4 sites e apps para trocar e vender roupas do bebê

Por 0 Comentários


Tem coisa mais gostosa do que fazer o enxoval do bebê? E ganhar roupinhas de presente para o filhote então, que mãe não adora? Mas o que muitos pais não imaginam é que um guarda-roupa fofíssimo e recheado pode não ser uma decisão sábia – afinal, os pequenos perdem roupas numa velocidade impressionante, em função do rápido crescimento nos primeiros anos de vida. É inevitável!

Por aqui eu só percebi isso com o passar do tempo (e confesso que fiquei com dó por ter roupinhas no armário que Catarina nunca usou! Quando pisquei elas não cabiam mais, e ainda tinham etiqueta). Sem falar nas tantas outras que a filhota usou uma ou duas vezes, e que também estavam em perfeitas condições de uso. Tenho certeza de que você também conhece essa história, principalmente se é seu primeiro bebê (felizmente quem tem mais filhos acaba aproveitando melhor as roupinhas).

Mas o que fazer quando as peças não servem mais em seu filho, e quando você não tem pretensões de dar mais um irmãozinho a ele? Pois saiba que uma série de pais, prontos para resolver essa questão, usaram a tecnologia para reunir outros que passam pela mesma situação. O resultado? Criaram plataformas inteligentes onde é possível comprar, vender e até mesmo trocar roupas e outros acessórios infantis. Que tal conhecer algumas e estimular o consumo consciente (e ainda economizar no orçamento)?

Imagem: 123RF

Rekids: o aplicativo Rekids mostra as roupinhas cadastradas e, para entrar em contato com os pais que estão anunciando, ou vender/trocar seus próprios produtos, você deve se cadastrar. O mais legal é que a negociação entre os pais é feita de maneira particular, e mantida totalmente sob sigilo. Pessoas do Brasil inteiro podem usar, mas, para facilitar o uso, você pode restringir o acesso da sua oferta somente para o seu município. Gostou? Nesse post eu conto mais detalhes sobre o programa. Imperdível!

Mamãe, cresci: o brechó infantil Mamãe, cresci oferece serviços 100% online. Funciona assim: os pais se cadastram gratuitamente no site e, lá mesmo, criam uma espécie de lojinha virtual, onde ficam hospedados os anúncios do que desejam vender. As vendas são enviadas por correio e o valor do frete fica por conta do comprador.

Troquinha: o grupo no Facebook Troquinha reúne anúncios para trocas de mais de 15 mil pais do Brasil. O bacana é que os moderadores ficam ativos 24 horas, garantindo que somente anúncios relacionados ao universo infantil sejam compartilhados na página. A ideia aqui, como o nome diz, não é vender, mas trocar produtos.

Quintal de Trocas: o Quintal de Trocas reúne, de forma online, anúncios de pais que desejam trocar brinquedos dos filhos. Além de realizar a troca pelo site, o portal divulga feiras de trocas de brinquedos pelas cidades (uma experiência muito bacana para o filhote viver pessoalmente, inclusive).

Que tal trocar livros também? No Livro sem apego é fácil trocar aquela obra que o pequeno não se interessa mais. Vem ler mais sobre esse site bacana nesse post.




Arquivado em: ComprasEnxoval do bebêRoupas Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail