Paula – http://www.paulalaffront.com




Arquivado em: ComprasEnxoval do bebêRoupas Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Jessica disse:

    Eu fiz de tudo para economizar, conversei com varias mães, sobre produtos essenciais e supérfluos, e acreditem, o que eu não comprei, não fez a menor falta. Ex. Decidi não comprar jogo de bolsas, usei uma bolsa grande e glamourosa de couro que eu tinha e não usava pelo tamanho, mala de maternidade nem pensar, encontrei uma mala de rodinhas grande e barata sem personagem, todos da casa usam quando precisam fãs 5 anos.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail